09/04/2012

Resenha de "Tamanho 42 não é gorda"

Tamanho 42 não é gorda
  • Autor: Meg Cabot
  • Editora: Galera Record
  • Páginas: 416

Neste novo sucesso, Meg Cabot nos apresenta Heather Wells, uma cantora pop que chegou a um ponto nada desejado de sua carreira artística: o fundo do poço. Nenhuma gravadora se interessa por suas músicas, o pai está atrás das grades e a mãe fugiu para Buenos Aires com todo o seu dinheiro... Mas, quando Heather arruma um trabalho de inspetora em uma faculdade, tudo muda... ou, pelo menos, é o que parece.


Olá people! A resenha da vez é do livro Tamanho 42 não é gorda, livro da diva Meg Cabot. Sim, eu demorei 200 anos para ler essa série da Meg por conta de tempo e dinheiro. Mas agora que as promoções estão rolando soltas, a oportunidade chegou e eu aproveitei. 

Para quem ainda não conhece, Tamanho 42 não é gorda é uma trilogia que trás a maluca vida de Heather, uma mulher que na adolescência, era uma estrela da música pop. Mas depois de querer cantar suas próprias músicas, Heather foi literalmente chutada da gravadora e de sua vida glamorosa. Agora ela é inspetora de uma faculdade em Nova York e vive de favor na casa do irmão de seu ex-namorado famoso.

Só em ler isso eu já comecei a rir. Todos os chick-lits da Meg tem esse poder sobre mim de rir a toa. Heather é uma personagem extremamente engraçada e que tem ideias malucas (apesar de muitas vezes estarem certas). Além de toda a confusão que sua vida lhe proporcionou, agora ela resolveu investigar um crime ocorrido na faculdade em que trabalha.

Apesar de ser um livro grosso e em páginas brancas (ponto negativo), você não se cansa de ler. Assim como os outros livros da Meg, a narrativa é leve e muito envolvente. E ainda por cima tem um mistério que nós queremos resolver junto com Heather.

É claro que o romance tem que estar presente. Nem que seja só pelo lado de Heather. Isso porque a nossa protagonista é apaixonada por Cooper (o irmão do seu ex), e seus pensamentos em relação a esse romance platônico são muito hilários.

Adorei o desfecho da trama e recomendo muito a leitura para quem está a fim de rir. Quando você termina de ler e descobre que tem mais dois livros, você mal pode esperar para saber qual vai ser o próximo caso em que Heather vai se meter e vai nos dar momentos de gargalhadas altas em lugares públicos (ônibus... acontece muito comigo =D).


Comente com o Facebook:

17 comentários:

  1. Eu adorei esse livro quando eu o li, e preciso urgentemente dos outros, quem sabe o submarino não ajude *-*
    Beijos,K.
    Girl Spoiled

    ResponderExcluir
  2. Eu quero comprar esse livro desde que eu soube que era romance policial (que eu adoro!!) e é da Meg, então não tem como não ser bom. Mas cadê o dinheiro!! É muito livro bom e pouco dinheiro (e espaço na estante!!).
    Até mais.

    ResponderExcluir
  3. Que bom que você finalmente consegui esse livro. Toda vez que você via o livro gritava desesperadamente “eu quero esse livro, eu quero esse livro”. Já o tinha lido, internete claro (eita livro caro).
    Bem adorei o livro e sua resenha esta ótima (como sempre).
    Parabens!!!

    ResponderExcluir
  4. Sempre gostei dos livros da Meg, mesmo aqueles que não são tão brilhantes ou recordes d evendas. sempre acho algo Meg em cada um deles. Gostei da resenha e vou procurar lê-lo em breve.
    abraços.

    ResponderExcluir
  5. Carla Castanheira11 de abril de 2012 08:56

    oi ALine,
    Eu adoro essa série, a Heather é tão atrapalhada e o amor dela pelo ex-cunhado dá uma temperada no livro...
    Estou doida para ler o Tamanho não importa que é o 4º livro da série...

    beijos,

    ResponderExcluir
  6. Chick-lit com ação e suspense??!! To dentrooo!! Cada vez aumenta mais minha vontade ler esse livroo! XD

    ResponderExcluir
  7. Nunca li nada da autora. Com essa capa e título, achei que fosse um auto-ajuda do universo teen! Mas parece divertido, hein? Quero ler!

    ResponderExcluir
  8. Aline, amore, você me deixou curiosa quanto ao livro. Já vou marcar na minha lista de desejado.
    Obrigada por essa resenha maravilhosa.
    bjus noc core

    ResponderExcluir
  9. Tem tanto tempo que não lei nada da Meg. Preciso voltar a ler e esse parece ser um bom começo (se não fosse o preço). Eu ri só de ler a sua resenha imagina com o livro.

    ResponderExcluir
  10. A Meg como sempre me impressionando *-* eu adoro o estilo de escrita dela, tão gostoso ler os livros dela!

    ResponderExcluir
  11. E sem duvida esse livro eu vou querer, até porque o titulo é minha cara... kkk

    ResponderExcluir
  12. A Meg é uma das melhores autoras de livros juvenis. Parece que ela pensa como eles.
    E não mantém o mesmo estilo, está sempre variando os seus temas.
    Esse eu ainda não li.
    um abraço
    Gisela - Ler para Divertir

    ResponderExcluir
  13. Lendo a resenha só imaginei uma Hannah Montana que não ganhou a vida kkk

    ResponderExcluir
  14. fiquei impressionada com a resenha muito boa, estou amando tudo que encontro no blog parabens

    ResponderExcluir
  15. ficou muito boa a sua resenha , interessante, e criativa

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© MEMÓRIAS LITERÁRIAS - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: SD DESIGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo