13/12/2015

Resenha | Príncipe Lestat

Príncipe Lestat 
  • Autor: Anne Rice 
  • Editora: Rocco 
  • Páginas: 528 


A autora do clássico Entrevista com o vampiro volta ao universo que a consagrou. Príncipe Lestat traz de volta o mundo belo e assustador das Crônicas Vampirescas e personagens que se tornaram eternos na imaginação e no coração dos leitores, entre eles Louis de Pointe du Lac e o eternamente jovem Armand, além de novas e sedutoras criaturas sobrenaturais. Pairando sobre todos, o desaparecido herói-andarilho, o perigoso e rebelde fora da lei – a esperança dos Mortos-Vivos – Príncipe Lestat. Neste romance inédito, ansiosamente aguardado por milhares de fãs da autora, o mundo dos vampiros está em crise; por todo o globo, eles têm sido queimados, e grandes massacres ocorrem, ordenados por uma voz misteriosa. Cabe a Lestat e seu séquito de bebedores de sangue desvendar os segredos sobre o que essa voz quer, e por quê, nesta trama ambiciosa, devastadora e luxuriante.


Resenha feita pela colaboradora Luíza Thereza

Depois de anos longe de seus personagens mais famosos, a diva vampiresca Anne Rice volta com tudo com Príncipe Lestat. Neste lançamento fresquinho da Editora Rocco, o mundo dos vampiros sofre um novo golpe: as queimadas voltaram a acontecer nos covis vampíricos de todo o mundo, destruindo inúmeros jovens vampiros e até vampiros mais antigos. Não se sabe exatamente quem provoca tais queimadas, mas sussurros vampíricos falam sobre uma misteriosa Voz que impele aqueles que possuem o Dom do Fogo a cometer tais atrocidades contra sua própria espécie. 


Ao contrário das outras crônicas, vários vampiros dividem a narração, e não falo somente daqueles que conhecemos nas crônicas anteriores. Louis, Marius, Armand, e claro, Lestat, dividem a narração com outros vampiros (novatos, centenários e milenares) e até mesmo com mortais. 

Eu costumava falar que, apesar de ter uma timeline bem demarcada, as crônicas vampirescas podiam ser lidas de maneira independente uma da outra. Bem, isso ainda é possível em Príncipe Lestat, no entanto, boa parte da graça seria perdido. Conhecer as personalidades e as histórias de David Talbot, de​ Marius​, de Pandora e, claro,​ de Lestat, tornam a experiência de ler este livro muito mais rica e prazerosa. Além disso, é preciso ler alguns livros anteriores (principalmente O Vampiro Lestat e A rainha dos Condenados) para se ter alguma ideia do que fez o mundo vampírico chegar onde chegou. 

Gostei imensamente da maneira como a autora expandiu o mundo que ela criou sem interferir nas histórias existentes, e gostei ainda mais de perceber que alguns personagens amadureceram ao longo das crônicas. Um ponto (talvez) negativo, é que percebi  que Príncipe Lestat tem um quê de finalização não apenas de um ciclo, mas de toda uma jornada. Sabe quando você sente que está se despedindo de algo que adora? Então, a sensação foi exatamente essa. 

Sou fã de carteirinha das Crônicas Vampirescas desde que consigo me entender por gente e não me decepcionei com este volume. 


Meu nome é Luíza, sou capixaba, capricorniana, escritora amadora, Bacharel em Administração e apaixonadíssima pela literatura. Tenho amor absoluto pela prosa e um verdadeiro tombo pelas histórias que foram capazes de sobreviver ao tempo (só de pensar em estar lendo histórias que inspiraram Alexandre Dumas, George R. R. Martin e tantos outros autores maravilhosos eu chego a ficar com os olhos úmidos de emoção), mas leio desde best-sellers até livros mais desconhecidos, de autoajuda e desenvolvimento pessoal até a mais fantasiosa e bizarra das histórias.

Comente com o Facebook:

12 comentários:

  1. Oi, Luíza. Eu não gosto de ler histórias vampirescas, estou supersaturado. Mas, a Anne Rice é uma autora tão elogiada e a forma como você falou sobre Príncipe Lestat me chamou a atenção, a narrativa ágil da autora, a expansão dos limites vampirescos e os muitos personagens me conquistam. Confesso que como estou cheio desta história, demarcarei esta leitura para o próximo ano.

    ResponderExcluir
  2. Luíza, não sou uma grande fã de vampiros e devido a isso ainda não li essas grandes obras de Anne Rice.
    Gostei de sua resenha e de como você foi mais uma vez cativada pela autora com as Crônicas Vampirescas. A estória parece ser impactante, principalmente por mostrar esses acontecimentos com os vampiros, e apesar de eu não ter interesse em lê-lo, fiquei tentada em descobrir o desfecho de tudo.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Ainda não li nem um livro da autora Anne Rice, mas como adoro histórias relacionadas a vampiros já me interessei por esse livro, lendo um pouco mais sobre a história fiquei super curiosa, e pretendo ler esse livro em breve.

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Até o momento li poucos livros sobrenaturais e também não li nenhum livro da Anne Rice.
    Porém quero ler mais livros desse gênero, esse pareceu ser um ótimo livro. Fiquei curiosa para saber mais sobre os vampiros mencionados na resenha e sobre a história do livro.

    ResponderExcluir
  5. Oi Luiza :)
    Ainda não li nada da Anne Rice embora não faltem elogios. Pela sua resenha você já leu vários dela então por qual recomendaria começar? Conheço de nome apenas Entrevista Com o Vampiro.
    Como você disse que a graça seria perdida lendo esse direto acho que vou guardar esse pro futuro e começar por algum dos outros.

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Patricia!
      Entrevista com Vampiro é um excelente livro para começar! Ainda mais por que ele é o primeiro da série. rsrsrs
      Louis e um pouco monótono em sua narrativa, então se vc preferir alguma coisa mais dinâmica, acho que dá para começar com O Vampiro Lestat sem problemas. :)

      Excluir
  6. Oiii..
    bom so conheço o Lestart pelo filme A rainha dos condenados que eu adorei o filme...lestart me cativou com seu temperamento um tanto estranho....nao sei se o filme e a copia fiel do livros mas amei o filme....quero muito começar a ler os livros...otima resenha...bjs...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem, as adaptações não caíram muito nas graças dos fãs da série. Há várias coisas que devem ser encaradas com cuidado, mas quanto ao Lestat de A Rainha dos Condenados, eu, particularmente, o adoro. O Stuart Townsend pegou o espírito do personagem muito mais que Tom Cruise em Entrevista com vampiro. :3

      Excluir
  7. Nunca li nenhum livro da autora acredita? Nem filme baseado na historia nada. Mas acho que leria esse livro sem problema, a historia parece ser boa.

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Vejo as pessoas falarem muito dessa serie da Anne Rice mais nunca li, tenho muita curiosidade sobre esse mundo de vampiros criado e pretendo ler a serie, obrigada pela dica das ordens dos livro !!

    ResponderExcluir
  9. Vampiros são com certeza meus seres sobrenaturais favoritos. E Anne Rice obviamente consegue personificá-los como ninguém. Assim como tu também sou fã das Crônicas Vampirescas, gosto da maneira como a autora intercala pontos de vista em seus livros e como constrói um universo totalmente diferenciado. Não acredito que seja o fim, ou melhor, não posso aceitar isso ainda! hahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu asi. Também não quero acreditar que seja. ^^

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© MEMÓRIAS LITERÁRIAS - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: SD DESIGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo