11/09/2016

Resenha | A Caminho do Altar

A Caminho do Altar
  • Autor: Julia Quinn
  • Editora: Arqueiro
  • Páginas: 320


Ao contrário da maioria de seus amigos, Gregory Bridgerton sempre acreditou no amor. Não podia ser diferente: seus pais se adoravam e seus sete irmãos se casaram apaixonados. Por isso, o jovem tem certeza de que também encontrará a mulher que foi feita para ele e que a reconhecerá assim que a vir. E é exatamente isso que acontece. O problema é que Hermione Watson está encantada por outro homem e não lhe dá a menor atenção. Para sorte de Gregory, porém, Lucinda Abernathy considera o pretendente da melhor amiga um péssimo partido e se oferece para ajudar o romântico Bridgerton a conquistá-la. Mas tudo começa a mudar quando quem se apaixona por ele é Lucy, que já foi prometida pelo tio a um homem que mal conhece. Agora, será que Gregory perceberá a tempo que ela, com seu humor inteligente e seu sorriso luminoso, é a mulher ideal para ele?


Ei gente! A um bom tempo, vocês me acompanham nas resenhas dos livros da série Os Bridgertons - da autora Julia Quinn - aqui no blog. Foi com essa série que eu voltei a ler romances de época e me encantar mais uma vez. Então, chegou o dia de falar um pouquinho com vocês a respeito do oitavo e último livro da série, A Caminho do Altar, onde temos a história de Gregory - filho mais novo da família - como tema central. Fiquei com receio da proposta que a autora fez para esse livro, mas ela finalizou a série me surpreendendo mais uma vez.


Gregory é diferente de seus irmãos. Criado em meio a tantos casais que se formaram por amor, ele realmente acredita que pode encontrar sua alma gêmea e ser tão feliz quanto seus irmãos. Então, quando Hermione Watson aparece de repente em sua vida, ele tem certeza: ela é a mulher da sua vida. Porém, a jovem já é cortejada por muitos senhores e já está apaixonada por outro. Visando que essa situação mude, o jovem se alia a Lucy - melhor amiga de Hermione - para que ele consiga chamar atenção da jovem. Só que no meio desse plano, pode ser que ele tenha se equivocado a respeito de quem é sua verdadeira alma gêmea.

Eu realmente achei que a Julia Quinn iria perder o fio da meada nesse livro. Não sei porque, mas depois dos outros volumes recentes da série - que não foram tão preferidos assim para mim - achei que ela não poderia trazer a simpatia que tive pelos primeiros irmãos até Gregory. Mas estava errada - ainda bem. Posso dizer que esse é o livro mais sutil e - de certa forma - inocente quando se trata do romance e do amor. Gregory acredita piamente nesse sentimento, muito por conta da influência de que todos os seus irmãos e seus pais casaram por amor. E essa é sua principal diferença de todos. Nenhum outro estava procurando o amor puro. Mas Gregory estava.

O grande trunfo aqui foi a percepção do personagem do que ele queria e do que seria melhor para ele. Inicialmente, ele se apaixona profundamente por Hermione. De cara já sabemos que eles não se combinam. Infelizmente, Hermione não é uma personagem carismática. E ela é até mesmo um pouco egocêntrica. Até que entra em cena Lucy, e aí sim temos certeza de que ela completa o papel do possível par de Gregory. Apesar de parecer inocente e de que qualquer um vai passá-la para trás, a jovem é bem diferente do que aparenta. Faz de tudo para proteger aqueles que ama e tem força de sobra.

Achei um casal encantador e surpreendente de certa forma. Em algumas cenas, confesso que a autora mais uma vez trouxe surpresas para mim. Chegava a ter situações durante a leitura em que eu pensava "Como ela vai sair dessa? Ela precisa fazer alguma coisa agora!". Sou dessas que se conecta tanto com as personagens, que sinto necessidade de conversar com elas. E essa conexão só é possível graças ao trabalho muito bem feito na caracterização deles.

Como é de costume, Julia Quinn acertou mais uma vez. Fico triste e feliz ao mesmo tempo com o que li. Feliz, porque foi uma finalização incrível. E triste - obviamente - pelo término dessa série que me fez resgatar o gênero dentro das minhas leituras. Acredito que seu talento não acaba por aqui, e sei que novos trabalhos estão sendo trazidos para publicação aqui no Brasil. Nos resta esperar e torcer para que ela consiga mais uma vez nos prender e surpreender com suas histórias.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© MEMÓRIAS LITERÁRIAS - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: SD DESIGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo