26/09/2015

Resenha | Surpreendente!

Surpreendente!
  • Autor: Maurício Gomyde 
  • Editora: Intrínseca 
  • Páginas: 272 

Pedro Diniz tem um desafio e um problema pela frente. O desafio: filmar um roteiro magnífico capaz de surpreender o público e conquistar o maior prêmio do cinema brasileiro. O problema: não ter ideia de como fazer isso. Aos 25 anos, recém-formado, Pedro está convencido de que é um sujeito muito especial, que tem a missão de usar o cinema como instrumento para melhorar o mundo. Diagnosticado na adolescência com uma doença degenerativa que o condenaria à cegueira, ele contraria a lógica da medicina quando a perda de sua visão estaciona de forma inexplicável. Enquanto comanda o último cineclube de São Paulo e trabalha em uma videolocadora da periferia, Pedro planeja seu próximo filme, a obra que vai consagrá-lo. E, para animar as coisas, conhece a intrigante Cristal, uma ruivinha decidida, garçonete e estudante de física nuclear, que mexe com seu coração. A perspectiva idealista de Pedro, porém, sofre sérios abalos. Atormentado por um segredo, ele parte com os amigos Fit, Mayla e Cristal numa longa viagem até Pirenópolis, em Goiás, a bordo de um Opala envenenado. Com câmeras nas mãos e espírito de aventura, a equipe técnica improvisada está disposta a usar toda a sua criatividade na filmagem feita na estrada ao sabor de encontros inesperados e de sentimentos imprevisíveis. E o jovem cineasta descobre que, quando o destino foge do script, nada supera o apoio de grandes amigos.



Oi gente! Eu como leitora, sinto um orgulho muito grande quando conheço o trabalho de um autor nacional e me apaixono por suas histórias. Principalmente quando elas nos pegam de jeito, nos dão uma chacoalhada e nos mostram várias lições de vida. Pude ter essas boas surpresas lendo dois trabalhos do Maurício Gomyde - antes com A máquina de contar histórias e agora com Surpreendente! - que conseguiu me fisgar ainda mais que o anterior. Sem trocadilhos, Surpreendente! - publicado pela Intrínseca - é literalmente o que seu título diz em letras garrafais.


Pedro é um rapaz sonhador. Pretende ser cineasta e fazer com que todo o mundo - ou pelo menos algumas pessoas - conheçam o cinema felicidade, que se consiste em uma gama de títulos de filmes que marcaram sua vida e a história do cinema. Diagnosticado com uma doença degenerativa que o poderia levar a perda da visão, ele vai contra todos os estudos científicos e sua doença estaciona. Mesmo com todos os poréns, Pedro almeja ganhar um grande prêmio nacional da indústria cinematográfica - assim como conquistar a jovem Cristal. Ele só não sabia que no decorrer de sua caminhada muitas surpresas que ele nem imaginava poderiam aparecer.

Sabe aquelas histórias em que você lê e pensa que poderiam realmente acontecer? Com seu parente, seu vizinho. Um morador do seu bairro. Foi exatamente assim que me senti lendo a história de Pedro e seus amigos. Existem livros em que você o lê por inteiro para - às vezes - se encontrar em uma ou duas cenas. Em Surpreendente! eu me encontrei em cada capítulo. Em cada sentimento que Pedro e seus amigos transmitiam ao leitor. Eu estava ali, a quinta integrante do Diabo Loiro - quem leu vai saber a referência! - cantando a maior canção de todos os tempos e filmando cada cena junto com todos.

Achei que a escrita do Maurício cresceu muito do primeiro livro que li dele para esse. Senti mais fluidez e dinâmica. Os capítulos foram divididos na medida certa para que a leitura acontecesse de uma forma leve, com momentos de descrição e diálogos na medida. O enredo é feito em terceira pessoa, tendo o foco em Pedro. Achei muito pertinente essa escolha, uma vez que mesmo tendo o Pedro como centro, dá para notar as peculiaridades de todas as personagens secundárias. 

Surpreendente! é um livro de superação de limites, de amor, de família e principalmente de amizade. Ninguém no mundo consegue algo sozinho, sem ajuda de um amigo - seja ele alguém de sua família ou alguém que você conquistou durante a vida. E foi essa a maior lição que eu tirei. Acho que todos nós - assim como Pedro, Cristal, Fit e Mayla - deveríamos fazer uma roadtrip para aprendermos um pouco mais sobre os outros e principalmente nós mesmos. Esse elemento colocado pelo Maurício abrilhantou com chave de ouro a minha leitura. A descoberta do que somos, do que queremos, do que é mais importante.

Não vou negar que me surpreendi - não tem como não usar essa palavra - e muito do meio para o final da trama. Existem alguns cliffhangers que me deixaram besta e que eu não quero comentar muito para não estragar a surpresa. Posso dizer que, além do entretenimento que a leitura me trouxe, eu pude aprender muito. Pedro ficaria feliz em saber que já anotei diversas de suas indicações de filmes para eu assistir em algum momento da minha vida. Não só dos filmes, mas do conceito cinema felicidade. E do lado mais que humano que todas as personagens passaram para mim. Me senti Feliz!, Incrível! e claro, Surpreendente!


Comente com o Facebook:

5 comentários:

  1. Aline!
    Li todos os livros do Maurício e sou bem fã dele.
    Falta ler esse e estou interessadíssima por saber o que vem.
    cliffhangers? Fiquei só imaginando que situações podem ser...
    “A vida é a arte do encontro, embora haja tanto desencontro pela vida.”(Vinicius de Moraes)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  2. Eu já tinha visto esse livro, mas ainda não tinha lido nenhuma resenha dele. Vendo sua resenha, pude perceber que o livro é bem tocante. O que eu mais gostei do livro, além da história em si, que é incrível, foi o personagem. O personagem, pelo o que eu pude perceber, tem muita garra e perseverança, coisa que eu amo em personagens. Adorei a resenha!

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Gostei muito da sua resenha.
    Ainda não li nenhum livro do autor, mas com certeza em breve lerei esse.
    A história pareceu bem verdadeira e escrita com profundidade.
    Fiquei curiosa para saber mais sobre o Pedro e sua turma.
    Gosto de livro que tratem de superação, lições de vida.

    ResponderExcluir
  4. Oi, Aline. Livros de superação não são o meu forte literário, mas confesso que abri uma grande brecha para, futuramente, aproveitar esta maravilhosa leitura nacional. Estou encantado com este livro desde seu lançamento, e não podia comprá-lo antes de ver uma opinião formada de algum leitor, então veio o que eu esperava, um livro surpreendente.

    ResponderExcluir
  5. Depois de ler essa resenha, estaria mentindo se não desejasse ler essa obra de Maurício Gomyde. Ainda não li nada do autor, mas sempre vejo resenhas tecendo elogios a sua escrita.
    Por sua resenha pude constatar que é realmente Surpreendente! É um livro que trata de um assunto não muito abordado em nosso país, mas que encanta à qualquer leitor. Um enredo cheio de emoções e que nos mostra a superação.
    Fiquei muito curiosa para conhecer um pouco mais sobre Pedro, e já adicionei em minhas próximas leituras.
    Abçs!!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© MEMÓRIAS LITERÁRIAS - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: SD DESIGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo