17/04/2016

Resenha | Uma Chama entre as Cinzas

Uma Chama entre as Cinzas 
  • Autor: Sabba Tahir
  • Editora: Verus
  • Páginas: 432
Laia é uma escrava. Elias é um soldado. Nenhum dos dois é livre. No Império Marcial, a resposta para o desacato é a morte. Aqueles que não dão o próprio sangue pelo imperador arriscam perder as pessoas que amam e tudo que lhes é mais caro. É neste mundo brutal que Laia vive com os avós e o irmão mais velho. Eles não desafiam o Império, pois já viram o que acontece com quem se atreve a isso. Mas, quando o irmão de Laia é preso acusado de traição, ela é forçada a tomar uma atitude. Em troca da ajuda de rebeldes que prometem resgatar seu irmão, ela vai arriscar a própria vida para agir como espiã dentro da academia militar do Império. Ali, Laia conhece Elias, o melhor soldado da academia — e, secretamente, o mais relutante. O que Elias mais quer é se libertar da tirania que vem sendo treinado para aplicar. Logo ele e Laia percebem que a vida de ambos está interligada — e que suas escolhas podem mudar para sempre o destino do próprio Império.

Ei gente! Recebi de surpresa esse livro da Editora Verus no final do ano passado. A capa e a sinopse rápida que li chamaram minha atenção, mas eu não estava dando tanto crédito assim ao livro. Afinal, expectativas são ótimas para estragar uma leitura que tinha tudo para ser maravilhosa. Então, deixei a poeira abaixar e resolvi colocá-lo em minha meta de leitura desse ano. Entre um livro de parceria e outro, resolvi pegá-lo e descobrir o que a narrativa trazia. E olha... que surpresa incrível pude ter ao longo de toda a leitura de Uma Chama entre as Cinzas - da Sabba Tahir.


O Império Marcial tomou o território erudita e se tornou uma grande tirania. Os habitantes que lá haviam, se tornaram escravos e os soldados do império tomaram conta das cidades. Laia vive a mercê dessa sociedade, até que seu irmão é preso acusado de realizar atividades com os rebeldes eruditas. Depois desse acontecimento, a jovem não vê outra saída a não ser se juntar aos rebeldes e partir em uma missão - como escrava de uma terrível capitã - para salvar seu irmão. Em contrapartida, Elias é um soldado do império com um futuro brilhante. Tirando o fato de que quer desertar do serviço e fugir das crueldades impostas ao regime que faz parte. Os caminhos tão divergentes se cruzam e é a partir dele que vamos descobrindo mais e mais a respeito desse universo.

Nossa. Como me conectei com os personagens desse livro. Isso para mim - além da narrativa, da história e da criatividade do autor - é de suma importância para eu me apaixonar por um livro. É claro que o universo criado pela autora é maravilhoso, mas Laia, Elias e tantos outros personagens secundários foram o que me deram essa sensação de livro favorito. Laia inicia o livro muito apagada e até mesmo infantil. Sua criação a levou a ter essa personalidade mais fraca. Mas, quando tudo muda e a protagonista vê que somente ela pode salvar a vida de uma pessoa que ama, ela só cresce. Amadurecimento de sobra é o que temos nesse livro.

Acontece basicamente o mesmo a Elias. Sua condição de vida é completamente oposta a Laia, mas ele não se encaixa de forma alguma na crueldade que seu império o faz realizar. Ele quer ir contra tudo e todos, enfrentando as consequências de seus atos - se necessário. Ele se transforma um pouco menos que Laia, mas é notável o quão versátil ele é. De uma personalidade mais dura, vimos ao longo da leitura como ele pode se modificar e melhorar o que é. 

O universo criado pela autora une um pouco de vários elementos já criados em outros livros. Apesar disso, ela tem uma singularidade que me fez querer ler sem parar. Sua narrativa é envolvente e quando vi, já estava ao final do livro me perguntando "Onde está o próximo? Sério, preciso do próximo". As caracterizações de ambientes e personagens secundários não ficam devendo. Além do universo medieval encontrado, existem elementos fantásticos que ela trabalha em doses homeopáticas para que o leitor compreenda. Aquilo tudo é novo para nós e para os personagens.

A narrativa é feita em primeira pessoa, intercalando capítulos entre Elias e Laia. Universos diferentes, com encontros entre eles. Vivemos um pouquinho de cada mundo em cada capítulo. Eu realmente fui transportada para todos os momentos mais tensos, mais cruéis e - porquê não - os mais bonitos em meio ao caos. Acredito mesmo que todos os leitores que gostam de uma boa fantasia precisam ler esse livro. E estou aqui implorando para que a continuação saia o mais rápido possível. Um livro desse merece ser conhecido por mais pessoas.

Comente com o Facebook:

8 comentários:

  1. Olá...
    Que resenha sensacional... Amo livros que tratam do universo medieval, e o fato de que a narrativa do livro é intercalada entre Elias e Laia também me chama bastante a atenção. Estou doida para conhecer um pouco mais das aventuras desses personagens...
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Maravilhosa resenha.
    O livro parece ter uma premissa muito boa, gostei bastante das personalidades descritas sobre os personagens, os dois assim como os secundários parece ser muito fortes, gostei bastante do tema descrito e vou com certeza da uma conferida nessa obra.
    Bom Dia.

    ResponderExcluir
  3. Quero muito ler, como já tinha te falado. Ainda mais agora com o seu aval. :-)
    André Gama, do Garotos Perdidos

    ResponderExcluir
  4. Quero muito ler, como já tinha te falado. Ainda mais agora com o seu aval. :-)
    André Gama, do Garotos Perdidos

    ResponderExcluir
  5. Oiiiii...
    Amooooo de paixão fantasia...gente me interessei demais pelo livro....sinto cheiro de romance...kkkk...bom pelo jeito que falou a narrativa e muito boa...e o que me anima e que o livro e grandinho...ou seja...muita historia para contar....e a capa e magnifica....louca pra ler....otima resenha....bjssss...

    ResponderExcluir
  6. Ooi!
    Quando esse livro lançou eu fiquei louca pra ler o mais engraçado é que essa é a primeira resenha que leio e fiquei ainda mais louca pra lê-lo, o livro parece ser realmente bom e adoro livros com narrativas diferentes abrange bem mais os pensamentos dos personagens.

    Lendocomela.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Achei a sinopse do livro bem interessante. E pelo que você falou na resenha o livro parece ser realmente muito bom, e fiquei com bastante vontade de ler. Pretendo ler com certeza assim que puder.

    Abraços :)

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© MEMÓRIAS LITERÁRIAS - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: SD DESIGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo