07/12/2016

Resenha | O Erro

O Erro
  • Autor: Elle Kennedy
  • Editora: Paralela
  • Páginas: 279
Logan parece viver uma vida de sonhos. Com um talento incrível para jogar hóquei e um charme inato para conquistar mulheres, ele é uma das maiores estrelas da universidade de Briar. Mas por trás do característico sorriso maroto, ele esconde duas grandes angústias – a primeira, estar apaixonado pela namorada de seu melhor amigo. A segunda, saber que sua vida, após a formatura, se tornará um beco sem saída. Um dia, por acaso, ele conhece Grace, uma garota tão encantadora quanto intrigante. Tudo nela parece ser original e deliciosamente contraditório – tímida, mas ao mesmo tempo vibrante. Doce, mas ao mesmo tempo forte e confiante. A cada encontro, Logan se vê mais e mais envolvido. Mas um grande erro colocará o relacionamento desses dois jovens em risco. Agora, Logan terá que se esforçar para reconquistar Grace – nem que para isso ele precise amadurecer e encarar de frente as suas questões mais profundas e doloridas.

Resenha feita pela colaboradora Laiara Dias

Imagine todos os clichês que são mais prováveis em livros YA… Imaginou? Pode ter certeza que 90% deles você vai encontrar em “O Erro”! Não é uma coisa de todo ruim, pelo contrário, eu achei uma coisa até legal. Pois é, eu até que gosto de clichês de vez em quando.

Tem horas que você quer um livro que tenha reviravoltas, que sai do lugar comum, que te faça quebrar a cabeça pensando como o autor pôde fazer aquilo com os personagens, mas tem dias que a gente quer só relaxar a mente… Sabe aquele termo comfort food? Sugiro adaptarmos aqui para comfort book… Não há nada de novo ou surpreendente em “O Erro”, mas é o tipo de livro que se você gosta do gênero, é bem provável que vá te agradar. Porque você sabe que no final tudo vai dar certo, tudo vai acabar bem, tudo vai ser lindo igual capítulo final de novela das oito.


O plot aqui é um velho conhecido dos leitores de romance açucarado YA. O cara lindão e mega popular que pega geral, mas no fundo tem um bom coração, só não achou a garota certa ainda. Do outro lado temos a menina na dela, tímida, não gosta de chamar atenção, e então, os dois são colocados em uma situação inusitada e tcharan! Começa a história!

A narrativa é bem construída, com capítulos alternando pontos de vista entre Logan e Grace, e o que eu achei legal é que os dois são personagens legais, a autora conseguiu criar um casal que funciona bem juntos e separadamente. Não passei por nenhum momento que eu quisesse matar um dos dois por ser muito burro, teimoso ou mimizento, pelo contrário: torci para que tudo se acertasse porque gostei bastante de ambos.

O toque de humor é bem na medida, e em algumas partes eu ri alto de imaginar algumas cenas e temos claro, as partes hot! Essas também foram muito bem escritas, são bem o tipo (apelando para o meme) sexy sem ser vulgar e também foram bem dosadas. Há outros assuntos que são abordados como pano de fundo, mas ficaram bem em segundo plano na história, o que foi a única coisa que chegou a me incomodar, pois já que a autora decidiu colocar assuntos bem sérios como parte da história, eles teriam que ser mais bem desenvolvidos.

O livro é o segundo de uma série, mas como os protagonistas mudam, dá pra encarar quase como se cada livro fosse um spin-off do anterior. Como eu disse no começo, assim que você iniciar a leitura você já vai saber o final: o casal vai ficar junto! Então, sinta-se à vontade pra ler na ordem que você quiser. Eu não cheguei a ler o primeiro e a experiência não foi prejudicada por isso, e mesmo depois de concluir o segundo volume, ainda quero ler o primeiro da série. Ou seja: vale a pena, pelo menos como aquele livro de respiro, pra relaxar a mente de enredos mais complexos, sabe!

Pra quem tem coração de manteiga quando se trata de livros, pode ir fundo!


Sou baiana, criada no Mato Grosso, casada com um mineiro e cai de páraquedas nas terras capixabas. Viciada em Youtube e Netflix, chocólatra assumida, devoradora de chick-lits. Amo um bom romance açucarado e não resisto a um toque de pimenta na literatura, nem a uma colher de farinha no prato. Choro a toa, rio alto, e não consigo decidir entre ser ogra ou princesa! Muito prazer, essa sou eu!


Comente com o Facebook:

Um comentário:

  1. Oi Lai!
    Estou querendo muito começar esse livro <3
    Vi algumas pessoas falando sobre ele, e ainda, a capa chama minha atenção - nãos sei pq, mas chama haha.
    Beijos

    Talita Santana
    https://aboutlovess.com.br/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© MEMÓRIAS LITERÁRIAS - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: SD DESIGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo