17/01/2014

Resenha | O Lírio Dourado

O Lírio Dourado
  • Autor: Richelle Mead
  • Editora: Seguinte
  • Páginas: 424

Em sua última missão, a alquimista Sydney Sage foi enviada a um colégio interno na Califórnia para proteger a princesa Moroi Jill Dragomir, e assim evitar uma guerra civil entre os vampiros que certamente afetaria a humanidade. Porém, a convivência com Jill, Eddie e principalmente Adrian leva Sydney a perceber que talvez os Moroi não sejam criaturas tão terríveis assim - e ela passa a questionar os dogmas que lhe foram ensinados desde a infância. Tudo se torna ainda mais complicado quando Sydney descobre que talvez tenha a chave para evitar a transformação em Strigoi, vampiros malignos e imortais, mas esse poder mágico a assusta. Igualmente difícil é seu novo romance com Brayden, um cara bonito e inteligente que parece combinar com Sydney em todos os sentidos. Porém, por mais perfeito que ele seja, Sydney se sente atraída por outra pessoa - alguém proibido para ela. E quando um segredo chocante ameaça deixar o mundo dos vampiros em pedaços, a lealdade de Sydney será colocada mais uma vez à prova. Ela confiará nos alquimistas ou em seu coração?

Se você ainda não leu o outro volume da série, essa resenha pode conter spoilers para você!    
 
Olás! Cá estou eu para falar um pouquinho a vocês sobre o segundo volume de Bloodlines, spin-off de Vampire Academy, O Lírio Dourado, escrito pela Richelle Mead e publicado pela Editora Seguinte aqui no Brasil. Como uma boa fã da autora da da série de livros que originou o spin-off, é claro que eu já fico mais do que ansiosa para ler algo relacionado. Apesar do primeiro volume ter me cativado mas não tanto quanto eu esperava, aguardava o segundo volume com bastante curiosidade.

Depois da solução do problema iniciado em Laços de Sangue, Sydney continua sua missão de tomar conta da princesa Moroi Jill. Apesar de sua educação como Alquimista, a cada dia que passa a jovem se vê mais apegada aos dhampirs e vampiros. Além desse fato, proibido pela comunidade em que é inserida, Sydney passa a namorar um rapaz um tanto... parecido com a moça. Mesmo tudo estando aparentemente normal, um antigo medo passa a cercar o mundo vampiro e é claro que Sydney não ficaria de fora.

Eu particularmente gostei demais do que encontrei em O Lírio Dourado. A série deu uma considerável melhora do primeiro ao segundo volume. A narrativa flui mais, os personagens estão melhores aproveitados e até a proposta feita pela Richelle Mead é mais interessante. E falando em personagens, eu particularmente gostei ainda mais porque um personagem maravilhoso de VA aparece constantemente nesse volume do spin-off. 

A Sydney melhorou muito seus atos e, em parte sua personalidade. Ela no início parecia uma personagem um pouco chata, mas está melhorando aos poucos sua maturidade. O Adrian é o mesmo de sempre, com as tiradas maravilhosas e o seu charme que não deixa o livro ficar parado em momento nenhum. A não ser aqueles em que ele não esteja presente.

 O clímax oferecido pela Richelle nesse volume é muito mais atrativo do que o que ela mostrou em Laços de Sangue. Eu já desconfiava de que ela poderia se aprofundar nesse tema em questão antes, mas fiquei bem feliz e surpresa dela ter mostrado isso no segundo volume. É uma proposta que se pode trabalhar bem e acho que vai ser o "conflito central" da série. Além disso, também acontece um prosseguimento de uma temática retratada em VA que não tinha tido continuidade.

É claro que o romance, não só o principal mas os adjacentes também, pelo visto só serão resolvidos no último volume da série. Mesmo assim, é bem óbvio o que acontecerá. A não ser que alguma coisa muito surpreendente aconteça na trama e confunda toda nossa cabeça.

Depois da leitura de O Lírio Dourado, fiquei bem mais animada para  os próximos volumes e para os próximos conflitos que a Richelle Mead pode trazer para a premissa. Estou gostando bastante do que eu estou lendo e nunca é demais ler um pouco daquela série que nós amamos, não é? O Feitiço Azul, terceiro volume da série, sai ainda esse semestre pela Editora Seguinte no país.

Comente com o Facebook:

Um comentário:

  1. Oi, Aline!

    Devo admitir que nunca li nada da autora UHUAH *apanhando*
    Essa série eu ainda não tinha visto muito sobre, ainda mais que andei por fora de tudo rs, mas legal saber que você se animou mais com a série depois desse! Toda série tem um livro mais chatinho, né? hahaha pelo menos os autores se recuperam!

    Beijos,
    Leeh - Caverna Literária

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© MEMÓRIAS LITERÁRIAS - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: SD DESIGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo