10/04/2015

Resenha | Entrevista com o Vampiro - A História de Cláudia

Entrevista com o Vampiro - A História de Cláudia
  • Autor: Ashley Marie Witter/Anne Rice
  • Editora: Rocco
  • Páginas: 224
Esta não é simplesmente uma adaptação para os quadrinhos de Entrevista com o Vampiro, best-seller de Anne Rice que virou filme em 1994. Meticulosamente ilustrado por Ashley Marie Witter, a versão em graphic novel do livro de estreia da rainha dos vampiros reconta a história sob um ponto de vista inédito: o da vampira criança Cláudia, a imortal de 6 anos de idade, órfã e assassina, vítima e monstro, representada por Kirsten Dunst na versão cinematográfica. As ilustrações em tons de sépia retratam fielmente os personagens andróginos de Rice e ainda reforçam o clima sensual e sombrio da obra original, renovando e enriquecendo a narrativa.

Ei gente! Que a autora Anne Rice é super aclamada e que possui uma legião de fãs ao redor do mundo pelo seu trabalho, não é novidade. A novidade é que eu nunca li nada da autora - por favor, sem bullying ou julgamentos. Isso ocorreu exatamente pela falta de oportunidade. Então, quando a Editora Rocco resolveu lançar esse lindo Graphic Novel do livro Entrevista com o Vampiro pelo ponto de vista da Cláudia - adaptado e ilustrado pela Ashley Marie Witter - eu quis muito lê-lo para conhecer um pouco dessa obra tão famosa. Ao longo da resenha vou postar algumas fotos do livro para vocês terem uma ideia do quão bonito ele é.


Nesse Graphic Novel, temos o foco da história - apresentada por Lestat e Louis na versão de Anne Rice - voltada para Cláudia, a criança de 6 anos transformada em vampira que tem transformações extremas ao longo da trama. Com as ilustrações como auxílio, o livro acaba sendo ainda mais envolvente do que eu poderia imaginar. Como eu disse anteriormente, eu não li o Entrevista com o Vampiro da Anne Rice. Apesar disso, não senti impecilho para o entendimento da história. É claro que fiquei sem saber de muitos detalhes, mas como toda a trama foi voltada para a Cláudia, isso não me faltou naquele momento.



Inicialmente, quero falar um pouco sobre as ilustrações. Não sou mestre para falar sobre desenhos e estilos de traços de HQ's ou Graphic Novels, mas eles me chamam extrema atenção quando leio uma HQ. No caso dessa, tudo me pareceu muito harmonizado e fluído, de acordo com o roteiro proposto para a cena. Vale lembrar que as ilustrações são todas em tons de sérpia, tirando alguns momentos em que o sangue está envolvido. Nessas situações, o vermelho é pleno na página e chama atenção do leitor. Tudo foi muito feliz e se encaixou perfeitamente. 



Em relação a trama, Claúdia é dominadora em todas as páginas do livro. Não por - é claro - ser foco e título do livro. Mas sim porque ela consegue conduzir nossos olhos exatamente para suas ações e suas opiniões. É chocante ver o crescimento mental - o amadurecimento - da jovem, sendo que ela permanece fisicamente no corpo de uma criança. É como se ela já fosse uma adulta, com necessidades de uma mulher mais velha, mas impedida de realizá-las por conta de seu visual. E ela mesmo se sente muito frustrada em diversos momentos.



Apesar disso, podem esquecer o lado puro e ingênuo de Cláudia. Sua infância é deixada de lado rapidamente, e ela vira uma pessoa que arquiteta e planeja coisas ruins para todos aqueles que estão em seu caminho. É muito contraditório tudo o que acontece. Visualmente - graças ao apoio das ilustrações - eu ainda enxergava uma menina. Mas os horrores que se passavam em sua mente logo me diziam o contrário.

Em suma, foi uma experiência muito agradável para mim. Reforçou ainda mais a minha vontade de conhecer a obra original e saber um pouco mais sobre os demais personagens desse mundo. Para quem é fã da autora, vale muito a pena investir nessa leitura. E para que ainda não conhece - como era o meu caso - eu acho muito válido esse primeiro contato, tendo em mente que possíveis spoilers da história original podem estar presentes.




Comente com o Facebook:

12 comentários:

  1. Estou louca para ler essa HQ. Já li Entrevista com Vampiro na escola a muito tempo atrás, mas não me recordo direito da história. Achei lindo os traços, mesmo também não sendo expert nisso. A parte do sangue realmente chama bastante atenção. Adorei a resenha! :)

    Beijos, Gabi
    www.reinodaloucura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Aline!
    sou apaixonada por A entrevista com vampiro e vê-la em HQ muito me alegrou, principalmente por saber que o foco foi a terrível pequena Cláudia. Nossa! Ela evoluiu, né? E ficou malvada, nada de pureza, apenas o rosto angelical ficou conservado.
    Muito interessada na leitura.
    Bom Domingo!
    “Ser feliz sem motivo é a mais autêntica forma de felicidade.” (Carlos Drummond de Andrade)
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Eu gostei de ECV exatamente por suas questões filosóficas. É claro que a história em si, é muito boa. Mas a filosofia, as perguntas e as faltas de respostas, todas as duvidas e questionamentos de Louis, tornam o livro ainda mais interessante.

    ResponderExcluir
  4. Oi Aline!
    Eu gosto muito do filme Entrevista com Vampiro, é um dos meus favoritos, tenho o livro mas ainda não o li =P
    Não sabia desse lançamento da Rocco e me apaixonei só de ler sua resenha e ver essas imagens, quero muito meu exemplar! A Claudia sempre me assuntos, então acho que vai ser muito interessante ler sua história!
    Vou participar da promo \o/

    Beijos,

    Gabi
    Mundo Platônico
    http://gabiiem.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Assim, primeiro eu não posso falar sobre você nunca ter lido as obras dela, porque eu também nunca li. Depois, eu não entendo NADA de HQ então estou fora de julgamento, mas achei interessante as fotos que você colocou, parece ser uma obra muito bem feita e atrativa. Querendo ler.

    ResponderExcluir
  6. quero muito ler .vi os filmes e conheço a obra seria otimo ter pra mim; um exemplar da hostoria de Claudia entrevista com o vampiro amoo!

    ResponderExcluir
  7. Oi!
    Eu também não li Entrevista com um vampiro, mas fiquei curiosa sobre esse livro. Não sei o que vou pensar sobre a Cláudia, mas provavelmente vai ser conflitante conciliar pensamentos e planos ruins com uma criança...
    As ilustrações parecem ser muito bem feitas mesmo.
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Achei essa edição lindíssima (Graphic Novel encanta muito <3), nunca tive oportunidade de ler Anne Rice, até porque nunca tive muito interesse em livros de vampiros, mas li um da Holly Black há um tempo atrás e devo dar uma chance!
    Acho que devo ver o filme baseado então, daí caso eu tiver a Graphic novel não serei tão spoileada.

    ResponderExcluir
  9. Sou apaixonada por Entrevista com o vampiro.
    As ilustrações estão lindas, assim como a capa.
    Poder conhecer melhor a história da Claudia, que aparentemente era apenas uma criança, mas que na verdade possuía mais maldade que muito adulto vai ser fantasístico.

    ResponderExcluir
  10. Caramba que lindo esses quadrinhos.
    Eu ainda não tinha ouvido falar do livro, mas me interessei muito.
    Já ouvi falarem da Rice, mas nunca li nada dela.
    Agora acho que já sei por onde começar.

    ResponderExcluir
  11. Eu também nunca li nada dessa autora mas fiquei curiosa pelo livro ser em quadrinhos e e por ter gostado muito do filme, Achei as fotos linda me deu mais vontade de conhecer esse tipo de leitura.

    ResponderExcluir
  12. Não li Entrevista com o Vampiro, mas poder ler em quadrinhos, que foi o ponto forte da minha época de adolescente, onde lia muito o que chamávamos de foto-novela, me deixou super interessada. Adoraria ter o livro em mão de imediato para poder ler. Aguardando oportunidade para poder comprar.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© MEMÓRIAS LITERÁRIAS - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: SD DESIGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo