05/03/2015

Resenha | Mar da Tranquilidade

Mar da Tranquilidade
  • Autor: Katja Millay
  • Editora: Arqueiro
  • Páginas: 368
Nastya Kashnikov foi privada daquilo que mais amava e perdeu sua voz e a própria identidade. Agora, dois anos e meio depois, ela se muda para outra cidade, determinada a manter seu passado em segredo e a não deixar ninguém se aproximar. Mas seus planos vão por água abaixo quando encontra um garoto que parece tão antissocial quanto ela. É como se Josh Bennett tivesse um campo de força ao seu redor. Ninguém se aproxima dele, e isso faz com que Nastya fique intrigada, inexplicavelmente atraída por ele. A história de Josh não é segredo para ninguém. Todas as pessoas que ele amou foram arrancadas prematuramente de sua vida. Agora, aos 17 anos, não restou ninguém. Quando o seu nome é sinônimo de morte, é natural que todos o deixem em paz. Todos menos seu melhor amigo e Nastya, que aos poucos vai se introduzindo em todos os aspectos de sua vida. À medida que a inegável atração entre os dois fica mais forte, Josh começa a questionar se algum dia descobrirá os segredos que Nastya esconde – ou se é isso mesmo que ele quer.

Olás gente! Parece que esse ano os Young Adults/New Adults vieram para me conquistar ainda mais. Li dois livros do gênero seguidos e me surpreendi em ambos. O primeiro, já saiu resenha por aqui. E agora, Mar da Tranquilidade - escrito pela Katja Millay e publicado pela Editora Arqueiro - veio para me mostrar que apesar de já ter lido diversos exemplares do gênero eu sempre vou poder me surpreender, permanecendo com uma história bem construída e com  personagens envolventes.


Nastya se mudou de sua cidade natal com o objetivo de esquecer o passado e tudo aquilo que aconteceu nos últimos anos. Não podendo mais falar, a jovem chega a casa de sua tia convicta em mudar completamente seu jeito de ser e passar uma borracha em como era, além de se isolar do resto do mundo. Mesmo com esse plano já em mente, a jovem acaba se envolvendo com um rapaz - Josh Bennett - que é tão isolado quanto ela, graças a perda prematura de toda a sua família. Logo, os dois se envolvem em sua solidão e começamos a descobrir o que realmente aconteceu a Nastya.

New Adult não é um bom New Adult quando peca em sua premissa envolvendo algo misterioso com seus personagens. Essa é a principal chave para que ele inicie dando certo para mim. E quanto todo esse mistério se une com uma narrativa muito bem escrita e com personagens envolventes, apesar dos pesares, o livro tem tudo para me conquistar. E foi exatamente dessa forma que Mar da Tranquilidade trouxe mais uma grata surpresa nas minhas leituras desse ano.

A autora Katja Millay soube como trazer o mistério na dose certa para o leitor. Construiu os personagens de uma forma que fica quase impossível não se envolver pela história de ambos. Nastya é uma jovem que até a metade do livro é completamente fechada e dá poucas pistas sobre o que aconteceu em seu passado para ela ter tido tantas mudanças. Mas apesar disso, ela é uma personagem que eu gostei logo de cara, por conta das tiradas e do sarcasmo. Já Josh é ainda mais fechado que Nastya, entretanto nós já sabemos logo de cara o que aconteceu em sua vida. Isso não tira a possibilidade de ter um certo carinho por ele.

A temática utilizada pela autora utilizando a perda de entes queridos, além da situação envolvendo Nastya trás a tona mais uma vez como esses livros trazem situações que podem acontecer com qualquer pessoa próxima a nós - ou até nós mesmos. Por esse motivo dou tanto valor a esse gênero e o quanto a temática dele é bem trabalhada - como é o caso de Mar de Traquilidade. São textos muito "pé no chão".

Ressalto o trabalho narrativo, feito em primeira pessoa e intercalando os pontos de vista de ambos protagonistas. A propósito, não são só eles que merecem destaque. Abro parênteses aqui principalmente pela presença de Drew, um personagem peculiar que me trouxe momentos de risadas e de surpresas. Mar da Tranquilidade é mais uma leitura recomendada a quem gosta ou quer conhecer o gênero. Mal posso esperar para ler mais trabalhos da autora.

Comente com o Facebook:

6 comentários:

  1. Faz algum tempo que estou querendo ler essa obra, e minha vontade apenas aumenta com essa resenha. Eu estou em uma época também de Young Adult/New Adult e essas obras sempre me deixam mais interessadas ainda, porque sempre tem um fator x que conquista.

    Estou mais interessada agora em conhecer o segredo da Natsya.
    Pausa Para Um Livro

    ResponderExcluir
  2. Oi Aline, separei este livro para o meu DL 2015. Acho a capa linda e o enredo muito interessante, tendo tudo para me agradar.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  3. É maravilhoso quando um livro surpreende, traz algo de novo, um toque especial que o faz ser diferente de outros já lidos!
    Gostei de os capítulos serem intercalados com pontos de vista dos personagens. Nos dá uma visão muito mais ampla de como cada um se sente, o que pensa, etc. E é verdade, a autora trouxe um tema que costuma até mesmo ser comum e pode acontecer a qualquer um, infelizmente. :/ Gostei também desse jeito isolado dos personagens, que encontram um no outro um tipo de apoio, por serem parecidos e por isso eles possam entender melhor um ao outro do que uma outra pessoa. Quero ler!

    ResponderExcluir
  4. Oi Aline!
    Quando li sobre o lançamento desse livro não dei muita atenção, mas depois de algumas resenhas fiquei curiosa sobre a história. Não tenho muita experiência com NA, mas esse parece ser ótimo por envolver não só o lado emocional dos personagens, mas também um toque de mistério. A narrativa intercalada entre os protagonistas me deixa com ainda mais vontade de ler!
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Não posso ver um livro desse gênero que já quero logo lê-lo. Ele realmente veio para ficar. É muito bom poder ler livros com enfoque sobrenatural, distópico, de fantasia e tantos outros que nos transportam para mundos diferentes, mas NA é um dos meus queridinhos com certeza. Esses livros são sempre tão intensos e nos fazem refletir ou até nos identificarmos com situações comuns do dia a dia. Podendo ser boas ou ruins. Mar de tranquilidade parece não deixar a desejar em nada. Já está na minha lista de leitura.

    ResponderExcluir
  6. Estava super empolgado para ler este livro, mas vi um spoiler dele antes e acabei desanimando um pouco.
    ainda estou curioso, pois adoro este tipo de trama, onde os personagens tem problemas, e conseguem encontrar um outro apoio.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© MEMÓRIAS LITERÁRIAS - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: SD DESIGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo