15/05/2013

Resenha | O Duque e Eu

O Duque e Eu
  • Autor: Julia Quinn
  • Editora: Arqueiro
  • Páginas: 288
Simon Basset, o irresistível duque de Hastings, acaba de retornar a Londres depois de seis anos viajando pelo mundo. Rico, bonito e solteiro, ele é um prato cheio para as mães da alta sociedade, que só pensam em arrumar um bom partido para suas filhas. Simon, porém, tem o firme propósito de nunca se casar. Assim, para se livrar das garras dessas mulheres, precisa de um plano infalível. É quando entra em cena Daphne Bridgerton, a irmã mais nova de seu melhor amigo. Apesar de espirituosa e dona de uma personalidade marcante, todos os homens que se interessam por ela são velhos demais, pouco inteligentes ou destituídos de qualquer tipo de charme. E os que têm potencial para ser bons maridos só a veem como uma boa amiga. A ideia de Simon é fingir que a corteja. Dessa forma, de uma tacada só, ele conseguirá afastar as jovens obcecadas por um marido e atrairá vários pretendentes para Daphne. Afinal, se um duque está interessado nela, a jovem deve ter mais atrativos do que aparenta. Mas, à medida que a farsa dos dois se desenrola, o sorriso malicioso e os olhos cheios de desejo de Simon tornam cada vez mais difícil para Daphne lembrar que tudo não passa de fingimento. Agora ela precisa fazer o impossível para não se apaixonar por esse conquistador inveterado que tem aversão a tudo o que ela mais quer na vida.

Olá pessoas! A resenha de hoje é do primeiro romance histórico que eu li dessa leva de lançamentos da Editora Arqueiro, O Duque e Eu da autora Julia Quinn. Eu estava mesmo sentindo falta de ler um bom romance histórico. Fazia um bom tempo que não tinha a oportunidade de aproveitar algum e gostei bastante do que encontrei no livro da Julia Quinn.

Simon Basset, filho e agora Duque de Hastings, passou por um trauma na infância. E por tudo o que viveu está decidido a nunca se casar e formar uma família para dar continuidade a seu nome. Em contrapartida, temos Daphne Bridgerton uma jovem que está em uma idade muito propícia ao casamento e que tem um gênio e tanto, bem diferente das moças da sociedade londrina da época. Quando os dois se encontram, além de opiniões em comum, há muito por trás do que se espera de um simples cortejo entre o casal.

Pelo o que eu fiquei sabendo, O Duque e Eu é o primeiro livro de uma série. E além disso, deu para entender que cada livro daqui para frete falará um pouquinho sobre cada irmão e irmã de Daphne, o que é bacana porque acabamos não perdendo contato com os personagens dos volumes anteriores. 

Para quem já conhece o gênero de romance histórico, sabe que o molde do enredo já é um pouco pronto. Mocinha, mocinho e mais alguma trama por trás do romance. Confesso que é bem assim mesmo. Mas a escrita da Julia Quinn é bem envolvente e eu gostei muito de tudo o que ela mostrou durante o enredo.

Os personagens são bem feitos e tem personalidades muito bacanas. Daphne é um tanto tempestuosa e divertida, enquanto que Simon, apesar de um conquistador, percebe-se que é bem tranquilo e na dele. Ele passou por um problema na infância envolvendo seu pai que o moldou da forma como é hoje. Dá para entender um pouco do que ele quer, mas às vezes é só mesmo aqueles pensamentos de "pensornagem cabeça-dura", entendem?

Apesar de ser um livro previsível, foi um ótimo ponto de partida para a leitura desses novos romances históricos que estão sendo publicados por aqui. Não conhecia a autora e com certeza quero acompanhar os outros volumes. O livro é pequeno, e mesmo não tendo um espaçamento grande entre capítulos e tendo letras médias, é rápido de se ler.

Recomendo a todos que gostam de um romance gostoso e previsível. Dá para esquecer um pouco de outras leituras pesadas e se divertir com o que está proposto. Resta saber agora o que a autora vem trazendo para os próximos livros. Esse já deu uma abertura aos outros irmãos de Daphne e já dá para ter uma ideia de quem irá protagonizar o próximo.

Comente com o Facebook:

7 comentários:

  1. Que fofa a capa ! Adoro romances históricos e infelizmente li poucos !!!
    SIm, também acho eles meio previsiveis mais são leituras muito boas em que se deve fazer entre uma série outra ... adore a dica Aline!

    ResponderExcluir
  2. Esse livro está na lista dos livros que pedi de dia dos namorados HUSDHUAHDFASHUD ♥ só ouvi maravilhas sobre ele! Mas não sabia que poderia ser o primeiro de uma série, tomara que seja...

    ResponderExcluir
  3. Tem um tempo já que não leio romances históricos, mas apesar de serem bem previsíveis eu gosto. Eles não transportam para uma época tão empolgante. Esse livro já está na minha lista de quero ler.

    ResponderExcluir
  4. achei bem interessante , gostei demais da narrativa e da capa

    ResponderExcluir
  5. gostei bastante desse livro , é bem interessante e curioso

    ResponderExcluir
  6. Eu adoro romance histórico mesmo que seja previsível desde que o desenvolvimento seja interessante.
    Essa capa é linda, desde que eu vi na livraria eu quero comprar essa coleção.
    :)

    ResponderExcluir
  7. Gosto de intercalar esse tipo de leitura com aquelas mais pesadas e muitas informações sabe,fica mais leve a leitura sem dúvida.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© MEMÓRIAS LITERÁRIAS - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: SD DESIGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo