25/01/2016

Resenha | Auggie e Eu

Auggie e Eu 
  • Autor: R. J. Palacio
  • Editora: Intrínseca
  • Páginas: 326
A história de Auggie Pullman, o menino de aparência incomum que tem encantado milhares de leitores desde o lançamento do romance Extraordinário, em 2013, ganha agora novas perspectivas: Julian, Christopher e Charlotte, personagens da vida de Auggie, narram nos três contos reunidos no livro Auggie e eu seus encontros e desencontros com o amigo extraordinário. O capítulo do Julian dá voz a um personagem controverso: o menino que liderava o bullying contra Auggie na escola. Enfim temos a oportunidade de entender o que o levou a agir dessa forma e o que Julian pensa das próprias ações. Em Plutão, o narrador é Christopher, o primeiro amigo de Auggie. Os dois meninos compartilham lembranças da infância e, apesar de terem se distanciado, aprendem que boas amizades sempre valerão um esforcinho a mais. Shingaling mostra Auggie pelos olhos de Charlotte, a única menina entre as três crianças escolhidas para apresentar a Auggie sua nova escola. Com ela entramos no universo das garotas e vemos como a chegada de Auggie afetou as relações entre elas. Para quem sente saudades do menino cativante de feições e personalidade extraordinárias e tem curiosidade em saber mais sobre sua história, Auggie e eu é um verdadeiro presente.

Ei gente! Quando soube que sairiam contos relacionados ao livro Extraordinário e - que ainda por cima - seriam publicados em formato físico, fiquei mais que feliz. Extraordinário foi uma leitura que me marcou muito e poder entrar em contato novamente com aquele universo me traria uma experiência ainda melhor. Em Auggie e Eu - da R. J. Palacio publicado pela Editora Intrínseca - não temos os holofotes voltados para Auggie, mas sim em alguns de seus colegas que tiveram contato com o menino e que não tiveram tanto espaço no livro central. Achei a proposta mais que acertada. 


Julian, Charlotte e Christopher tiveram suas vidas cruzadas com Auggie e esse encontro mudou um pouco da vida de cada um de variadas formas. Apesar disso, existe muitos fatos além daqueles em que fomos apresentados por Auggie e agora temos a oportunidade de conhecer um pouco mais da vida de cada uma dessas crianças: suas escolhas, seus medos e suas vitórias. E como pontos de vista podem mudar de acordo com o que somos apresentados.

A ideia da autora era exatamente mostrar um pouco mais sobre os personagens que foram pouco aprofundados em Extraordinários. Auggie agora é um personagem secundário e os leitores podem ter a oportunidade de saber um pouco mais sobre os outros. Achei isso muito louvável, já que assim daria para compreender o universo mais amplo que Extraordinário já me apresentou. O livro é formado por três contos e sua diagramação é lindíssima entre as divisões de cada um. 

O primeiro conto é chamado de O Capítulo de Julian e de cara temos a profundidade do garoto que praticava bullying com Auggie no livro anterior. Muitos leitores ficaram com raiva desse personagem - até mesmo eu em certos momentos - e é aqui que entra a ideia da autora de mostrar o outro lado. Veja bem, o conto não tem objetivo de tomar partidos ou defesas, mas sim de apresentar a experiência de um menino frente a algo desconhecido por ele e como fatos do passado o moldaram. Achei de uma veracidade e sutileza o que li e esse foi o melhor conto na minha opinião.

Plutão mostra um pouco da vida de Christopher, primeiro amigo de Auggie e aquele com que o menino contava até entrar na escola. Esse conto é como se fosse uma viagem ao tempo, mostrando como ambos meninos mais jovens se relacionavam e como isso veio ter consequências no presente, principalmente de Christopher. Assim como os outros cercados por Auggie, ele também vive momentos de dúvidas e escolhas com relação ao amigo e aos outros. Achei essa nostalgia muito bacana para mostrar ao leitor opiniões passadas.

Já Charlotte é protagonista do último e maior conto, Shingaling - que tem o porquê de ter esse nome. Sendo a única menina, gostei particularmente de seu ponto de vista, de como sua vida era na escola e com suas amigas. Todo o universo das amigas acaba sendo afetado com a chegada de Auggie e como Charlotte lida com isso. O toque das aulas de dança e de como isso era importante para Charlotte foram o ponto alto do conto para mim. 

Quem gostou de Extraordinário com certeza precisa ler Auggie e Eu. É ainda mais bacana ler algo sobre vidas tão comuns, mas que ao mesmo tempo dão toques de confiança para todos nós. Não foi somente Auggie que me encantou. Todos eles são responsáveis pelo sucesso da narrativa de R.J. Palacio e pela conquista ainda mais firme de ter mais e mais pessoas tocadas.

Comente com o Facebook:

7 comentários:

  1. Oi, Aline. Extraordinário é um dos meus livros favoritos da vida e a R. J. Palacio acertou em cheio montando um especial de 3 contos adicionais para um livor perfeito. Eu me encantei com as histórias de Auggie&Eu e a autora soube lidar muito bem com os problemas de cada um e a relação dos mesmos om o Auggie.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Aline. Eu estou querendo ler esse livro sem saber de nada do mesmo, mas pesquei algumas informações importantes em sua resenha. Eu não me encantei tanto assim como todas as outras pessoas com Extraordinário, mas rendeu 4 estrelas. Estou pensando seriamente em ler Auggie&Eu ou não, pois a autora pode simplesmente “desidentificar” a personalidade dos personagens dos contos com explicações próprias e pessoais.

    ResponderExcluir
  3. Nunca li Extraordinário, acredita? Tenho uma enorme vontade de lê-lo, e essa resenha com os contos e adicionais à outros personagens me deu um ânimo ainda maior para a leitura. Todos me recomendam e falam que vou gostar bastante da leitura, mas estou esperando o momento certo ainda. Adorei a resenha!

    ResponderExcluir
  4. O Extraordinário é um dos meus livros favoritos, a história é linda e muito encantadora ♥ Adoraria poder ler esses contos e saber o ponto de vistas de outros personagens. O que mais me interessa é o do Julian. Abraços, amei a resenha.

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Gostei muito da resenha!
    Li Extraordinário e se tornou um dos meus livros favoritos.
    Quero muito ler Auggie e eu e depois de ler sua resenha fiquei ainda mais animada pela leitura. Achei bem legal, o livro mostrar os pontos de vistas de outros personagens que não conhecemos tão bem no primeiro livro.

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Estou com Extraordinário já li algumas resenhas do livro e vi que era uma historia linda e emocionante e gostei de saber que tem um livro de contos com os personagens de Extraordinário assim que ler o livro quero dar uma olhada nesse para conhecer melhor esses personagens !!

    ResponderExcluir
  7. Ainda não li Extraordinário, mas gosto muito de ver o lado dos personagens secundários, ainda mais quando são interessantes. Muito legal a proposta da autora ainda mais mostrando até o lado do menino que praticava bullying.

    :*

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© MEMÓRIAS LITERÁRIAS - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: SD DESIGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo