13/02/2012

Resenha de "Um Mundo Brilhante"

Um Mundo Brilhante 
  • Autor: T. Greenwood 
  • Editora: Novo Conceito
  • Páginas: 336
Quando o professor Ben Bailey sai de casa para pegar o jornal e apreciar a primeira neve do ano, ele encontra um jovem caído e testemunha os últimos instantes de sua vida. Ao conhecer a irmã do rapaz, Ben se convence de que ele foi vítima de um crime de ódio e se propõe a ajudá-la a provar que se tratou de um assassinato. Sem perceber, Ben inicia uma jornada que o leva a descobrir quem realmente é, e o que deseja da vida. Seu futuro, cuidadosamente traçado, torna-se incerto, pois ele passa a questionar tudo à sua volta, desde o emprego como professor de História, até o relacionamento com sua noiva. Quando a conheceu, Ben tinha ficado impressionado com seu otimismo e sua autoconfiança. Com o tempo, porém, ela apenas reforçava nele a sensação de solidão que o fazia relembrar sua infância problemática. Essa procura pelas respostas o deixará dividido entre a responsabilidade e a felicidade, entre seu futuro há muito planejado e as escolhas que podem libertá-lo da delicada teia de mentiras que ele construiu. Esta, enfim, é uma história fascinante sobre o que devemos às pessoas, o que devemos a nós mesmos e o preço das decisões que tomamos.
Olá pessoas! Hoje eu trouxe a resenha de Um Mundo Brilhante, livro da Editora Novo Conceito. A primeira vista, o livro tem uma capa muito linda e que chama atenção. Quem não viu ao vivo, não só a capa como a lombada e atrás, todo o livro é repleto de brilhos. Logo que o recebi, não sabia do que se tratava e assim que li a sinopse, percebi que era um tema bacana de ser ler. Adoro suspense e "romance policial". Digo entre aspas, porque não é extamente essa a ideia do livro. Mas a priori foi o que pensei que seria.

O livro nos trás a história de Ben, um professor prestes a se casar (ou pelo menos quase isso) que sá de cara com um corpo na porta de sua casa em uma manhã. O corpo é de um jovem indígena que trás dúvidas a cabeça de Ben. E é a partir desse mistério que o livro decorre. A descoberta desse corpo trás ao nosso portagonista muitas lembranças, questionamentos e ações novas.

Além de Ben, temos como personagens mais aparentes Shadi, irmã do jovem morto, e Sara, noiva de Ben. Shadi não é tão explorada e suas aparições são bem rápidas, assim como Sara. Não gostei muito da personalidade de Sara, uma vez que é uma pessoa que tenta empurrar sua vontade aos outros. E também não fiquei encantada com Shadi. Acho que pela falta de "espaço".

Como disse acima, Ben relembra muitos fatos que ocorreu no passado graças a esse acontecimento, e também com a sua entrada no mistério para sua resolução. Ben é humano, e com isso comete muitos erros, e os arranjos que vão acontecendo são apenas reflexos das atitudes que ele resolveu tomar. Muitas pessoas não gostaram do final, mas no fundo sempre achei que seria aquele.

Um Mundo Brilhante é uma leitura rápida, e isso trás o ponto positivo, uma vez que os capítulos são curtos (e são em terceira pessoa). Li rapidinho e nem senti. Um ponto negativo foram as longas narrativas, muitas vezes sem diálogo, o que vem como uma contradição. A leitura é rápida pelos capítulos bem divididos, mas ao mesmo tempo é interrompida com essas narrações longas.

Achei sim o livro bacana, apesar dos poréns. Como eu estava lendo muito sobrenatural, foi uma leitura para equilibrar, que mostra os homens e seus erros e a consequência de suas escolhas. 

Comente com o Facebook:

15 comentários:

  1. Eu gostei muito do livro. Às vezes, algumas pessoas só vêem o que elas querem ler e deixam de apreciar uma história como um todo. Um livro dificilmente vai agradar a todos, mas algumas pessoas deveriam usar a cabecinha para tentar entender a história e fazer uma crítica e não um deboche depreciativo porque a história não lhe agradou.

    Gostei da sua resenha porque você mostrou os pontos bons, os ruins e entendeu a personalidade dos personagens e tal. Mas tem "resenhistas" aí que parece que não sabe enxergar esses pontos no que lê.

    ResponderExcluir
  2. Oi
    ainda não li o livro e sua resenha é a primeira que leio! Nem sabia do que se tratava pq não leio sinopse e tal.. realmente não acho que faça meu estilo, mas estão falando bem e vc disse que a leitura flui bem então talvez eu vá gostar!
    Parece mesmo interessante e diferente!

    bjs
    hey Evellyn!

    ResponderExcluir
  3. Adorei a resenha Aline! Como o Tiago disse, também gostei porque você colocou o livro na balança, separou os lados positivos e negativos... ihihihi xD

    Pis então, vamos marcar para ir nos sebos de VV agora! Tomara que eu não esteja com o rosto inchado dessa vez par anão dar para mim ir... kkk'

    Beijãão!
    aritmeticadasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Eu gostei muito da sinopse, e a sua resenha me esfriou um pouco com os pontos negativos. Ele tá no lendo, mas ainda não consegui pegar ele direito para ler :P
    Beijos,K.
    Girl Spoiled

    ResponderExcluir
  5. A história desse livro parece ser maravilhosa. Já tinha visto em algumas livrarias, porém, nunca li a sinopse. E ao ler sua resenha, fiquei encantada e muito curiosa para lê-lo o quanto antes.

    ResponderExcluir
  6. Antes eu lia mt, mas dai não achava livros que eu me apaixonasse ?
    Então eu parei mais, ai agora voltei de novo e com td!
    Esse livro já ta na minha listinha (:
    ótima dica!
    Beijocas

    ResponderExcluir
  7. Aline,
    Em todos os lugares onde eu vou, sempre tem alguém comentando sobre esse livro, e assim,parece ser incrível,mesmo. Envolve mistério, uma coisa que eu A-M-O muito KK
    beijos ;*

    ResponderExcluir
  8. Aline,
    fiquei com dó da Sara, na verdade. O Ben parece ser tão egoísta. Mas é de se entender, ele ja passou por muita coisa ._.
    Acabei a leitura hoje, na praia

    adorei sua resenha

    bjssss

    ResponderExcluir
  9. Sábado passado fui ao shopping e dei uma passadinha na Livraria Saraiva…vi para vender mas não cheguei a ler a sinopse :D
    Eu gosto de histórias assim para passar o tempo, sabe? Ler sem compromisso, como uma leitura alternativa, gostei da resenha

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. "O que fazer quando o mundo em que você vive não é o lugar a que você pertence?" Que perfeito! Só essa frase ja me ganhou! Desejando muito esse livro... u.u

    ResponderExcluir
  12. As vezes gosto de histórias assim como descrita na resenha, esse está na minha lista para ler.

    ResponderExcluir
  13. Ei aline, eu não lembrava deste livro e o vi na Livraria e li sobre ele naqueles livretinhos e é muito interessante, a capa é linda e li o 1 capitulo que sempre disponibilizam e fiquei curiosa, mais um pra mim !!! bjoss

    ResponderExcluir
  14. Eu ainda não li esse livro, mas gostaria muito, a capa é linda demais gente, e o enredo parece ser ótimo.

    ResponderExcluir
  15. ainda não li , mas já li varias resenhas e fiquei doida de vontade de conhecer a historia completa

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© MEMÓRIAS LITERÁRIAS - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: SD DESIGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo