03/09/2012

Resenha de "Óculos, Aparelho e Rock n' Roll"

Óculos, Aparelho e Rock n' Roll
  • Autor: Meg Haston
  • Editora: Intrínseca
  • Páginas: 304
Super-rigorosa e cheia de estilo, Kacey Simon dita as tendências na escola Marquette. Ela anda com as garotas mais bonitas e populares e tem seu próprio programa de TV no canal do colégio, dando conselhos e explicando para seus colegas a verdade nua e crua - quer eles queiram ouvir, quer não. Mas então uma infecção ocular e uma visita ao dentista deixam Kacey com óculos fundo de garrafa, a boca cheia de metal e... a língua prefa. Rejeitada pelos amigos populares, ela despenca da pirâmide social de forma tão dramática que fica difícil enxergar o topo, mesmo com aquelas duas lentes de aumento no rosto. Sem ter mais a quem recorrer, Kacey começa a andar com uma vizinha nerd e um garoto que leva a vida num ritmo próprio - na verdade, no ritmo do baterista de sua banda. Ele a quer como sua vocalista, mas ela está decidida a recuperar seu trono. Será que Kacey vai alcançar o topo novamente? Ou vai descobrir que chegar ao fundo do poço meio que é... o máximo? Nesse divertidíssimo romance, Meg Haston conta a história de uma garota malvada que, com um bom par de óculos, passa a enxergar melhor não só as coisas, mas também a vida. O livro deu origem à série de tevê "How to Rock", recém-lançada pelo canal Nickelodeon.

Oi peps! Hoje eu trago a resenha do livro Óculos, aparelho e rock n' roll da autora Meg Haston, publicado aqui no Brasil pela Editora Intrínseca. A capa do livro é muito chamativa e bem bonita, principalmente com os desenhos pretos contrastando com o rosa fluorecente do título. Além disso, toda a diagramação interna também combina com a capa e o tipo do livro.

Digo isso porque o livro é bem juvenil. Conta a história de Kacey que não pode querer mais nada da vida aos seus 13 anos com amigas e super popularidade na escola, já que irá ser a protagonista de uma peça de teatro, além de ter seu próprio "jornal" dentro da escola. Tudo isso muda repentinamente quando ela precisa mudar sua aparência física com óculos e aparelho dentário tudo em uma mesma leva. E assim a história segue.

Como eu disse anteriormente o livro é bem teen, o que trás também a ideia de ser bem leve, o que ele é mesmo. Você o lê tranquilamente em uma tarde ou um dia que não tem muita coisa a fazer. A escrita da autora dá essa oportunidade de se ler bem rápido.

Sobre a protagonista. Kacey inicialmente é uma egocêntrica e insuportável, já que se acha a honestidade em pessoa e para isso não mede esforços de mostrar sua "sinceridade" nas pessoas, incluindo suas amigas mais próximas, e com isso ferindo seus sentimentos mesmo Kacey dizendo que essa não é sua intenção. Eu fiquei bem chocada com a atitude da protagonista em seus 13 anos. Nessa época eu era bem criança ainda (do tipo brincar mesmo na rua sem julgar, enfim...), então por isso minha reação.

Mas então a autora trás essa surpresa para ela e para os leitores porque depois dessa mudança considerável do aparelho e óculos, Kacey fica bem mais aceitável e mais humana com os outros, já que agora ela é a pessoa que ninguém na escola quer ser amigo/não é mais popular. E, além da mudança dela, nós temos a aparição de personagens bem bacanas que dão mais graça a história, como Paige e Zander.

Ainda há muitas outras coisinhas que acontecem no livro e que assim que ele termina você fica com a sensação que faltam diversas explicações. E eu digo o porquê: o livro não é único, e sim uma série. Fiquei um pouco decepcionada com isso, até porque já existem tantas séries, e acho que nesse caso não tinha necessidade da autora. Apesar disso, eu quero ler o próximo volume. E indico para aqueles que gostam de literatura bem mais juvenil e leve.


Comente com o Facebook:

16 comentários:

  1. Hum achei muito teen o tema e gosto de explicações a fim de não ter pontas soltas.Fora que o fato de ser uma série me deixa desamimada para ler.

    ResponderExcluir
  2. Muitos blogs estão resenhando esse livro de forma positiva, então acho que vale a pena ler.

    ResponderExcluir
  3. Eiii Nossa Aline, parece ser bem legal!!! Eu não dava tanto por ele, mas com sua resenha vale a pena!!! bjs

    ResponderExcluir
  4. Livros juvenis só agora os que já tenho aqui em casa, mesmo assim estão no fim da lista. A não ser um muito bom como "Como se livrar de um vampiro apaixonado"...
    um abraço
    Gisela - Ler para Divertir

    ResponderExcluir
  5. a historia traz uma ideia do nosso cotidiano está cheio de Bullying e é uma ideia a pessoa passar por aquela mesma situação na pele pra sentir oque realmente está fazendo e assim até poder o seu jeito para melhor ,é eu acho que leria o livro sim em alguma oportunidade

    ResponderExcluir
  6. Achei a premissa super fofa, mas realmente dá pra ver que o livro é BEM teen, o que não faz mais muito meu gênero!

    ResponderExcluir
  7. Não gostei da capa desse livro, vi na livraria e achei escandalosa :( Também o gênero não me atraiu.

    ResponderExcluir
  8. Apesar de de inicio achar que é um livro mais para foco teen, quando li sobre ele me interressei e fiquei com vontade de ler a história.

    http://tempestadedeinformacao.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Livros tão jovens assim servem pra se ter uma leitura mais leve e agradavel, então acho massa.

    E eu concordo com sua visão de menina de 13 anos. Brinquei de barbie até 13 e na rua até 14, então _o_

    ResponderExcluir
  10. Acho que todo mundo passa por essas fases adolescentes... Então é fácil se identificar.

    A história parece ser leve e divertida, o livro deve ser bem gostoso de ler.

    Eu também achei a capa bem bonitinha.

    Thais Vianna
    @dathais
    dathais@hotmail.com

    ResponderExcluir
  11. Gostei da resenha, mas o que não me agradou nesta história é que há tantos clichês, além de ser uma série.

    ResponderExcluir
  12. Estou meio surpresa, não sabia que esse livro pertencia a uma série e muito menos que tratava de algo assim.
    Justamente pelo fato do livro ser mais juvenil e por causa do jeito que são os personagens que eu acabei totalmente sem vontade de ler o livro. Achei bobo, não quero mais ler o livro, esperava algo diferente.

    ResponderExcluir
  13. Deve ser um livro bem interessante, porque fala sobre um assunto que atualmente está em discussão, o bullying. Fácil para qualquer adolescente se identificar. Beijos!

    ResponderExcluir
  14. achei a resenha incrivel, muito boa mesmo.. a capa dele é divertida inspira coisas legais! bem juvenil amei !

    ResponderExcluir
  15. Adorei a capa do livro. é perfeita demais. A resenha ficou ótima.
    beijos

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© MEMÓRIAS LITERÁRIAS - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: SD DESIGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo