23/04/2013

Resenha | Adeus, por enquanto

Adeus, por enquanto
  • Autor: Laurie Frankel
  • Editora: Paralela
  • Páginas: 320
A talentosa autora de Atlas do amor inova em seu segundo romance, no qual conta a história do jovem casal que estendeu seu amor para além dos limites da vida. Não é milagre e nem magia, é pura ciência da computação. Graças ao software que Sam Elling, um divertido programador do MIT, desenvolve, torna-se possível conversar com projeções perfeitas de pessoas queridas que morreram. Assim, ele ajuda sua namorada a superar a perda recente da avó, mas não esperava que um dia fosse precisar se tornar usuário de seu próprio programa...


Olá pessoas! Hoje trago para vocês a resenha do livro Adeus, por enquanto escrito pela Laurie Frankel e publicado pelo selo Paralela da Editora Companhia das Letras. Fiquei curiosa por esse livro, já que me pareceu envolver romance e eu adoro um bom romance. Fui pensando que era uma coisa, mas acabei descobrindo que era um pouquinho diferente do que eu imaginava.

Em Adeus, por enquanto, somos apresentados a Sam um rapaz que trabalha em um site de encontros amorosos. O problema de tudo é que poucas pessoas percebem o sucesso desse "encontro" então para melhorar o funcionamento do site, Sam acaba criando um programa capaz de descobrir tudo em relação a uma pessoa pelo seu computador e dessa forma uni-la a uma outra com gostos e costumes parecidos. Só que, além de ajudar o site, Sam acaba conhecendo Meredith que é sua alma gêmea de acordo com o programa. 

Eles parecem ser perfeitos um para o outro, mas uma tragédia acontece na vida de Meredith e ela passa por uma terrível depressão botando em questão o relacionamento dos dois. Vendo como sua namorada está triste com sua perda, Sam faz um ajuste em seu programa e agora ele também passa a ter a capacidade de "conversar" com pessoas que já se foram. É claro que é apenas uma projeção do que aquela pessoa foi, mas apesar disso, trás conforto. E assim tudo vai se caminhando.

Como disse anteriormente, eu esperava uma outra coisa do livro, mas apesar disso ele é uma leitura bem bacana. Não espere uma história de amor de casal, mas sim de perdas e de algumas tristezas. Tudo o que o livro me passou foi que é preciso superar as dores que temos nas perdas, apesar dos pesares. Os personagens são muito humanos e demonstram toda a sua felicidade, tristeza e decepções.

Confesso que empaquei um pouco na narrativa da autora. Ela é um tanto detalhista e seus parágrafos de descrições são extensos, deixando os diálogos um pouco de lado no início. Livros assim deixam minha leitura um pouco menos dinâmica, mas tenho certeza que existem leitores que admiram muito toda essa calma em transmitir detalhes da história.

Além de tudo isso, é preciso ter mente aberta a leitura. Eu nem conseguiria imaginar como seria o mundo se um programa ou algo do gênero como isso existisse. Dá para refletir um bocado sobre todas as consequências e questões acerca do assunto. Mas isso é de cada pessoa. 

Achei válida a ideia da autora, mas a história não me conquistou como imaginei. Muitas pessoas ficarão encantadas e muitas vão preparar lenços. É um enredo tocante que vai fazer com que alguns não se interessem tanto, mas se tornar uma leitura emocionante para outros.

Comente com o Facebook:

9 comentários:

  1. Aline, uma das coisas que me fez ter dúvida sobre solicitar esse livro é exatamente esse contra que você apresentou sobre a narrativa da autora. Eu li "O Atlas do Amor", que, claro, é dela também e tive a mesma impressão que você teve. Meio que travamos na leitura por conta disso aí.

    Seria estranho mesmo um programa de computador com essa ideia, mas acho que não é algo muito distante. Sei que é diferente, mas já viu aquelas hologramas que alguns artistas criaram e mostraram em show com "participação" de artistas já falecidos? Haha.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  2. Achei a capa e título desse livro totalmente sensacionais de tão incríveis. Mas depois da sua resenha fiquei com dúvidas e com medo de que minhas expectativas não sejam supridas o que de alguma forma fique decepcionado com o livro. Não conheço outros livros da autora, nem como é sua narrativa, mas... acho que vou esperar um pouco para poder lê-lo. - Felipe (A Hora do Livro)

    ResponderExcluir
  3. Ai... quando vi que vc escreveu que a autora é detalhista já me deu uma agonia... não gosto de autores que detalham demais uma cena... é tanto detalhe que no fim vc acaba perdendo o foco do que realmente esta acontecendo no momento no livro.
    Não sei se fiquei muito animada para este livro não..rsrs

    ResponderExcluir
  4. achei uma leitura bem interessante, gostei do estilo e da capa do livro!

    ResponderExcluir
  5. gostei bastante da resenha, muito curiosa e sem duvida merece nota 10!

    ResponderExcluir
  6. Anw ! Estou bem curiosa por este livro !!!
    A um tempinho já ando babando nele nas livrarias... Gostei da tua resenha mas quero tirar minhas próprias conclusões já que voce disse que o livro pode ser bem emocionante :]

    ResponderExcluir
  7. A premissa é bem diferente.
    Acho que vale uma chance a leitura, :)

    ResponderExcluir
  8. Que livro diferente acho que a historia dele deve ser bem interessante mesmo, acho que a simplicidade da capa a deixou muito bonita quero ler esse livro.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© MEMÓRIAS LITERÁRIAS - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: SD DESIGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo