24/02/2015

Resenha | Sem Esperança

Sem Esperança
  • Autor: Colleen Hoover
  • Editora: Galera Record
  • Páginas: 320
Assombrado pela culpa e pelo remorso por não conseguir salvar Hope nem Less, Holder desenvolveu uma personalidade agressiva. Mas, quando finalmente se depara com Hope depois de tantos anos, não poderia imaginar que o sofrimento seria ainda maior após o reencontro. Em Sem esperança, Holder revela como os acontecimentos da infância de Hope, que agora se chama Sky, afetaram sua vida e sua família, fazendo-o buscar a própria redenção na possibilidade de salvá-la. Mas é apenas amando Sky que ele finalmente será capaz de começar a se reconciliar com si mesmo.


Se você ainda não leu o volume anterior da série, essa resenha pode conter spoilers para você

Ei gente! Sabe quando a gente lê um livro, se encanta por um personagem, e sua continuação é exatamente pelo ponto de vista desse personagem? É exatamente isso que eu pude encontrar em Sem Esperança, da fantástica Colleen Hoover - publicado aqui no país pela Galera Record. Ano passado Um Caso Perdido entrou para as minhas melhores leituras de 2014 com muito louvor, sinceramente sem necessidade de uma continuação. Mas quando eu soube que Sem Esperança era uma "continuação" - aspas grandes aqui, já que nesse volume nós saberíamos um pouco mais sobre Holder - fiquei animada. E também um tantinho receosa. 

 
Sem Esperança deixa o Holder ser o protagonista e contar com mais detalhes tudo o que realmente aconteceu na sua infância, além do período tenso antes e após o falecimento de sua irmã. Além disso, sabemos um pouco mais de sua opinião durante seu encontro com Sky e todos os momentos importantes - principalmente as descobertas envolvendo Hope - que marcaram o volume anterior. 

Eu estava em um certo conflito sobre o que esperar de Sem Esperança. Eu queria muito ler mais detalhes sobre Um Caso Perdido, já que foi um livro que me marcou tanto. Em contrapartida, eu estava com medo do que a autora iria fazer com esse complemento no ponto de vista do Holder, já que ela fez algo muito parecido com sua trilogia anterior - Métrica e Essa Garora - e não foi exatamente o que eu esperava, apesar de ter sido bom. Ficou faltando alguma coisa.

Mas - como toda boa surpresa e como eu bem queria - Sem Esperança foi um complemento na medida para tudo o que eu já havia encontrado em Um Caso Perdido e o que havia faltado nele. Holder é um personagem extremamente complexo e enriquece a trama de uma forma que - mesmo em algumas cenas já vistas no volume anterior pela Sky - você enxerga o quão aquilo era realmente importante saber. Fora isso, me surpreendi muito com as partes "inéditas" que a autora trouxe, envolvendo o passado do Holder e tudo o que o fez se tornar quem ele é.

Um fato que a autora bolou para mostrar ainda mais os pensamentos de Holder são as cartas que ele escreve, como se fosse uma espécie de diário, para sua irmã Less. Em todas elas os sentimentos que ele está vivendo são transmitidos para o papel e para o leitor. Essas cartas se tornaram peças fundamentais durante a minha leitura para que o livro fosse incrível. 

Mesmo sabendo todas as bombas que encontrei em Hopeless, eu acabei me envolvendo novamente e me sentindo tocada com tudo o que os personagens passaram. Mais uma vez a Colleen Hoover soube brilhantemente trazer a humanidade e tornar as emoções dos personagens tão paupáveis quanto ela me mostrou em Um Caso Perdido. A autora com certeza é uma leitura obrigatória para quem gosta do gênero.



Comente com o Facebook:

14 comentários:

  1. Oi, Aline! Ainda não li Um caso perdido, como pretendo ler, acho melhor não ler a resenha, pra não pegar spoilers. Mas posso dizer que estou com grandes expectativas com a leitura da série, que parece ser muito bem escrita.

    ResponderExcluir
  2. Aline, normalmente eu digo que você é uma boa pessoa e tudo mais, só que isso não se faz com nenhum ser vivo na terra. Eu estou com o coração em migalhas querendo ler "Sem Esperança" aí você vem e enche minha expectativa mais e mais?!

    Fico muito feliz em saber que vamos ter mais Holder nesta obra, eu amei o jeito dele, e saber que vamos ver a história sobre sua perspectiva me deixa animada.
    Espero que eu possa fazer a leitura em breve.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Sou louca para ler essa série, já li Métrica da Collen e adorei, ela é uma deusa do YA kkk
    Não lerei a resenha, pois quero ler a série, mas pelo que li por cima, você gostou bastante!
    Bjs :-*

    ResponderExcluir
  4. Comprei meu exemplar de Um Caso Perdido essa semana, assim que eu receber e ler, volto aqui para dar uma nova olhada na resenha, só não leio inteirinha agora porque tenho medo de spoilers :-\

    ResponderExcluir
  5. Eu li o primeiro volume e achei uma história legal, mas não achei ótima, entende?
    É que eu não gosto muito do gênero.... então, não estou com vontade de ler este segundo volume. =/

    ResponderExcluir
  6. Olá Aline!
    Ainda não li o volume anterior da série, "Um Caso Perdido", mas decidi ler a resenha mesmo assim. Gostei que tem essas cartas que Holder escreve para sua irmã, e que Colleen Hoover consegue transmitir bem os sentimentos e emoções para o leitor. Espero ler :)
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Sempre que algum livro que gosto muito tem uma continuação que não era necessário ou nesse caso um livro com a visão de outro personagem, fico insegura. Mesmo que a gente queira muito ler mais sobre os personagens, dá aquele medo de o autor acabar com a história. É bom saber que a Coleen não fez isso e ainda conseguiu te surpreender. Super curiosa para ler a visão do Holder.

    ResponderExcluir
  8. Ai que resenha linda...fiquei encantada co um caso perdido e tive um treco quando a continuação foi anunciada...quero muito ler mas pelo que vi na resenha não vou me arrepender mesmo.

    ResponderExcluir
  9. Oi Aline
    Você sabe que a minha opinião diverge um pouco dos demais, a historia em si é realmente sensacional, porem eu achei a Sky altamente insuportável, Para uma pessoa que passou por tudo que ela passou ela não deveria ser tão imbecil. Porem eu me apaixonei logo de cara pelo Dean, e saber que tem uma versão contada por ele realmente me deixa feliz. Quem sabe assim eu não aprenda a gostar um pouco mais de Um Caso Perdido. Adorei a resenha e quero muito ler o livro, quem sabe não dou a chance que o Dean merece kkk.

    Bj
    http://meupassatempoblablabla.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Collen Hoover é uma das minhas autoras favoritas. Não sabia que ia ter uma sequencia de um caso perdido, mas preciso tê-lo , quero saber sobre o que passou pela cabeça do Holder quando conheceu a Sky, quando descobriu o que o pai dela fazia com ela.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Estou ansiosa pra ler este livro e conhecer um pouco mais sobre este personagem que me deixou encantada. Fiquei fascinada ao ler a resenha e ver como é bom. Não vejo a hora de poder conferir tudo que menciona.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Amei o primeiro livro Um Caso Perdido, estou super ansiosa em ler essa continuação e conferi essa ótima história pelo ponto de vista do Holder

    ResponderExcluir
  13. Um caso perdido entrou com certeza nas minhas melhores leituras do ano passado e quando vi que ia ter o livro sobre o ponto de vista do Holder fiquei muito curiosa amo leituras assim pra saber qual o pensamento dos dois e chego a ler o outro junto pra ver os pontos certos, doidinha.

    ResponderExcluir
  14. Oiee!
    Eu já li Um Caso Perdido, e acho que por estar cheia de expectativas acabei não achando o livro tudo isso, concordo que ele é bem intenso, mas não me emocionei como achei que faria.
    Com esse não quero criar expectativas, quero lê-lo sem nenhuma pretensão e ir com a cara e a coragem, sei que no mínimo será uma experiência bem proveitosa saber toda a história pelo lado do Holder, principalmente pelo fato da Less ser citada com mais detalhes nesse livro.
    Bjokas!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© MEMÓRIAS LITERÁRIAS - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: SD DESIGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo