12/04/2012

Resenha de "O Melhor de Mim"

O Melhor de Mim
  • Autor: Nicholas Sparks
  • Editora: Arqueiro
  • Páginas: 272

Na primavera de 1984, os estudantes Amanda Collier e Dawson Cole se apaixonaram perdidamente. Embora vivessem em mundos muito diferentes, o amor que sentiam um pelo outro parecia forte o bastante para desafiar todas as convenções de Oriental, a pequena cidade em que moravam. Nascido em uma família de criminosos, o solitário Dawson acreditava que seu sentimento por Amanda lhe daria a força necessária para fugir do destino sombrio que parecia traçado para ele. Ela, uma garota bonita e de família tradicional, que sonhava entrar para uma universidade de renome, via no namorado um porto seguro para toda a sua paixão e seu espírito livre. Infelizmente, quando o verão do último ano de escola chegou ao fim, a realidade os separou de maneira cruel e implacável. Vinte e cinco anos depois, eles estão de volta a Oriental para o velório de Tuck Hostetler, o homem que um dia abrigou Dawson, acobertou o namoro do casal e acabou se tornando o melhor amigo dos dois. Seguindo as instruções de cartas deixadas por Tuck, o casal redescobrirá sentimentos sufocados há décadas. Após tanto tempo afastados, Amanda e Dawson irão perceber que não tiveram a vida que esperavam e que nunca conseguiram esquecer o primeiro amor. Um único fim de semana juntos e talvez seus destinos mudem para sempre. Num romance envolvente, Nicholas Sparks mostra toda a sua habilidade de contador de histórias e reafirma que o amor é a força mais poderosa do Universo - e que, quando duas pessoas se amam, nem a distância nem o tempo podem separá-las.

Olá pessoas! A resenha de hoje é do primeiro livro do Nicholas Sparks lançado pela Editora Arqueiro, O Melhor de Mim. Como todos sabem, Nicholas Sparks tem o poder de me fazer chorar rios sempre que ele pode. E com esse livro não foi diferente. E além de tudo isso, ele também sempre me dá esperanças e me faz acreditar que o amor verdadeiro, não importa qual seja, ainda existe e muito por esse mundo. Apesar de ser ficção, suas histórias podem acontecer em qualquer lugar desse planeta.

Em O Melhor de Mim, conhecemos um pouco sobre a história de Dawson, um homem solteiro que trabalha e leva sua vida tranquilamente, até que recebe um telefonema e descobre que um amigo de longa data que vivia em sua cidade natal, morre. Conhecemos também Amanda, uma mulher já com sua família formada que conhecia esse mesmo senhor que faleceu. O que une Dawson e Amanda? O primeiro amor da adolescência que eles nunca puderam esquecer, apesar do tempo.

É claro que além disso, existem diversos conflitos inseridos. Com a morte do amigo Tuck, Dawson e Amanda acabam se encontrando para uma última despedida ao personagem e com isso, relembrar tudo o que ocorreu no passado e ter a certeza de que o amor de sua vida está bem ali. 

Quando me deparo com um novo livro do Nicholas Sparks eu fico realmente surpresa (e feliz!) por um autor ter tantas ideias sobre um tema e um estilo de escrita, e ainda sim ter livros tão diferentes um do outro. É claro que existem aqueles livros que mais gosto, e O Melhor de Mim com certeza entrou nessa galeria. 

É claro que enquanto leio o livro (aliás, qualquer livro dele) eu sempre torço para que o casal principal, apesar de todos os problemas, fiquem juntos no final. É mais forte do que eu. Mas esse livro (assim como muitos outros) é mais que isso. Existe uma lição muito bonita e um crescimento de personagens. Amanda é uma personagem muito confusa com o que quer em relação a sua vida. Com uma família já formada, você percebe o quanto ela fica dividida em toda a história. Eu entendi perfeitamente seus sentimentos e acho que todos entendem.

Entretando, Dawson já é bem diferente. Como sua vida é muito tranquila e sem tantas responsabilidades, seu amor por Amanda nunca morreu e, no fundo, ele sempre a esperou de qualquer forma, apesar da distância e de todas as complicações que passaram quando eram mais novos que atrapalharam o casal a ficar juntos. 

A narrativa é intercalada em vários pontos de vista, não só entre os personagens principais, mas também entre os coadjuvantes quando necessários. E eu preciso frissar. Apesar do não aparecimento "fisíco" de Tuck, ele faz uma grande parte da história, com suas cartas e suas lições de vida aos dois.

Resumindo, me emocionei bastante com o livro. Para quem é fã, já pode esperar um livro maravilhoso e que nos mostra que o verdadeiro amor está acima de tudo, nos pequenos detalhes e nas lembranças. Para quem ainda não conheçe o trabalho do autor, essa é uma oportunidade incrível de conhecer. Lembranças, desilusões, perdão, culpa e amor estão estampados ao longo da narrativa e eu simplesmente me torno ainda mais romântica a cada livro que leio do incrível Nicholas Sparks.

Comente com o Facebook:

28 comentários:

  1. Flor confesso não li toda a resenha por medo dos espolies :( Eu amo os livros do Sparks e esse ta na lista, mas assim que eu ler venho comentar aqui ok? Sei que a resenha esta ótima mesmo sem ler, o nível daqui só sobe :D BJOS

    ResponderExcluir
  2. • Adoro livros que falem de amor eterno, sublime e sincero.
    • Li hoje, em uma revista antiga, dessas de recepção de consultório médico (não lembro bem qual o nome) mas, a matéria falava sobre mulheres que exigem demais dos seus companheiros afetivos, que buscam o homem perfeito. No meio da matéria uma frase me chamou a atenção e que lembrei agora ao ler sua resenha, falava sobre o primeiro amor nunca ser o ideal, perfeito e eterno pois não seria o primeiro e sim o único, já que mencionava que as mulheres em questão procuravam por isso. Lembro-me que no momento que vi a matéria concordei com essa “teoria” afinal para ser o primeiro tem que ter no mínimo um segundo e eu não acredito nessa de você amar duas pessoas ao mesmo tempo. Contudo, lendo a resenha pensei: você pode se reapaixonar por essa pessoa ou nunca ter a esquecido? Qual será o dilema da Amanda? Bem só lendo para saber . Otima resenha, beijinhos...

    ResponderExcluir
  3. Olha, é um trama muito lindo, duas pessoas que se encontram depois de tanto tempo! E ainda sentem alguma coisa um pelo outro! Sem duvida um interessante livro...

    ResponderExcluir
  4. Eu simplesmente amo todo os livros do Nicholas Sparks. Tudo que ele escreve é muito bom e sempre nos faz refletir sobre o amor e as peças que o destino prega. Eu comecei aler esse livro essa semana. Não pude resistir depois de tudo que vc me disse. Ótima resenha ^.^

    ResponderExcluir
  5. Aline,só de saber que o livro é do Nicholas Sparks, já sabemos que é ótimo! Sua resenha só me fez querer lê-lo ainda mais e poder renovar a fé no amor!

    ResponderExcluir
  6. Amei a resenha já estou louca para ler , está na minha fila de espera

    beijos

    ResponderExcluir
  7. Eu li apenas um livro do Nicholas Sparks e achei muito linda a história e quero muito ler outras obras dele.
    Mesmo pela resenha desse livro ser parecido com o que eu li, na parte de serem um casal que não podem ficar juntos por causa de classe social diferente, tenho vontade de ler esse livro.
    Gostei da resenha.

    ResponderExcluir
  8. Se eu disser que ainda não li nada do Nicholas Sparks você acredita? Explico o motivo: tenho evitado a "choradeira" e coisas muito sentimentais, que vão ficar na minha cabeça por muito tempo. Mas "O melhor de mim" até que acendeu uma vontadezinha de ler, agora com sua resenha. Vamor ver mais pra frente se me arrisco nas emoções de Nicholas Sparks.

    ResponderExcluir
  9. Eu tenho vontade, sim, de ler o livro, apesar de ter um pé atrás com o Nicholas Sparks (não consegui terminar o A Última Música, achei super enrolado, mas não vou abandonar. Vou pegar em outro momento)
    Acho ótimo quando os autores fazem esse acompanhamento psicológico com os protagonistas. Acabei de sair de uma leitura assim, então estou na vibe.


    beijos

    Regina

    ResponderExcluir
  10. Ai ALine, ta ai um livro que me fez derramar rios de lágrimas, a cada livro do Nicholas que eu leio mais eu me emociono, não sei o que acontece comigo e olha que nem sou manteiga derretida e nem nada.
    Este foi ainda mais emocionante que Um Homem de Sorte.

    ResponderExcluir
  11. ALine,
    Ainda não li livro deste autor, sendo que tenho dois aqui na minha lista de espera.
    Mas este é mais um que com certeza tenho vontade de ler, achei a capa linda!
    Este comentário sobre serem tristes as histórias que ele escreve no final ou no livro em si, me deixam com certo receio de ler, pois sou do tipo que gosto de finais felizes, de contos de fadas, mas sei que nem sempre é assim!
    Adorei sua resenha!!

    ResponderExcluir
  12. Carolina Coutinho12 de abril de 2012 18:32

    ALine,
    Eu li só Um Homem de Sorte do Nicholas e gostei bastante.
    Não gosto de livros previsíveis =/ isso acabou me desanimando um pouco...
    Mas é claro que se o livro cair nas minhas mãos ele será devorado como todos rsrs

    ResponderExcluir
  13. eu sou daquelas pessoas que não são fãs de Nicholas Sparks, mas que morrem de vontade de ler todos os seus livros.
    Não sou fã por saber que ele tem uma fórmula para escrever, mantendo aquele famoso clichê. Mas tenho vontade de ler porque ainda consigo me encantar com alguns de seus livros.
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Aah, Aline, resenha linda!!
    Não consegui achar o final previsível, porém. Bom, a não ser pelo sentimento que vinha chegando nos últimos capítulos, de "Isso vai realmente acontecer?" Eu me emocionei muito com aquele final, mais do que com o dilema de Amanda. Mas, no geral, é um livro que me fisgou por completo. EStá no topo dos favoritos

    ResponderExcluir
  15. Ai amei a resenha, fiquei com ainda mais vontade de ler algum livro do Nicholas Sparks, eu só li um livro dele e morro de vontade de ler os outros, principalmente este.
    Bjs

    ResponderExcluir
  16. Sou fã deste autor e quero ler este livro cuja a capa me conquistou.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  17. Tenho que ler algo sobre este autor!! Nossa como ele lança livros! Ele é quase uma máquina de escrever livros.
    um abraço
    Gisela - Ler para Divertir

    ResponderExcluir
  18. Não gosto muito do Nicholas Sparks, mas sua resenha é tão surpreendente que me fez querer ler o livro.

    ResponderExcluir
  19. comeceia ler esse livro e naum tava gostando , mais quando chegou no final me emocionei demais, chorei em bicas

    ResponderExcluir
  20. titio nicholas surpreende, quando cheguei qse no fim ja tava achando besta , mas quando li o fim fiquei bege , nunca imaginei

    ResponderExcluir
  21. Vou te contar que esse livroe está aqui do meu lado prontinho pra ser lido *.*

    Já tenho a consciencia de que eu vou chorar demais kkk *sou uma chorona nata

    Mas pelo menos o livro tem final feliz? Pelo que eu percebi sim, ou eu estou doida?

    ResponderExcluir
  22. esse livr oé muito bom, recomendo demais, uma historia de amor sem tanta falsidade!

    ResponderExcluir
  23. quando li me emocionei demais, um amor verdadeiro vence barreiras

    ResponderExcluir
  24. Fiquei com vontade de ler o livro só sabendo quem o havia escrito agora com esse resenha minha vontade aumentou, adoro romances com historias bonitas de verdade, no qual o amor realmente é verdadeiro e se faz de tudo pela pessoa amada.

    ResponderExcluir
  25. Amo quase todos os livros de Nicholas Sparks, gosto muito da escrita, nos faz ficar muito mais envolvidos com o livro. Gostei muito da resenha e parece que quando puder ler vou gostar muito desse livro.

    ResponderExcluir
  26. achei muito legal, me surpreendi com o final, o nicholas arrazou cm o final desse livro

    ResponderExcluir
  27. eu amei , me emocionei , chorei , esse livro é tocante

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© MEMÓRIAS LITERÁRIAS - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: SD DESIGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo