13/08/2014

Especial Bienal | O que eu aprendi (Parte 2)


Dando continuidade as dicas e ao que eu aprendi indo a Bienal, hoje vou falar um pouquinho sobre outros três tópicos que eu acho muito importante vocês levarem em consideração antes de irem em uma Bienal de grande porte, como a de São Paulo ou a do Rio de Janeiro.

3 - Leve mochila/bolsa grande ou até mesmo uma mala

Sim meus caros, até porque seus ombros, braços, mãos e todo o seu corpo agradecerá depois de um dia longo andando pela bienal, principalmente se você for com o objetivo de comprar muita coisa. Ano passado eu levei uma mala, uma mochila e uma bolsa (sim, sou muito exagerada hahaha), porque como era a primeira vez que ia, estava com a ilusão de comprar várias coisas e pegar tantos brindes que mal iriam caber nas bolsas. Dessa forma, eu me organizei em colocar minhas roupas e coisas de higiene na mochila, deixando a mala e a bolsa de mão livres para os livros e tudo o mais o que iria trazer. Mesmo com todo esse aparato, a dor foi minha companheira na semana após a bienal e não queria desgrudar. Então, se preparem e se policiem, mesmo se você não for com o objetivo de comprar muita coisa (o que é o meu caso esse ano). Um pequeno lembrete é que existe guarda-volumes na bienal. Ouvi dizer que em SP é pago, mas acaba compensando se você for de outro estado e não quer ficar carregando mala para cima e para baixo. Esse ano eu descartei a mochila e só irei levar a mala e uma bolsa de mão grande. Não vou comprar livros, a não ser que estejam em uma promoção absurda e sejam da minha lista de desejados.


4 - Promoções: Existem ou não? 

Sim, elas existem. Basta procurar! Existem várias editoras que fazem descontos baseados na quantidade de livros que você compra e até mesmo preços incríveis como 2, 5 ou 10 reais (a Intrínseca fez um sucesso ano passado com essas promoções). Entretanto, não vão achando que vocês irão encontrar lançamentos na promoção. Ano passado eu comprei muita coisa porque fui extremamente consumista e em algumas ocasiões, o desconto oferecido era bom o suficiente. Mesmo assim, a maioria das coisas que comprei foi com preço normal e eu ganhei um brinde ou outro. Então, vão sem grandes expectativas. É melhor você se surpreender por lá do que fazer uma lista imensa de compra e ter que encarar a dura realidade de que se você estivesse em casa comprando pela internet, o preço seria muito mais baixo.

5 - Filas, filas everywhere 

Como eu disse no post que fiz da bienal no ano passado, existem filas para tudo. Então, vão com a cabeça leve e com muita paciência. A fila para entrar ou comprar ingressos é só o aquecimento do que você poderá encontrar lá dentro. Filas para usar o banheiro e chegar até o bebedouro; fila para entrar em determinado estante de editora; fila para pagar os livros que você deseja comprar; filas para comprar alguma coisa barata para comer (e até as caras tem fila); e a mais terrível de todas: as filas dos autógrafos dos autores, principalmente os internacionais. Ano passado fiquei sabendo de diversas confusões relacionadas a esse último tipo de fila que me deixaram horrorizadas. Não quero nem imaginar com a Cassandra, a Kiera, o Harlan... Tome um chá de camomila ou um suquinho de maracujá, respire fundo e se prepare.

Semana que vem trago para vocês a terceira e última parte do que eu aprendi indo a uma bienal de grande porte. Espero mesmo essas dicas possam ajudar algum de vocês. Lembrando que quem me encontrar por lá, me chame ou faça um sinal de fumaça. Quero muito conhecer mais blogueiros e leitores bacanas em Sampa. =D




Comente com o Facebook:

8 comentários:

  1. Ótimas dicas!!!

    Beijos
    Nati

    www.meninadelivro.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olha só, isso do guarda volumes nem eu sabia, mas logico, tava bom demais pra ser verdade, tinha que pagar haha mas concordo totaal quanto à bolsa e mochila! Vou tentar ao maximo dessa vez pra nao acabar com o corpo, mas ainda assim é dificil
    As promoções acho mais facil encontrar se estiver com o celular e atualizando os sites das editoras, que daí elas informam. Se não, sempre acaba chegando justamente no fim das promoções haha e tbm, quando tem, é como voce citou, das filas gigantescas. Acho que passamos mais tempo nas filas do que de fato passeando pelo lugar kk

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova de Divergente, vem conferir!

    ResponderExcluir
  3. Oi Aline!
    Mais dicas para o futuro kkk
    Eu acho que iria ser muito consumista em um evento como esse, principalmente se achasse bons livros por até 10 reais... Para quem vai de outro estado carregando malas deve ser muito cansativo mesmo...
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Filas,filas,e mais filas com certeza!
    Mas, se eu conseguir entrar na fila para pegar o autógrafo da Cassandra eu já ficarei feliz da vida, nem que tenha que ficar o dia todo lá HAUAHUAHAUAHUA
    Ando tendo pesadelos que não conseguirei ):

    Boa sorte para nós!


    Beijos,

    Gabi
    Mundo Platônico

    ResponderExcluir
  5. Eu me acabo de rir com essas suas dicas "tome um suquinho de maracujá" . k kkkk Realmente, fila não é pra qualquer um não, mas acho que pra esperar a Cassandra, Kiera ou Harlan vale bem a pena (y'

    Tenho certeza que essa vai ser uma viagem inesquecível pra você. Aproveite bb.

    ResponderExcluir
  6. Filas em um evento como este já é de imaginar que são quilométricas.
    É uma pena que em cidades menores, como a minha, haja uma carência tão grande de eventos literários, mesmo que pequenos.

    ResponderExcluir
  7. Concordo contigo, para achar preços bons basta procurar.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© MEMÓRIAS LITERÁRIAS - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: SD DESIGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo