30/01/2012

Resenha de "A Esperança"

A Esperança
  • Autor: Suzanne Collins
  • Editora: Rocco
  • Páginas: 424
  • Classificação: 5 estrelinhas
Depois de sobreviver duas vezes à crueldade de uma arena projetada para destruí-la, Katniss acreditava que não precisaria mais de lutar. Mas as regras do jogo mudaram: com a chegada dos rebeldes do lendário Distrito 13, enfim é possível organizar uma resistência. Começou a revolução. A coragem de Katniss nos jogos fez nascer a esperança em um país disposto a fazer de tudo para se livrar da opressão. E agora, contra a própria vontade, ela precisa assumir seu lugar como símbolo da causa rebelde. Ela precisa virar o Tordo. O sucesso da revolução dependerá de Katniss aceitar ou não essa responsabilidade. Será que vale a pena colocar sua família em risco novamente? Será que as vidas de Peeta e Gale serão os tributos exigidos nessa nova guerra? Acompanhe Katniss até o fim do thriller, numa jornada ao lado mais obscuro da alma humana, em uma luta contra a opressão e a favor da esperança.
  
Se você ainda não leu os outros volumes da série, essa resenha pode conter spoilers para você!

Oi pessoas! Hoje é a vez da resenha de A Esperança, último livro da trilogia Jogos Vorazes. Terminei de lê-lo essa madrugada e ainda estou meio paralisada com o que a Suzanne Collins trouxe para finalizar essa distopia tão conhecida. Eu sinceramente estou pensando até agora em como vou escrever essa resenha sem spoilar nada. Mas, vamos lá.

Dessa vez a guerra começou! Os distritos, tendo o 13 como líder, começaram a se rebelar de verdade contra a Capital. E é claro que Katniss é a figura curinga para a força dos rebeldes. Depois da destruíção de seu próprio distrito 12, a população restante do 12, incluindo Katniss e os vitoriosos resgatados do Massacre Quaternário são levados até o Distrito aparentemente abandonado do 13. E é a partir de lá que tudo começa.

Suzanne Collins me deixou ficar com sentimentos muito opostos lendo esse livro. Primeiro porque quando conversava com as pessoas que tinham lido, muitas tinham opiniões divergentes se ela havia decepcionado ou não. Isso já foi um ponto para eu esperar de tudo enquanto lia. Esse com certeza foi o livro que mais fiquei com raiva dela. Raiva pelos caminhos escolhidos e raiva de alguns personagens.

Isso não quer dizer que eu não gostei. E também não me decepcionei como muitos dos meus amigos. Eu realmente gostei da finalização da trilogia, apesar de achar um pouco confusa sim (ou eu sou muito tapada, ou estava com sono demais e não entendi o que ela queria ao final). Concordei com algumas pessoas ao dizer que Katniss foi de certa forma manipulada sim, o que não ocorreu nos primeiros volumes. Porém, você entende o porquê da confusão de emoções dentro da personagem que a levou a isso.

E Peeta... Essa é a parte que eu não quero spoilar, mas que irá ser difícil. Terminando Em Chamas, eu não sabia se ele tinha tido um destino bom ou ruim. Capturado pela Capital, mas ainda vivo, Peeta demora a dar as caras no terceiro volume, como eu já esperava. Ele aparece algumas vezes em vídeo para os personagens, mas pessoalmente leva uma boa parte da trama. E com uma surpresa, que muda muito a percepção de Peeta.

Em relação a Gale, a Haymitch, Prim e tantos outros, eles aparecem constantemente. Gale sempre fica ao lado de Katniss e passa a ser um guerreito para a rebelião. Eu particularmente não gosto muito de Gale. Entendo o personagem dele e a relação com a Katniss, mas não gosto muito.

E chega o final. A parte mais confusa, rápida e cheia de sentimentos. Nas últimas 100 páginas você precisa prestar muita atenção e ter estômago bom. É sério quando eu disse que é muita confusão e é por essas páginas que estou até agora estática. Eu realmente achei que a Suzanne colocou muitos problemas para serem resolvidos em poucas páginas. E isso fez com que essa sensação de rápidez e confusão aumentassem.

Outro ponto: Ela deu uma de JK legal matando boa parte da população de Panem. E isso inclui muitos personagens importantes.

Ao final de tudo, aconteceu o que eu esperava em um ponto. Ou melhor, o que eu queria. Acho que ela mostrou como seria as emoções dos personagens ao final se toda essa história fosse verdade, principalmente com relação a Katniss. Os Jogos acabaram realmente para ela, mas de certa forma aquilo nunca irá desaparecer de sua mente. E nem de de nós leitores. Suzanne construiu um mundo novo, cruel e que nos faz refletir muito sobre tudo. Acho que é por isso que estou meio abobada. Os Jogos Vorazes podem ter acabado, mas outros bem piores como diz Katniss, ainda não.

Comente com o Facebook:

18 comentários:

  1. Tá bom, já é oficial... Acabo Crescendo essa semana e ai sim vou começar Jogos Vorazes :) Até o lançamento do filme vou estar preparadinha *----* kkkk'

    Beijos
    aritmeticadasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Ainda não li NADA de Jogos Vorazes acredita?
    Mas quero muuuito!
    Espero que seja em breve1 rs

    Beijos
    @TalitaR_
    glossdmenta.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Eu gostei do livro. Achei bem pesado e tenso e cruel em várias partes. E tudo o que aconteceu nos livros anteriores e neste realmente tinham que afetar um pouco a sanidade das pessoas. Queria ver alguém ter de matar outras pessoas para poder sobreviver na Arena duas vezes seguida, passar por toda essa guerra e ficar com a cabeça no lugar.

    Bem, como te falei... não gostei de com que Katniss terminou. O que eu queria, na minha opinião, sempre gostou da Katniss... calo-me para não dar spoiler se alguém ler aqui haha.

    ResponderExcluir
  4. Acho que o que vc disse na resenha resume muito bem o sentimento que eu tive quando o livro terminou. Esse é o mais intenso dos três e tanta coisa acontece que se não estivermos atentos a gente pira junto com a Katniss. Eu achei algumas atitudes dela um pouco estranhas devido sua personalidade forte que estamos acostumados desde o início, mas ao mesmo tempo eu entendo. Afinal, ela passou pela arena duas vezes e isso trás consequências impossíveis de reparar. Acho que o final foi aceitável, mas gostaria de saber como alguns outros personagens termiram. Resumindo tudo, a gente nunca fica satisfeito quando uma série termina, principalmente quando gostamos muito dela. Então, o final nunca vai ser ótimo pq sempre queremos mais.

    ResponderExcluir
  5. Ainda mão li A Esperança mas estou ansiosa, vc me deixou com mais vontade de ler e concordo com vc, sou Team Peeta

    Bjoos
    Sam
    UP BOOK

    ResponderExcluir
  6. Stephania Ferreira12 de maio de 2012 04:40

    eu adorei este livro.. so fiquei meio triste pq a Prim Morre.. no todo eh bm legal.. adoro jogos vorazes..

    boa resenha

    ResponderExcluir
  7. Ahhhhh ainda não li jogo vorazes =[
    Poxa .... preciso me atualizar nessa saga.

    ResponderExcluir
  8. Oi Aline, eu relmente comecei a ler essa trilogia, por cauda de vcs no clube, só existia os dois primeiros livros e vcs não paravam de falar, fiquei curiosa e li e não consegui parar, qd terminei o em chamas chegou o esperança, e confesso q me senti igual a vc, gostei da trilogia, mas confesso que me decepcionei um pouco neste ultimo com os destinos de alguns personagens e alguns desvios do principal! Mas nada que estrague a série!!! Inclusive o filme foi muiiito fiel neste primeiro volume!!! *-*

    ResponderExcluir
  9. Ainda não conseguir ter acesso a essa triologia :/
    Mas falam muito bem dela, realmente entendi o por que do nome Esperança, rsrs.

    ResponderExcluir
  10. adoro a saga li todos e amei.. so nao gostei do fim.. Prim morrendo.. tudo q a Katiness fez foi meio q em vão, ja q a irma morre de qqr jeito..

    ResponderExcluir
  11. Eu amo distopias e Jogos Vorazes é uma das minhas favoritas.
    A Esperança foi, dos três, o que eu mais chorei. Nossa, tem uma coisa nesse livro (sem spoillers) que me fez chorar muito muito muito.
    Mas como sempre, é maravilhoso. E o fim do livro é perfeito também.

    Thais Vianna
    @dathais

    ResponderExcluir
  12. Eu adorei esse livro *-* MESMO! Na verdade eu amei a trilogia inteira. Adorei a resenha.
    beijos

    ResponderExcluir
  13. Eu li a trilogia e amei. Em A Esperança, eu simplesmente não conseguia parar de ler, eu chorei muito lendo ele, S. Collins matou dois dos meus personagens favoritos...(spoiler, eu sei) E fiquei um pouco intrigada com algumas atitudes de Katniss e Gale, que não aparecia nos outros livros. Realmente esse livro foi muito intenso, principalmente. A trilogia no geral eu amei.

    ResponderExcluir
  14. gosto de livros nesse estilo sempre faz minha cabeça

    ResponderExcluir
  15. A resenha está ótima e eu ainda não li nenhum livro da trilogia, mas quero muito, pois eles possuem uma historia que me agrada muito, eu assisti o filme do primeiro livro e fiquei muito interessada em ler o livro.

    ResponderExcluir
  16. linda a capa desse volume, muito bonita e o livro parece ser perfeito

    ResponderExcluir
  17. Os dois primeiros li num ritmo de matar, mas esse quando chegou no meio comecei a char meio chato...só o final final final mesmo que gostei de novo. E as mortes? Poxa, mataram quem eu mais gostava....

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© MEMÓRIAS LITERÁRIAS - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: SD DESIGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo