19/03/2013

Resenha | Um Motim no Tempo

Um Motim no Tempo - Infinity Ring
  • Autor: James Dashner
  • Editora: Seguinte
  • Páginas: 248

Quando os melhores amigos Dak Smyth e Sera Froste descobrem o segredo da viagem no tempo - um dispositivo portátil conhecido como Anel do Infinito -, eles acabam envolvidos numa guerra secreta que existe há muitos séculos e decidirá o futuro da humanidade. Recrutados pelos Guardiões da História, uma sociedade secreta que existe desde Aristóteles, as crianças descobrem que a história havia saído desastrosamente de seu curso natural. Agora, Dak, Sera e Riq, o jovem guardião em treinamento, devem voltar no tempo para corrigir as Grandes Fraturas - e, no caminho, ainda salvar os pais de Dak. A primeira parada é na Espanha de 1492, quando um navegador chamado Cristóvão Colombo está prestes a ser lançado ao mar, durante um motim terrível.


Olá pessoas! Hoje trago para vocês a resenha do livro Um Motim no Tempo, primeiro volume da série Infinity Ring, escrita pelo James Dashner e publicada pela Editora Seguinte aqui no Brasil. Esse livro faz parte de uma série de sete volumes, e o lançamento do último volume está planejado pela outubro de 2014. Para quem ainda não sabe, a série será escrita por autores diferentes em casa volume. O livro já está em pré-venda e seu lançamento ocorre no início de abril.

Em O Motim no Tempo, somos apresentados a dois pré-adolescentes um tanto inteligentes, Dak que adora e sabe tudo sobre histórias e acontecimentos mundiais e Sera, sua grande amiga e também muito inteligente em tecnologias. A partir de um acontecimento envolvendo os pais de Dak, os jovens acabam encontrando um dispositivo de viagem no tempo, o Anel do Infinito. E, junto com sua descoberta, e com o aumento do poder de uma organização muito suspeita no mundo, Dak e Sera passam a saber que a história mundial passou por muitas mudanças e que não devia ter acontecido como aconteceu. E eles tem o dever de tentar mudar o rumo da história mundial e quem sabe, mudar o futuro.

Eu não sabia muito a respeito do livro logo no seu lançamento, mas assim que li sua sinopse e vi que tinha um tanto de história mundial nele, me interessei na hora. Eu adoro história mundial e adorei a maneira como o livro trouxe isso aos leitores. Apesar de ser um infanto-juvenil, o autor mostrou personagens muito bacanas e de certa forma, um tanto maduros por tudo o que eles passaram e o que teriam que passar.

A história abordada nesse volume é sobre a Descoberta da América, envolvendo tudo o que está de "errado" e, talvez quem sabe, mudaro curso da história. O livro flui muito bem, já que é pequeno e os capítulos são bem distribuídos e você mal nota que já passou da metade em instantes. A narrativa é em terceira pessoa, mas apesar disso o narrador fica transitando entre as visões de Sera e Dak.

Novos personagens são colocados ao longo do enredo, mas é bom ter essa surpresa na leitura. Alguns são bem importantes e dão a entender que vão permanecer na história até o final da série. O final do livro é de matar! Você já tem uma noção de que parte da história a premissa do segundo livro vai partir, e isso me deixa ainda mais curiosa, porque eu adoro essa parte da história que será abordada no volume seguinte.

Então, se você gosta daquela leitura infanto-juvenil com cenários históricos, e porque não, um tantinho de distopia escondido, a série Infinity Ring chegou com tudo e vale a pena investir, até porque seu lançamento já está bem traçado e não vai nos deixar tão ansiosos. Mal posso esperar para conferir o que o próximo autor trouxe para os leitores no segundo volume.

Comente com o Facebook:

15 comentários:

  1. um boa resenha, me deixou curiosa

    ResponderExcluir
  2. eu gostei muito desse livro parece ser intrigante

    ResponderExcluir
  3. sua resenha fico fantastica parabens

    ResponderExcluir
  4. A capa não me atraiu muito...
    Mas depois que li a sinopse comecei a achar a história interessante mesmo sendo um livro mais voltado para o publico infanto-juvenil.

    ResponderExcluir
  5. Uau parece ser um livro legal apesar do nome meio estranho e a capa que não é bonita na minha opinião eu só li porque dava de perceber que tinha lago haver com o tempo e eu adoro livros assim.

    ResponderExcluir
  6. Aline que legal o livro!! Também adoro história, e mudar os acontecimentos é na maioria das vezes divertido. =D Me assustei quando vi o número de páginas: 248 só?? Mas é até bom não se prolongar em um volume e no segundo ficar morno sem ação, mas será que com a mudança de autores o ritmo permanece o mesmo?
    Fiquei mais curiosa =D
    bjs

    ResponderExcluir
  7. Nao gosto muito de juvenis mas quando se trata de contextos históricos posso dar uma chance !
    Esperarei lançar todos antes de iniciar a leitura deste

    ResponderExcluir
  8. um livro interessante, gostei demais

    ResponderExcluir
  9. gostei bastante da resenha , é um livro que eu adoraria ler

    ResponderExcluir
  10. Estou procurando outras leituras no momento. Tem muitos juvenis no momento heim!

    ResponderExcluir
  11. Achei esse livro bem legal, mas não me interessei a ler no momento. Sei lá, depois de ler umas resenhas fiquei com a sensação que já li o livro...preciso esquecer esses spoilers...

    ResponderExcluir
  12. livro bem legal, gostei demais! massa massa

    ResponderExcluir
  13. Oiii aline adoreiii, parece ser bem legal!!! Mais um pra minha lista!!! ebaaa

    ResponderExcluir
  14. Se tem um pouco de distopia, estou dentro! Adoro distopias e livros infanto-juvenil, espero ter a oportunidade de ler o livro!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© MEMÓRIAS LITERÁRIAS - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: SD DESIGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo