03/11/2014

Resenha | Fangirl

Fangirl
  • Autor: Rainbow Rowell
  • Editora: Novo Século
  • Páginas: 424
Cath é fã da série de livros Simon Snow. Ok. Todo mundo é fã de Simon Snow, mas para Cath, ser fã é sua vida – e ela é realmente boa nisso. Vive lendo e relendo a série; está sempre antenada aos fóruns; escreve uma fanfic de sucesso; e até se veste igual aos personagens na estreia de cada filme. Diferente de sua irmã gêmea, Wren, que ao crescer deixou o fandom de lado, Cath simplesmente não consegue se desapegar. Ela não quer isso. Em sua fanfiction, um verdadeiro refúgio, Cath sempre sabe exatamente o que dizer, e pode escrever um romance muito mais intenso do que qualquer coisa que já experimentou na vida real. Mas agora que as duas estão indo para a faculdade, e Wren diz que não a quer como companheira de quarto, Cath se vê sozinha e completamente fora de sua zona de conforto. Uma nova realidade pode parecer assustadora para uma garota demasiadamente tímida. Mas ela terá de decidir se finalmente está preparada para abrir seu coração para novas pessoas e novas experiências. Será que Cath está pronta para começar a viver sua própria vida? Escrever suas próprias histórias?

Olás! Quem nunca foi um grande fã de alguma coisa na vida que atire a primeira pedra! Pode ser de bandas, filmes, seriados, enfim... a lista é enorme para que qualquer um possa ser fã de alguma coisa. E é exatamente essa vida maluca de fã que eu pude encontrar ao ler Fangirl, escrito pela Rainbow Rowell e publicado pela Editora Novo Século. Eu ainda não tinha lido o trabalho anterior da autora publicado pela editora, mas como eu ouvi tantos elogios, resolvi me aventurar e conhecer o que ela trouxe em Fangirl.

Cath é uma grande fã de Simon Snow, uma série de livros jovens - que muito se parece com Harry Potter. Além de ser fã e saber de tudo a cerca do mundo desses livros, Cath é autora de várias fanfics de sucesso relacionada a série. Com sua ida para faculdade, ela e sua irmã gêmea precisam mudar de cidade e, talvez, mudar um pouco de comportamento. Apesar disso, Cath não consegue desapegar de suas origens, sua timidez e de Simon Snow.

Eu fui com muita "sede ao pote" ao trabalho da Rainbow Rowell e talvez por isso Fangirl não tenha sido tão maravilhoso para mim quanto algumas pessoas falam. Confesso que do início até quase um pouco a metade do livro, a leitura foi pouco dinâmica e eu pouco me conectei com os personagens. Mas a partir disso, a trama foi ficando melhor e mais fluída, e aí eu pude conhecer verdadeiramente cada personagem e entender a proposta da autora. 

Apesar da história se passar na faculdade, o livro me lembra muito mais uma história mais young adult, dessas que se passam realmente no High School. Talvez isso tenha sido proposital, exatamente para mostrar aos leitores como a Cath precisava amadurecer em alguns pontos. Aliás, não só ela mas também sua irmã gêmea que achou que amadurecer era apenas seguir pelo caminho das baladas, bebidas e namoros. Esse toque de transição foi bem bacana, então acredito que tenha sido escolha da autora.

Em diversos momentos eu me identifiquei com a Cath, muito pelo fator de que deixamos de viver nossa própria vida para fazer coisas que gostamos tanto. Cath, mergulhada tanto no mundo das fanfics e de Simon Snow deixou oportunidades incríveis passar por ela, tanto pessoal quanto profissional na faculdade. Então, o crescimento dela como uma jovem que agora precisa se desapegar dos seus costumes foi a chave para eu gostar do livro. Não que ela deixou de ser fã; de jeito nenhum. Ela apenas começa a visualizar tudo aquilo que está ao seu redor, e não só suas histórias.

Mesmo com essas atitudes positivas, também me irritei com Cath e sua irmã gêmea Wren. Tantos momentos infantis podiam ter sido resolvidos na base do diálogo. Porém, foi aos trancos e barrancos que elas observaram o certo e o errado. Situações que muitos jovens passam quando vão para faculdade ou algum lugar longe do seu ambiente seguro.

Fangirl é basicamente um livro de amadurecimento e conhecimento sobre si próprio. Cath e os personagens começam a realmente se conhecer e a valorizar pequenas coisas ao seu redor, além de seguir seu sonho - como escritora, no caso de Cath. É um livro sem pretensões e que eu recomendo a quem gosta dos temas descritos acima e para jovens e adolescentes que estejam passando por uma fase parecida.

Comente com o Facebook:

4 comentários:

  1. Oi Aline!
    Me identifiquei com a parte de "desapegar" de algumas coisas para focar mais no mundo a nossa volta, como a faculdade.
    É um pequeno conflito de dia-a-dia que a gente acaba passando, mas com o decorrer do tempo nos acostumamos com "a nova vida" sem deixar nossos gosto de lado! hahaha
    Gostei da temática do livro, mas acredito que talvez ele seja um tanto infantil pro meu gosto...

    Beijos,

    Gabi
    Mundo Platônico

    ResponderExcluir
  2. Oi Aline, não é um livro que tenha me interessado. Quem sabe mais para frente.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  3. Oiee ^^
    Gostei muuito de Eleanor&Park, e venho querendo ler Fangirl só por causa disso...haha'
    Vi algumas resenhas negativas sobre esse livro, então não sei se o leria por enquanto. Essa coisa toda de irmãs contrárias já cansou *-*
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Olá :)
    Eu já conhecia a autora Rainbow Rowell por causa de "Eleanor & Park", e também já conhecia esse livro.
    Assim como você, também me identifiquei um pouco com a Cath, mas no meu caso foi o fato de ser extremamente tímida. Claro que gostar de livros também entra na lista, mas não consigo escolher só um livro para ser fã, e se conseguisse, não seria tanto quanto ela.
    Bom, eu ainda não estou na faculdade, mas logo chegarei lá, e sei que vai ser difícil desapegar das coisas que gosto. O livro até parece infantil, mas pela resenha deu a ideia de que vai melhorando aos poucos junto com Cath para mostrar o amadurecimento dela ^^

    Beijos :*

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© MEMÓRIAS LITERÁRIAS - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: SD DESIGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo