13/05/2013

Resenha | Príncipe Mecânico

Príncipe Mecânico
  • Autor: Cassandra Clare
  • Editora: Galera Record
  • Páginas: 406

Tessa Gray não está sonhando. Nada do que aconteceu desde que saiu de Nova York para Londres — ser sequestrada pelas Irmãs Sombrias, perseguida por um exército mecânico, ser traída pelo próprio irmão e se apaixonar pela pessoa errada — foi fruto de sua imaginação. Mas talvez Tessa Gray, como ela mesma se reconhece, nem sequer exista. O Magistrado garante que ela não passa de uma invenção. Para entender o próprio passado e ter alguma chance de projetar seu futuro, primeiro Tessa precisa entender quem criou Axel Mortmain, também conhecido como Príncipe Mecânico.

 
Se você ainda não leu o primeiro volume da série, essa resenha pode conter spoilers para você!



Olá pessoas! A resenha dessa segunda é do segundo livro da série As Peças Infernais, Príncipe Mecânico, escrito pela Cassandra Clare e publicado pela Galera Record aqui no Brasil. Todos sabem do meu amor pela autora e pela série Instrumentos Mortais, mas essa outra série, na minha opinião, é ainda melhor.  E, como se não bastasse, Príncipe Mecânico é melhor que Anjo Mecânico, primeiro volume. 

Em Príncipe Mecânico, depois de toda a mudança de Tessa de Nova York para Londres, sua descoberta sobre o mundo dos caçadores de sombras, além é claro de ser sequestrada e perseguida pelo Magistrado e seu exército mecânico, nossa protagonista precisa entender melhor o que realmente é, seus poderes e é claro, evitar que o Magistrado tome o poder e destrua o mundo dos shadowhunters em forma de vingança. Tudo isso em meio a viagens e novas descobertas.

Como eu imaginava, nesse livro a Cassandra Clare dá um enfoque ainda maior em outros personagens. Aliás, isso foi um dos pontos mais fortes, que eu particularmente gosto muito. A narração é em terceira pessoa e dá a possibilidade dela transitar em diversos pontos de vista importantes naquele momento. 

No caso de Príncipe Mecânico, um dos personagens mais ressaltados é Jem. Conhecemos um pouco mais sobre ele e nos encantamos o suficiente para afirmar que a Cassandra fez um trabalho e tanto em criar um triângulo amoroso realmente sofrível. Simplesmente, você fica com o coração na mão em relação a ele, ao Will e a Tessa.

E falando no Will, é claro que ele também aparece bastante no enredo. Depois de tudo o que aconteceu entre ele e a Tessa, os ânimos dos dois estão um pouco mais frios. Sabemos finalmente sobre o que se passa com o Will para ele ser tão distante com todos, incluindo um passeio sobre seu passado e sua família. 

O que eu tirei de mensagem desse livro em geral foi: Cassandra Clare é uma autora malvada ao extremo. Eu senti que ela pegou meu coração, o apertou e depois o fez em pedacinhos. Foi essa a sensação no decorrer e ao final da leitura de Príncipe Mecânico. É inacreditável o poder que essa mulher tem de crescer sua escrita e junto com isso maltratar (positivamente!) seu leitor.

Definitivamente, Príncipe Mecânico foi um livro extremamente tenso e denso de se ler. Quando vai chegando ao final da leitura, a tensão aumenta ainda mais e eu espero que no terceiro volume, ela quebre um pouco essa tensão, ara apaziguar os ânimos dos personagens e dos leitores.
 
Agradeço muito a Galera Record ter anunciado que Princesa Mecânica será lançada esse ano, porque se não, a coisa não ficaria bonita para o meu lado. Para os leitores, só um conselho: se você leu Instrumentos Mortais, por favor, se afunde na série As Peças Infernais. A qualidade da escrita da Cassandra aumentou e o enredo também é melhor.

 


Comente com o Facebook:

22 comentários:

  1. Ah amo os livros da Cassandre Clare <3 E estou ansiosíssima para a leitura deste, e Cidade das Almas pedidas!
    Ambos possuem capas maravilhosas (:
    ótima resenha!

    Beijos,

    Gabi
    Mundo Platônico
    http://gabiiem.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. AAAAH *_*
    Quero muito ler ele !!! Me encantei com a série as Peças Infernais e espero pirar mais ainda em Princípe Mecânico , a Malvada, quer dizer Cassandra , pelo visto mais nos deixar pior do que já estávamos com Anjo Mecânico né...

    ResponderExcluir
  3. Eu não consigo ficar tão impressionado com a autora desde Cidade dos Ossos, acho que foi o único livro dela que eu gostei. Depois ela foi caindo e caindo. Comecei essa outra série por conta da comoção, diziam que era melhor. Mas achei muito do mesmo rs

    Não gosto de personagens como Jace e o Will. E nada me tira da cabeça que a Tessa é uma Poção Polissuco com pernas e o casal que a recebe em Londres é a Molly e o Arthur Weasley.

    Quero terminar os livros delas só porque eu comecei, e para falar um cadinho mais sobre tudo de pottérico que tem.

    Abraço!

    PS: não me mata.

    ResponderExcluir
  4. Nem posso dizer o quanto quero ler esse livro ainda mais depois de tudo que você me contou (e pelo que conseguiu esconder de mim). Já estou me preparando para ter meu coração destruído pela malvada, quer dizer, pela Cassandra. Eu já sofri com Anjo Mecânico e aquele final. Imagina o que Príncipe Mecânico vai fazer comigo.

    ResponderExcluir
  5. Não faz isso comigo, Aline :(
    Já sofri com o final de Anjo Mecânico e to sofrendo aqui sem meu Príncipe Mecânico, depois dessa resenha sua xD
    Cassandra realmente fica mais malvada a cada livro, tá louco D: Ela ainda mata a gente
    hsuahsuahsuasuahs

    ResponderExcluir
  6. Resenha bem elaborada, abordando pontos fortes do livro, despertando o interesse dos leitores.

    ResponderExcluir
  7. Parece que ficou bom, e o que quero ver está nesse livro! Maldade, fiquei doida numa parte dele que não apareceu no primeiro e está nesse com certeza. E é bom não é? Adoro essa história já! *-*

    ResponderExcluir
  8. Eu ainda nem li o primeiro livro da série, mas já ouvi falar muito bem dele, e principalmente da autora, ainda não li nenhuma obra dela, mas pretendo ler logo.

    ResponderExcluir
  9. eu qapenas amo demais a Cass *-* os livros dela é simplesmente perfeito.. Ainda não comecei a ler As Peças Infernais por que ainda estou em Os Instrumentos Mortais e com a resenha a vontade de ler é maior kkkk otima resenha, bjs

    ResponderExcluir
  10. ai to doido pra ler a continuação de AM, eu li e adorei, acho q em PM tudo vai ir mais alem e com + tensidade pelo visto. essa cassandra eh malvada msm rs bjs

    ResponderExcluir
  11. Espero ansiosamente por esse livro, mas to evitando ler quaisquer resenhas depois que um sem noção soltou um spoiler do tamanho da Terra na resenha dele... mas Cassandra é divona *-*

    ResponderExcluir
  12. Oi Aline
    Li os três primeiros e como você me disse vou esperar lançarem ou outros para não morrer de (raiva )e de anciedade. Gostei muito , apesar de sentir uma grande vontade de matar a Cassandra Clary de vez em quando ...

    ResponderExcluir
  13. é um bom livro, cheio de misterio e curiosa

    ResponderExcluir
  14. Como ainda não li o primeiro livro, acabei pulando para os dois últimos parágrafos dessa resenha. Gosto quando livros desse gênero se tornam tensos. Rsrsrs O ruim é ter que esperar a continuação.
    E se uma narrativa que já era boa melhorou mais, já está mais do que na minha listinha de futuras aquisições.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  15. livro incrivel, muito bom mesmo, super forte e misterioso

    ResponderExcluir
  16. Quero muito ler os livros da Cassandra Clare, só vejo elogios em relação a eles, quero começar pelo menos o primeiro antes de ver o filme! Gostei bastante de sua resenha, bastante esclarecedora!

    Beijos, Blog Admirando os Livros.

    ResponderExcluir
  17. Vou pular então pois não li o primeiro volume mas já está em minha estante.

    ResponderExcluir
  18. Nossa eu amo a série Instrumentos mortais já li tudo que saiu aqui mas ainda não li essa série, já tenho primeiro, mas quero ter todos pra ler junto porque todo mundo diz ser muito boa e não quero ficar esperando, fico só lendo as resenhas e querendo ler tudo logo por que estou amando cada palavra do que leio.

    ResponderExcluir
  19. Aline, fiquei empolgada em ler este livros depois do nosso último encontro do clube do livro, quando você falou sobre eles. Já anotei a dica para compra-los na bienal e fiquei mais animada ainda agora que li aqui que Princesa Mecânica será lançado este ano.
    Abraços,
    Gisela
    @lerparadivertir
    LerparaDiverir

    ResponderExcluir
  20. Sou LOUCA pela série Mortal Instruments e quando descobri Infernal Devices pensei que não tinha chance de não me apaixonar também. Ganhei Clockwork Angel de aniversário e li na mesma noite!! Desde então estou louca para ler Clockwork Prince, enrolei enquanto lia City of Fallen Angels e City of Lost Souls, até que não aguentei de baixei o livro traduzido por fãs na internet, antes de ter lançado no Brasil, mas só consegui ler o primeiro capítulo e decidi esperar para ler quando tivesse o livro, o que posso ter se ganhar a promoção do site ;)

    ResponderExcluir
  21. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  22. Nunca li nenhum livro da Cassandra, ou da Malvada como foi mencionado, mas também nunca tive muito interesse pois achei que poderia ser apenas mais um desse gênero,(não me batam por isso) mas pelo que estou vendo, parece que ela tem seu toque único em seus livros que atrai todos. Confesso que fiquei interessada em ler os livros dela agora.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© MEMÓRIAS LITERÁRIAS - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: SD DESIGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo