26/02/2016

Resenha | P.S. Ainda amo você

P.S. Ainda amo você
  • Autor: Jenny Han
  • Editora: Intrínseca
  • Páginas: 304

Lara Jean sempre teve uma vida amorosa muito movimentada, pelo menos na cabeça dela. Para cada garoto por quem se apaixonou e desapaixonou platonicamente, ela escreveu uma bela carta de despedida. Cartas muito dela, muito pessoais, que de repente e sem explicação foram parar nas mãos dos destinatários. Em "Para todos os garotos que já amei", Lara Jean não fazia ideia de como sair dessa enrascada, muito menos sabia que o namoro de mentirinha com Peter Kavinsky, inventado apenas para fugir do total constrangimento, se transformaria em algo mais. Agora, em "P.S.: Ainda amo você", Lara Jean tem que aprender como é estar em um relacionamento que, pela primeira vez, não é de faz de conta. E quando ela parece estar conseguindo, um garoto do passado cai de paraquedas bem no meio de tudo, e os sentimentos de Lara por ele também retornam. Uma história delicada e comovente que vai mostrar que se apaixonar é a parte fácil: emocionante mesmo é o que vem depois.

23/02/2016

TAG | Viciados em Séries


YAY! Já tem um bom tempo que não post uma TAG por aqui. Então, a Tamiris do Pausa para um Livro me marcou nessa TAG - que não tem nada a ver com livros - sobre seriados. Outro vício meu difícil de controlar. Adorei a ideia e cá estou eu para responder a vocês um pouquinho a respeito do que gosto.

1 - Qual a sua série favorita?

Acho muito difícil responder isso. Porque a cada dia que passa tenho uma série que me surpreende e vira favorita. Mas vou citar Castle - minha queridinha! - porque foi a primeira série que eu fiz maratona a sério - e eu não sou de fazer maratona. E porque é extremamente divertida e diferente. Confesso que agora a série deu uma esfriada, mas eu a adoro mesmo assim. 

14/02/2016

Resenha | Um Beijo Inesquecível

Um Beijo Inesquecível
  • Autor: Julia Quinn
  • Editora: Arqueiro
  • Páginas: 272

Toda a alta sociedade concorda que não existe ninguém parecido com Hyacinth Bridgerton. Cruelmente inteligente e inesperadamente franca, ela já está em sua quarta temporada na vida social da elite, mas não consegue se impressionar com nenhum pretendente. Num recital, Hyacinth conhece o belo e atraente Gareth St. Clair, neto de sua amiga Lady Danbury. Para sua surpresa, apesar da fama de libertino, ele é capaz de manter uma conversa adequada com ela e, às vezes, até deixá-la sem fala e com um frio na barriga. Porém Hyacinth resiste à sedução do famoso conquistador. Para ela, cada palavra pronunciada por Gareth é um desafio que deve ser respondido à altura. Por isso, quando ele aparece na casa de Lady Danbury com um misterioso diário da avó italiana, ela resolve traduzir o texto, que pode conter segredos decisivos para o futuro dele. Nessa tarefa, primeiro os dois se veem debatendo traduções, depois trocando confidências, até, por fim, quebrarem as regras sociais. E, ao passar o tempo juntos, eles vão descobrir que as respostas que buscam se encontram um no outro... e que não há nada de tão simples – e de tão complicado – quanto um beijo.

11/02/2016

Lançamentos do Mês | Fevereiro 2016


YAY! Mês de fevereiro quase na metade, mas os lançamentos não param de chegar. Esse mês tem muita coisa maravilhosa que quero ter na minha estante - grande novidade - e tenho certeza que muitos de vocês vão concordar comigo. Deem uma olhada no que vocês vão colocar a mais na lista de desejados (ao clicar na capa do livro, você é redirecionado a página do skoob para mais informações).

Editora Intrínseca


            

08/02/2016

Resenha | Beleza Perdida

Beleza Perdida 
  • Autor: Amy Harmon
  • Editora: Verus
  • Páginas: 336


Ambrose Young é lindo — alto e musculoso, com cabelos que chegam aos ombros e olhos penetrantes. O tipo de beleza que poderia figurar na capa de um romance, e Fern Taylor saberia, pois devora esse tipo de livro desde os treze anos. Mas, por ele ser tão bonito, Fern nunca imaginou que poderia ter Ambrose… até tudo na vida dele mudar. Beleza perdida é a história de uma cidadezinha onde cinco jovens vão para a guerra e apenas um retorna. É uma história sobre perdas — perda coletiva, perda individual, perda da beleza, perda de vidas, perda de identidade, mas também ganhos incalculáveis. É um conto sobre o amor inabalável de uma garota por um guerreiro ferido. Este é um livro profundo e emocionante sobre a amizade que supera a tristeza, sobre o heroísmo que desafia as definições comuns, além de uma releitura moderna de A Bela e a Fera, que nos faz descobrir que há tanto beleza quanto ferocidade em todos nós.

05/02/2016

Resultado | Top Comentarista Janeiro + Top Comentarista Fevereiro


Ei gente! Resultado do Top Comentarista de Janeiro no ar e Top Comentarista de Fevereiro começando. Queria deixar uma dica a vocês: quem participa do Top precisa prestar atenção nos posts de início - como esse. Porque é nele que divulgo os vencedores. Muitas pessoas ganham e se esquecem de entrar em contato para o envio do prêmio. Fiquem ligados para que isso não ocorra. =D

O vencedor(a) desse mês é:

01/02/2016

Resenha | A Voz do Arqueiro

A Voz do Arqueiro
  • Autor: Mia Sheridan
  • Editora: Arqueiro
  • Páginas: 336


Cada livro da coleção Signos do Amor é inspirado nas características de um signo do Zodíaco. Baseado na mitologia de Sagitário, A voz do arqueiro é uma história sobre o poder transformador do amor. Bree Prescott quer deixar para trás seu passado de sofrimentos e precisa de um lugar para recomeçar. Quando chega à pequena Pelion, no estado do Maine, ela se encanta pela cidade e decide ficar. Logo seu caminho se cruza com o de Archer Hale, um rapaz mudo, de olhos profundos e músculos bem definidos, que se esconde atrás de uma aparência selvagem e parece invisível para todos do lugar. Intrigada pelo jovem, Bree se empenha em romper seu mundo de silêncio para descobrir quem ele é e que mistérios esconde. Alternando o ponto de vista dos dois personagens, Mia Sheridan fala de um amor que incendeia e transforma vidas. De um lado, a história de uma mulher presa à lembrança de uma noite terrível. Do outro, a trajetória de um homem que convive silenciosamente com uma ferida profunda. Archer pode ser a chave para a libertação de Bree e ela, a mulher que o ajudará a encontrar a própria voz. Juntos, os dois lutam para esquecer as marcas da violência e compreender muito mais do que as palavras poderiam expressar
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© MEMÓRIAS LITERÁRIAS - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: SD DESIGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo