17/06/2016

Artigo | Quando o desanimo e a falta de criatividade batem a porta


Desde o meio do ano passado até o meio desse ano minha vida fez duas curvas: uma mudança na minha vida profissional e um declínio para o desanimo e a falta de criatividade em outros locais da minha vida que antes eu realmente me sentia feliz, empolgada e cheia de novas ideias. Mas isso acontece com todo mundo, não é mesmo? Até com as personagens fictícias. Todos passam por um momento crítico na vida em algum dos lados. No meu caso, foi minha criatividade e motivação.

Gosto muito de várias atividades. Tenho blog, faço parte de um clube do livro, adoro assistir seriados e conhecer coisas novas - mesmo sendo bem metódica e rotineira (confuso, não?). O que aconteceu nesse período que disse anteriormente foi: meu tempo aumentou para dar conta de mais coisas, mas meu desanimo não me deu asas para melhorá-lo ainda mais. Na época da faculdade, eu mal tinha tempo de estudar/atender/dormir/comer. E dava conta tranquilamente de tudo. Hoje, tenho um tempo de folga maior trabalhando. Mas isso não significou nada. Muito pelo contrário.

Comecei a descartar séries e a abandoná-las por pouco. Deixei o blog meio parado por n motivos - a falta de criatividade e o desanimo foram combustíveis para isso. Não me sentia mais tão motivada à preparar os encontros literários. Me sentia uma estranha no ninho. No meu ninho de coisas preferidas e que me deixavam confortáveis! Como eu poderia imaginar que um dia isso ia me acontecer? Até mesmo minhas leituras caíram consideravelmente. Livros que eu lia em menos de uma semana duravam duas. Até três. E não por culpa deles.

Foi - e continua sendo - uma bola de neve sem tamanho. Como eu poderia/posso reverter isso? Foi então que resolvi me engajar em outros assuntos; em outros grupos; em outros ambientes. Agora faço parte de um grupo de planners e papelaria - organização para uma virginiana? Que original hahaha. Comecei a acompanhar seriados que eu nunca imaginei que iria dar uma chance - olá Grey's Anatomy. Faço parte de um clube de cartas. Sim, cartas! E fui aprovada em um concurso público em outra cidade - desespero de me virar sozinha em um local que eu não conheço, apesar de ser próximo. Novidades. Ideias.

Eu preciso voltar a ser a pessoa criativa e animada que era. Mas - ao mesmo tempo - não quero voltar a ser o que era antes. Mesmo esse tempo tendo sido péssimo para minha concentração ou para o surgimento de novas ideias, ele foi válido para minha vida como um todo. E digo mais: ele ainda não passou. Então, provavelmente vou crescer mais com ele do que imagino. Muito por isso, o blog reflete exatamente esse meu tempo reflexivo. Esse tempo criativo parado. Onde está meu melhor momento? 


Comente com o Facebook:

2 comentários:

  1. Entendo como é isso de ter tempo mas falta de vontade para fazer as coisas.
    Conhecer o clube do livro e com isso começar a conviver com novas pessoas me ajudaram bastante, até em grupo de atividades físicas como caminhadas e passeios ecológicos estou me aventurando.
    Parabéns pelo concurso Aline ouvi você comentar por alto, mais não sabia que era em outra cidade.
    O grupo de cartas (card games) que você falou é uma oportunidade de te ajudar assim como o clube do livro me ajudou.
    Continua seguindo seu caminho que voce se tornará uma pessoa ainda mais criativa e animada tanto quanto já era, já te considera muito criativa e divertida.

    ResponderExcluir
  2. Sempre bate aquele desânimo! No meu caso é quando eu planejo mil coisas e elas saem de uma maneira que eu não queria ou não imaginava. A saída é mesmo encontrar outras atividades que nos dê prazer, que nos faça bem e que desperte o que há de melhor em nós. Que bom que você está conseguindo ir por outros caminhos e desejo muito boa sorte nessa sua nova caminhada. :)

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© MEMÓRIAS LITERÁRIAS - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: SD DESIGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo