28/11/2015

Resenha | A Mágica da Arrumação

A Mágica da Arrumação
  • Autor: Marie Kondo
  • Editora: Sextante 
  • Páginas: 160
A mágica da arrumação se tornou um fenômeno mundial por apresentar uma abordagem inovadora para acabar de vez com a bagunça. Aos 30 anos, a japonesa Marie Kondo virou celebridade internacional, uma espécie de guru quando o assunto é organização. Seu método é simples, porém transformador. Em vez de basear-se em critérios vagos, como “jogue fora tudo o que você não usa há um ano”, ele é fundamentado no sentimento da pessoa por cada objeto que possui. O ponto principal da técnica é o descarte. Para decidir o que manter e o que jogar fora, você deve segurar os itens um a um e perguntar a si mesmo: “Isso me traz alegria?” Você só deve continuar com algo se a resposta for “sim”. Pode soar estranho no começo, mas, acredite, é libertador. Você vai descobrir que grande parte da bagunça em sua casa é composta por coisas dispensáveis. Prático e eficiente, este método não vai transformar apenas sua casa – ele vai mudar você. Rodeado apenas do que ama, você se tornará mais feliz e motivado a criar o estilo de vida com que sempre sonhou.

Resenha feita pela colaboradora Pâmela Fardin

Conheci a proposta do livro A mágica da arrumação em um grupo no Facebook que se trata de moda minimalista, onde as pessoas compartilham ideias para se fazer muito com pouco, mostrando que não se precisa de um guarda-roupa enorme se você não sabe de metade das coisas que guarda lá dentro. Com isso, fiquei sabendo do método KonMari, criado pela japonesa Marie Kondo, que traz uma opção diferente de organização. Sendo assim, o livro A mágica da arrumação mostra as regras e preceitos a se seguir dentro desse método.


Marie relata que desde pequena, sempre se interessou por revistas femininas, que sempre são cheias de dicas e truques sobre como lidar com a casa. Nisso, aos 15 anos, começou a desenvolver táticas de organização  e hoje, com a popularização do seu método  (principalmente no Japão mas também no resto do mundo), ganha a vida com isso, dando consultorias pessoais e palestras.

Ela parte do ponto de que todos são capazes de uma organização plena, mas que só depende de cada um. Pode parecer bobeira, mas segundo ela “uma reformulação drástica na casa provoca mudanças igualmente drásticas em seu estilo de vida”:

“As pessoas não conseguem [...] não por incapacidade, e sim pela falta de conscientização e de  habilidade para organizar com eficiência. Em outras palavras: a raiz do problema está na sua mente. O sucesso depende 90% da sua forma de pensar.”

Com títulos de capítulos que chamam a atenção, Marie Kondo desenvolve sua teoria de forma que prende o leitor. Na minha opinião, acho seu método extremamente válido e concordo totalmente que um novo ponto de vista dentro de casa, melhore muito a estima da pessoa. Acho que principalmente a escolha de querer mudar alguma coisa em sua vida já conta como um princípio, pois não adianta nada saber que se deve mudar se não há o querer unido a isso.

Fiquei muito disposta a tentar as práticas, mesmo que seja um desafio, com algumas propostas até bem radicais (principalmente jogar coisas fora. Sou meio contra, pois prefiro doar algo que não uso mais. Caso não consiga doar, o objeto acaba ficando guardando dentro de casa da mesma forma, ou seja, o ciclo volta à estação zero). É  um livro que contribui sim para uma nova visão do cotidiano e que pode ajudar muito na rotina, de acordo com a avaliação pessoal, já que vale para cada um de uma maneira diferente. Foi um leitura interessante, que é recomendada à todo mundo que quer se livrar das bagunça de dentro de casa, mas não sabe por onde começar!



Pâmela, capixaba, 22 anos e Estudante de Psicologia. Bookholic, apaixonada por músicas lindas. Maratonista de seriados de carteirinha, companion perdida do Doctor e seguidora de Sherlock Holmes, Patrick Jane e Cal Lightman. Pensa em um dia conhecer o Reino Unido e é fã de uns caras conspiradores que tocam em uma banda chamada Muse.

Comente com o Facebook:

3 comentários:

  1. Oi, Pâmela! A Mágica da Arrumação se torna uma autoajuda bem benéfica para leitura, pois além de não ser mais do mesmo, nos traz boas propostas. Fico feliz que a leitura tenha te agradado e que a autora conseguiu passar tudo para seus leitores de uma boa forma e, principalmente, de uma forma válida.

    ResponderExcluir
  2. oiii..
    nossa muito interessante...e incrivel que com coisas simplis faça uma grande diferença....e que a nossa mente e praticamente a grande culpada por nao nos concientizarmos....muito legal japa...kkkk...otima dica....bjsss...

    ResponderExcluir
  3. Já vi muito esse livro e não sabia do que se tratava, achei muito interessante. Vou procurar esse livro e tentar usar algumas dicas, hoje mesmo estava falando do fly lady.

    Também não gosto de jogar nada fora, acho muito desperdício, se não serve pra mim pode servir pra outra pessoa.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© MEMÓRIAS LITERÁRIAS - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: SD DESIGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo