27/04/2016

Resenha | Intenso Demais

Intenso Demais 
  • Autor: S. C. Stephens
  • Editora: Valentina
  • Páginas: 464
Há quase dois anos, o namorado de Kiera, Denny, é tudo que ela sempre quis; apaixonado, carinhoso e totalmente dedicado. Quando os dois se mudam para outra cidade a fim de começar uma nova vida, Denny no emprego de seus sonhos, Kiera numa conceituada universidade, tudo parece perfeito. Mas então, um imprevisto separa o feliz casal. Sentindo-se sozinha, confusa e carente, Kiera se aproxima de Kellan Kyle, o sexy e sedutor vocalista de uma banda de rock. No começo, ele é apenas um amigo em cujo ombro ela pode chorar suas mágoas, mas, à medida que sua solidão aumenta, o relacionamento ganha força. Até que, uma noite, tudo muda... e nenhum deles jamais será o mesmo.

Resenha feita pela colaboradora Laiara Dias

Oi gente! Vocês não me conhecem, mas sou a Laiara e fui convidada pela Aline pra resenhar Intenso Demais. Logo de cara já fui avisada que se tratava de uma história a sobre traição, e a sinopse prometia um triângulo amoroso cheio de emoção e muito envolvente. Bem, digamos que não é bem assim.



A história começa quando Kiera e seu namorado Denny se mudam para o outro lado do país, por causa de um estágio que é uma tremenda oportunidade profissional pra ele. A essa altura, faltam dois anos para Kiera terminar a faculdade, e segundo ela, seria impossível passar esse tempo num relacionamento a distância, então ela dá um jeito de conseguir uma bolsa de estudos e pede transferência para a universidade na mesma cidade em que Denny vai trabalhar. Como grana de jovem é curta, eles vão morar em um quarto alugado na casa de Kellan, o vocalista de uma banda de rock que é um antigo amigo de Denny.

É aí que as coisas já começam a desandar. O aceitável, em se tratando de uma história em que o casal principal (que vai perdurar por mais dois livros, já que essa é uma trilogia) começa a se relacionar a partir de uma traição, é que as coisas evoluam de uma forma inesperada e circunstancial, e não é isso que acontece.



O livro é narrado em primeira pessoa, a partir do ponto de vista da Kiera, e desde o primeiro instante em que ela coloca os olhos em Kellan ela fica literalmente babando por ele. Ao contrário do que somos levados a pensar ao ler a sinopse, não começa uma amizade inocente, pois a todo instante a Kiera faz questão de salientar pra si mesma o quanto o tal vocalista é “sexy demais”.

Em nenhum momento me senti levada a simpatizar com a protagonista, que a cada capítulo se mostra uma menina mimada, indecisa, mimizenta e que usa o namorado como mera muleta emocional. No momento que Denny precisa se afastar dela por um breve tempo, ela basicamente engata uma amizade colorida com Kellan, e a gente já imagina onde isso vai dar. Durante toda a narrativa Kiera se comporta como uma garotinha que não consegue escolher entre duas sobremesas, dizendo o tempo todo que ama o namorado, mas assumidamente se jogando nos braços do “amante” a cada oportunidade.



A plot é boa, mas é muito difícil de engolir o casal por causa da Kiera, que é incapaz de tomar uma decisão sensata sequer. Por outro lado, consegui comprar a história do Kellan, e pra mim, é ele quem salva a história, enquanto o pobre do Denny fica pra escanteio. No fim de tudo a história é legal, no entanto senti o tempo todo que estava sendo contada pelo personagem errado. Fora isso, a escrita da autora é bem construída, apesar de alguns tropeços quanto ao caráter “musical” da história, e de em alguns momentos ser pesada pelo excesso de descrição.

Um ponto positivo são os diálogos entre Kellan e Kiera, que têm sempre uma pitada de sarcasmo, humor e sensualidade no ponto, mas graças ao Kellan somente, que apesar de ser um galinha, é capaz de ganhar o coração do leitor. Pra mim está longe de ser uma leitura imperdível, mas se você estiver com tempo sobrando, ou sem nada pra ler na estante, talvez valha a pena dar uma chance.


Sou baiana, criada no Mato Grosso, casada com um mineiro e cai de páraquedas nas terras capixabas. Viciada em Youtube e Netflix, chocólatra assumida, devoradora de chick-lits. Amo um bom romance açucarado e não resisto a um toque de pimenta na literatura, nem a uma colher de farinha no prato. Choro a toa, rio alto, e não consigo decidir entre ser ogra ou princesa! Muito prazer, essa sou eu!

Comente com o Facebook:

8 comentários:

  1. Oi Aline...

    Quando li esse livro, ainda não tinha aversão por triângulos amorosos, hoje vejo o quão ruim essa leitura foi, para mim traição é traição e isso não tem perdão.
    Kiera é horrível como personagem principal, quem ama não faz o que ela fez, o que salvou a estoria foi o Kellan.
    não continue a ler a trilogia, tinha ´parado na metade do segundo livro.
    Boa tarde.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Toca aqui, que pra mim o que salvou foi o Kellan... mas a Kiera, não dava pra engolir rsrs

      Excluir
  2. Oiiiii.....
    Bom primeiramente gostei muito da sua resenha......o livro nao parece la essas coisas....nossa e nem li e ja dwtesto a protagonista...nao gosto muito livros eroticos e detesto traiçao....entao nao pretendo ler...entao e isso....bjsss...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou da resenha Karol...
      Huuahauha, acho que vou fazer o mundo odiar a Kiera.
      Não sei se esse se encaixa em livro erótico, creio que seja mais YA, as partes "picantes" se resumem às escapadas da Kiera....

      Excluir
  3. Olá...
    Gostei bastante da resenha... Mas confesso que não é um livro que leria... Pelo menos não no momento... Não curto livros do gênero erótico e o fato de Kiera ser uma garota mimada que não é capaz de fazer uma escolha sequer sozinha e a trama rolar em volta da traição dela, não faz com que a leitura me atraia.
    Beijinhos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que consegui passar bem a minha ideia do livro... E bem, acredito que tem gente que se identificaria com a leitura, até porque o livro é bem avaliado até... Mas é bom não ser enganado ao começar a leitura né... Fico feliz que tenha gostado da resenha ;)

      Excluir
  4. Ooi!
    Acho que já vi/ouvi falar desse livro por ai e até que ele tinha me chamado a atenção mas essa sua descrição da protagonista me fez ficar com um pé atrás pra ler, odeio ler livros com personagens do tipo, da vontade de entrar no livro e dar uns tapas na cara do personagem kkjkjj enfim, tirando isso acho que conseguiria ler, mais um pra lista? Talvez.

    Lendocomela.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Já não gosto desse gênero, e pela sua resenha vi que realmente não iria gostar de ler o livro, por que não é legal quando a protagonista não encanta.

    Abraços :)

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© MEMÓRIAS LITERÁRIAS - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: SD DESIGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo