07/07/2014

Resenha | O Tempo entre Nós

Tempo entre Nós
  • Autor: Tamara Ireland Stone
  • Editora: Rocco
  • Páginas: 368
  • Compre aqui: Saraiva | Submarino
Em O tempo entre nós, o leitor é convidado a deixar a São Francisco de 2012 junto com Bennett Cooper, um garoto de 16 anos apaixonado por música que tem o dom de viajar no tempo para assistir a shows de rock, e aterrissar em Evanston, Illinois, em 1995. É lá que ele vai conhecer uma menina de 16 anos e mergulhar numa excitante e desafiadora paixão. Livro de estreia da norte-americana Tamara Ireland, O tempo entre nós é uma emocionante história de amor protagonizada por dois jovens que vivem em cidades e épocas distintas. Com uma trama romântica embalada a muito rock n’roll e viagem no tempo, o livro já foi traduzido para mais de 10 idiomas.



Olá gentes! Para começar a semana de uma forma bacana, hoje eu vou contar um pouquinho para vocês do que achei sobre o livro O Tempo entre Nós, escrito pela Tamara Ireland Stone e publicado pela Editora Rocco. A primeira coisa que me chamou atenção ao livro foi a sinopse. Não costumo as ler muito, por medo de spoilers que possam comprometer minha leitura, mas nesse caso tudo ocorreu bem. O segundo ponto para motivar a minha leitura foi a capa. Ela me passou a sensação de que eu teria uma boa leitura, com um ar mais calmo e romântico.

O Tempo entre Nós trás a história de Bennett e Anna, um rapaz que vive em 2012 e uma jovem que vive em 1995. Ambos adoram uma boa banda de rock e de viagens. O diferencial é que Bennett tem a capacidade de viajar pelo tempo e espaço, e dessa forma, acaba conhecendo Anna. O encontro e a relação dos dois acaba sendo inevitável e embalados por ótimas músicas, o leitor embarca nesse enredo que tem um potencial bem grande.

Essa não foi a primeira vez que li ou vi sobre viagens no tempo nos moldes que encontrei nesse livro. Apesar de me relembrar alguns outros enredos, a autora trouxe para o livro algumas peculiaridades que deram para mim mais momentos de surpresa em relação a esse poder que Bennett possui. A propósito, muitas das passagens que eu mais gostei no livro foram graças a esse poder.

Com relação aos personagens, apesar de Bennett e Anna viveram em cidades e épocas diferentes, eles tem uma ligação e gostos tão parecidos, que parece que eles sempre se conheceram ou que viveram por perto. Ambos tem um excelente gosto musical e tem muitas expectativas de vida próximas. Por exemplo, Anna tem um espírito aventureiro incrível, apesar de não pode viajar muito - um de seus maiores sonhos; já Bennett pode realizar essas fantasias. Eles se completam em diversos momentos. Mesmo sendo um livro mais adolescente, eu gostei muito da personalidade apresentada por ambos personagens.

A escrita da Tamara é muito gostosa de se ler. O livro foi escrito em terceira pessoa, mas apesar da capacidade de mostrar vários pontos de vista que esse tipo de narrativa tem, a autora foca muito em Anna. Achei que ela também poderia ter enriquecido o livro com outros pontos de vista, até mesmo pela proposta dela. Os capítulos não são grandes e tudo flui bem rápido.

O romance, é claro, é a chave principal da trama. Fiquei satisfeita com ele. Já imaginava a problemática que iria aparecer, e foi realmente ela. Mesmo com tantos pontos positivos, achei que nas últimas 50 páginas a autora correu demais e resolveu problemas de uma forma muito mais fácil do que eu esperava. Além disso, o livro ficou completamente em aberto. Não existe um ponto final, uma resposta efetiva. Milhares de perguntas ficaram se passando pela minha cabeça. Ela criou uma problemática central grande, mas a deixou - de certa forma - completamente em aberto.

Pesquisei e - ainda bem - existe uma continuação. Então, eu acredito que a autora vá trabalhar todas essas pontas soltas em um próximo volume, uma vez que ela tem todo um potencial para deixar sua história ainda melhor. Espero conferir em breve os caminhos que seus personagens vão seguir no próximo volume. 

Comente com o Facebook:

3 comentários:

  1. Eu não conhecia o livro ainda, e ele parece legal, eu gosto de livros com viagens no tempo e li muito pouco com este tema,
    uma pena a autora deixar em aberto o final..mesmo tendo continuação, eu acho que um livro tem que terminar pelo menos com o que é proposto no livro..sim um gancho para um segundo é bom, mas vc tem que terminar o que foi prometido no primeiro rs,
    beijos.

    ResponderExcluir
  2. Eu nunca havia lido nada sobre a obra, e achei bem interessante. Gosto de romances. Gosto de maquinas do tempo; Acho que vou gostar da obra. Mesmo com as pontas soltas no final, já que será resolvida no próximo livro. Ou assim esperamos. Gostei mesmo.

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia o livro e parece ser interessante o enredo, será que a continuação demora?
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© MEMÓRIAS LITERÁRIAS - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: SD DESIGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo