18/03/2015

Resenha | Dia 21

Dia 21
  • Autor: Kass Morgan
  • Editora: Galera Record
  • Páginas: 288
Vinte e um dias após os cem terem chegado à Terra com a missão de recolonizar o planeta, um inimigo desconhecido é descoberto. Pensa-se que eles eram os únicos humanos a pisar na superfície terrestre em séculos, mas agora, nada mais é certo. Entre resgates, buscas e romances, segredos são revelados, crenças são quebradas e relacionamentos são testados.




Se você ainda não leu o volume anterior da série, essa resenha pode conter spoilers para você  

Olás pessoas! Sabe aquele livro que foi melhor do que o primeiro de uma série, mas ao mesmo tempo deixou sua cabeça toda enrolada? Pois é. Dia 21 fez exatamente isso comigo. Principalmente porque a série de livros não tem nada - nada, a não ser os nomes dos personagens e algum evento ali ou outro aqui - a ver com a série de televisão que eu assisto e gosto bastante. Apesar disso, eu  também gostei dos livros de acordo com o modo deles. Mais ainda de Dia 21, escrito pela Kass Morgan e publicado pela Galera Record.


Depois que já se passaram 21 um dias que os 100 jovens foram enviados para a Terra, eles percebem que não sãoos únicos que podem estar habitando o planeta. Com as incertezas circundandoo grupo e as divergência nas opiniões,  a convivência vai ficando cada vez mais difícil. Além disso, de volta a Arca, um sério problema cerca aos moradores e muitas decisões complicadas deverão ser tomadas. Decisões essas que podem arriscar vidas.

Como já ressaltei na resenha do primeiro volume e mais uma vez acima, esqueça completamente o que você assiste na série de TV. No caso dos livros, muitas tramas diferentes são tramadas. E muitos personagens diferentes tomam a frente em momentos oportunos. O fato de gostar mais do segundo livro foi justamente o crescimento de alguns personagens e a inserção de tramas e surpresas que eu sinceramente não esperava. Melhorou, mas a autora aumentou consideravelmente as pontas para as continuações. Espero que todas sejam amarradas.

Assim como no primeiro volume, a narrativa aqui continua em primeira pessoa, intercalando os capítulos pelos pontos de vista dos personagens chave: Clarke, Bellamy, Wells e Glass. Aparentemente - mesmo com o crescimento deles - minha opinião continuou a mesma sobre eles, tirando o fato de Glass me surpreendeu mais do que eu achava que iria. Ela é a única pessoa que trás relatos sobre o que está acontecendo na Arca e sobre todos os desdobramentos que podem afetar os que estão na Terra. As tomadas de escolha dela são conscientes e ao mesmo tempo emocionais. 

Quero ressaltar muito a aparição de uma personagem secundária que fez muita diferença no enredo e nas decisões de várias pessoas ao seu redor. Apesar dos conflitos em Terra não serem tão urgentes quanto na Arca, eles tiveram seus momentos alto, principalmente ao se aproximar do desfecho da obra. São tiros e mais tiros de surpresa e declarações que eu realmente não estava esperando.

Eu realmente não sei quantos livros a autora pretende estender a série, mas ela vai ter um bom trabalho pela frente. Com as descobertas, a entrada de novos personagens e o cliffhanger do segundo livro, ela tem tudo para trazer um bom terceiro volume. Agora, é só aguardar.


Comente com o Facebook:

6 comentários:

  1. Eu li porque já tinha lido a resenha e algum lugar, e já imaginava muita coisa simplesmente por ter uma continuação de The 100. Não vi spoiller algum. Mas enfim, fico feliz que seja diferente da série, porque não assisto. Na verdade, não dei muito cabimento ainda. Essa semana ou na próxima irei começar algumas e "The 100" está entre elas. Fico feliz que tenha gostado mais do segundo do que do primeiro, isso é bem diferente do habitual. E quero saber mais sobre essa personagem secundária. E que venha o próximo.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Aline! Como pretendo ler a série, li só "por cima". Mas deu pra perceber que a narrativa continua com o ritmo bastante fluido. Gosto muito quando há o ponto de vista de mais de um personagem, pois cada um tem a sua maneira particular e isso torna a narrativa muito melhor.

    ResponderExcluir
  3. Oi Aline, não conheço a série ainda, nem mesmo a televisiva. Espero que a autora consiga mesmo manter o nível dos livro, mas vou te confessar que acho chato que tenha diferença entre os livros e a tv.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  4. Eu já acompanho a série de TV e gosto bastante, principalmente da segunda temporada, mas ainda não tive vontade de começar a ler os livros. Parecem ser legais, mesmo com as diferenças em relação ao seriado. Ainda assim não senti aquela super vontade de começar os livros. Quem sabe eu mude de ideia. Por enquanto vou acompanhando os episódios da série.

    ResponderExcluir
  5. Eu nunca li o livro, mas vejo a série, e só posso dizer que é muito foda. Estou no começo da segunda temporada, e ela só melhora. Creio eu, que os livros devem ser ótimos também. Estou muito ansioso para lê-los. Adorei a resenha!

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Como eu não acompanho a série e não li o primeiro livro fiquei um pouco perdida só com a base das sinopses e resenhas que li do primeiro livro... Gostei da proposta da autora da nave que volta para a Terra, até tenho vontade de ler The 100, mas não está na minha lista de prioridades, principalmente por ser uma série...
    Bjs

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© MEMÓRIAS LITERÁRIAS - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: SD DESIGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo