31/03/2015

Resenha | Para Sir Phillip, Com Amor

Para Sir Phillip, Com Amor
  • Autor: Julia Quinn
  • Editora: Arqueiro
  • Páginas: 288
Eloise Bridgerton é uma jovem simpática e extrovertida, cuja forma preferida de comunicação sempre foram as cartas, nas quais sua personalidade se torna ainda mais cativante. Quando uma prima distante morre, ela decide escrever para o viúvo e oferecer as condolências. Ao ser surpreendido por um gesto tão amável vindo de uma desconhecida, Sir Phillip resolve retribuir a atenção e responder. Assim, os dois começam uma instigante troca de correspondências. Ele logo descobre que Eloise, além de uma solteirona que nunca encontrou o par perfeito, é uma confidente de rara inteligência. E ela fica sabendo que Sir Phillip é um cavalheiro honrado que quer encontrar uma esposa para ajudá-lo na criação de seus dois filhos órfãos. Após alguns meses, uma das cartas traz uma proposta peculiar: o que Eloise acharia de passar uma temporada com Sir Phillip para os dois se conhecerem melhor e, caso se deem bem, pensarem em se casar? Ela aceita o convite, mas em pouco tempo eles se dão conta de que, ao vivo, não são bem como imaginaram. Ela é voluntariosa e não para de falar, e ele é temperamental e rude, com um comportamento bem diferente dos homens da alta sociedade londrina. Apesar disso, nos raros momentos em que Eloise fecha a boca, Phillip só pensa em beijá-la. E cada vez que ele sorri, o resto do mundo desaparece e ela só quer se jogar em seus braços. Agora os dois precisam descobrir se, mesmo com todas as suas imperfeições, foram feitos um para o outro.

Se você ainda não leu os volumes anteriores da série, essa resenha pode conter spoilers para você  

Ei gente! Sabe quando você lê um gênero que é completamente previsível, mas que sua autora só sabe conquistar você a cada livro, não importando o quão previsível será o final? E que no decorrer do livro você pode sim se surpreender em alguns detalhes, apesar do clichê aguardado? Essas são as frases que me vem a cabeça a cada vez que tenho a possibilidade de ler algo da Julia Quinn, que se tornou de longe minha autora favorita de Romances de Época. A cada livro lançado, essa mulher consegue me fazer sorrir e adorar suas histórias. Para Sir Phillip, Com Amor - lançado pela Editora Arqueiro - não foi diferente. Apenas um pouco morno em relação aos outros da série.


Eloise adora escrever cartas. E foi a partir de uma correspondência oferecendo luto ao marido de sua prima distante, depois do falecimento dela, que a moça conheceu Phillip. Viúvo, com dois filhos e completamente perdido na criação deles e da casa. Depois de um tempo de troca de cartas, surge uma proposta um pouco peculiar: Eloise gostaria de se casar com Phillip? Solteirona e querendo esquecer alguns acontecimentos de Londres, a jovem decide ir e conhecer o dono das palavras que a fascinaram durante esse tempo. Mas é claro que esse encontro não seria o que os dois esperavam.

Mais um livro dos Bridgertons. E mais momentos prazerosos de leitura que a Julia Quinn sabe proporcionar ao seu público. É fato que ela tem um diferencial perante as outras autoras do gênero. Sabe não cair na mesmice, mesmo tendo que "cair nela" por conta do gênero. Ela sempre tem uma carta na manga e personagens que nos conquistam. Apesar de todos os lados positivos, confesso que o quinto volume foi o mais morno de todos da série até agora.

Não por culpa dos personagens. Acho Eloise uma protagonista muito correta e que sabe o que quer, apesar de suas secretas inseguranças. E Phillip não ficou devendo como protagonista masculino. Acho que ele apenas ficou a sombra dos outros que são tão bons. Ele acabou sendo ofuscado e, graças a isso, não me encantou tanto quanto deveria. Mesmo assim, o casal acaba trazendo momentos bacanas ao leitor.

Uma das partes mais marcantes para mim foi o humor contido nesse livro - um tempero sempre presente. Mas nesse em especial minhas risadas foram ainda mais constantes. Em determinados momentos, eu me sentia em uma comédia em plano principal e o romance secundário. Adorei essa tática e achei o ponto forte entre todos os pontos positivos. 

A narrativa continua sendo em terceira pessoa, intercalando os pontos de vista entre os protagonistas nos momentos mais oportunos. Vale lembrar que os membros de toda a família Bridgertons sempre estão presentes. Então, os spoilers dos outros volumes acabam sendo um pouco inevitáveis se você não leu os outros.

Julia Quinn dificilmente vai perder sua majestade como autora desse gênero, uma vez que me provou que mesmo em histórias não tão marcantes quanto outras, ela sabe dar um toque especial e torná-la gostosa de se ler. Faltam poucos livros da série e confesso estar ansiosa para ler outros trabalhos dela.


Comente com o Facebook:

4 comentários:

  1. Oi, Aline!
    Então, eu li só "por cima" pra não correr o risco de pegar algo revelador da história, pois pretendo ler a série. Gostei do comentário que você escreveu no final, deve ser mesmo esse toque da autora que conquistou tantas pessoas, escrever com maestria, de uma maneira que cativa, ainda que alguns livros da série não sejam tão marcantes quanto outros. Foi esse o motivo maior que me fez querer ler os livros dela. :)

    ResponderExcluir
  2. Como não amar os livros da Julia Quinn? Seus livros são tão gostosos de ler e os personagens são sempre maravilhosos. Que família difícil de não amar. Mesmo as histórias sendo previsíveis (a gente sempre sabe o final) ela consegue nos surpreender e arrancar boas risadas. Quero ler de todos os irmãos e se tiver outros, vou ler também :)

    ResponderExcluir
  3. Oi Aline!
    Sua descrição da escrita da Julia é exatamente o que eu sinto quando pego um dos livros dela. Não tem como não se encantar com as histórias e os personagens. Ainda não li Para Sir. Phillip, com amor, mas imagino que vou gostar bastante, mesmo que não tanto quanto do quarto livro...
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Sabe que até agora O duque e eu era o meu preferido e depois que li este, vi que se tornaria um queridinho tbm.
    Gosto muito da forma que a Julia escreve e de como ela construiu a família, é perfeito
    Eu fico sempre na expectativa do próximo livro e quando leio não tenho dúvidas de que irei gostar.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© MEMÓRIAS LITERÁRIAS - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: SD DESIGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo