03/01/2012

Resenha de "Dezesseis Luas"

Dezesseis Luas
  • Autor: Margaret Stohl/Kami Garcia
  • Editora: Galera Record
  • Páginas: 485
  • Classificação: 4 estrelinhas
Ethan é um garoto normal de uma pequena cidade do sul dos Estados Unidos e totalmente atormentado por sonhos, ou melhor, pesadelos com uma garota que ele nunca conheceu. Até que ela aparece... Lena Duchannes é uma adolescente que luta para esconder seus poderes e uma maldição que assombra sua família há gerações. Mais que um romance entre eles, há um segredo decisivo que pode vir à tona. Eleito pelo Amazon um dos melhores livros de ficção de 2009. Direitos de tradução vendidos para 24 países. Um filme da série está sendo produzido. "Pacote completo: um cenário assustador, uma maldição fatal, reencarnação, feitiços, bruxaria, vudu e personagens que simplesmente prenderão o leitor até o fim...

Leia mais...

Oi gentes! Hoje trago para vocês a resenha do livro Dezesseis Luas, uma das minhas leituras de férias. Aproveitando o lançamento do volume dois no mês de dezembro, resolvi ler o primeiro da série para dar continuidade e ler logo o segundo. A história abordada em Dezesseis Luas é relacionada a um tipo de gênero fantástico, que são as bruxas, ou no caso do livro, os conjuradores.

Ethan é um jovem que vive em Gatlin, uma cidade no interior dos EUA que adora fatos históricos, incluindo seu mais famoso retrato da história, uma guerra civil. Todos os moradores se conhecem e para a infelicidade de Ethan, ninguém sai da cidade. Toda a monotonia da cidade acaba para Ethan quando Lena Duchannes chega a cidade e vai estudar em sua escola. Mas, mesmo com o encanto que sentiu pela garota, ele descobre que ela vive com seu tio Macon, um dos indivíduos mais misteriosos e exclusos da cidade.

Com toda a novidade e vinda da nova moradora, mal sabe Ethan que sua vida está para virar de pernas para o ar. Além dos fatos históricos de sua cidade, Ethan descobre que Gatlin é uma cidade de conjuradores e que sua possível namorada poderá se tornar uma das conjuradoras mais poderosas já vistas. E isso não é nem o começo. Lena terá que fazer uma decisão importantíssima no seu 16º e, claro, irá contar com a ajuda e as descobertas de Ethan.

A primeira diferente desse livro de fantasia para tantos outros que estou costumada a ler é a narração. A história toda é em primeira pessoa, seguindo a visão de Ethan. É legal ter um homem narrando só para variar. As opiniões dele são bem bacanas. O que não posso falar de Lena. Eu gostei da personagem até certo ponto. Depois de um tempo, Lena só se lembra de se lamentar e de, certa forma, se fazer de vítima por sua situação, o que a torna um pouco imatura.

Posso dizer que adorei os personagens de Amma e Macon. Como eu ri e me deliciei na parte em que esses personagens apareciam. Além deles, também posso destacar a bibliotecária e amiga da falecida mãe de Ethan. Achei ela super bacana com seus mistérios e histórias que envolvem a mãe de Ethan, que é super importante para o desenrolar de tudo.

Confesso que achei que não tinha tanta necessidade de um livro tão grande para a proposta das autoras, tanto que eu demorei um tantinho para ler. Alguns capítulos são apenas “enchendo linguiça”, mas apesar de tudo eu gostei da ideia e da proposta do narrador homem. Isso me chamou atenção e me faz querer continuar lendo a série, que segundo fontes, melhora no segundo volume. Torcendo para boas surpresas.

Comente com o Facebook:

17 comentários:

  1. To com ele aqui pra ler, e a cda nova resenha, mais vontade de ler ;D

    Acho q vou gostar de ele ser narrado por uma rapaz :D


    Beijo,
    Lariane - Leituras & Devaneios

    ResponderExcluir
  2. Assim que lançou esse livro eu tava louca pra ler, mas depois eu fui vendo umas resenhas negativas a respeitos dos personagens e do enredo em si. É meio paradinho, né? A ideia de um personagem homem narrando é legal quando ele não fica dramático demais ou apaixonado demais pela garota, o que torna o livro um saco. Mas eu ainda, se tiver tempo, vou ler esse livro :D

    Beeeijo
    Kaká

    ResponderExcluir
  3. Fico curiosa para ler esse livro, a cada resenha nova eu vejo opiniões diferentes, uns amam, outros odeiam :/
    Beijos,K.
    Girl Spoiled

    ResponderExcluir
  4. O que me deixa mais curioso a respeito do livro é o fato de ser narrado por um homem. É tão comum mulheres narrando e tal.

    ResponderExcluir
  5. dezesseis luas eh a melhor série que eu já li, jah terminei de ler dezessete luas e estou ansioso pelo ultimo livro! *-* os personagens são extremamente cativantes (claro que a Lena realmente tem suas partes chatas) e a história eh incrivel!

    --
    hangover at 16

    ResponderExcluir
  6. Eu confeço que gostei bastante do livro, mesmo concordando com algumas coisas que vc disse. É que ele é diferente de tudo que eu já li e terminou de um jeito tipo "Tá e agora o que acontece". Não resisto quando os livros terminam assim. Parece durar uma eternidade até o próximo ser lançado. Estou ansiosa por Dezessete Luas. Parabéns pela resenha ^.^

    ResponderExcluir
  7. Acabei de ler esse livro..é muitoo bom.
    Alguém, por acaso, sabe como chama o segundo livro dele?

    ResponderExcluir
  8. Li Dezesseis Luas no mês passado.... adorei ehehe acho que é o segundo/terceiro livro q leio que o narrador é homem. Estou lendo Dezessete luas e tb estou adorando, no segundo livro a leitura está fluindo mais rápida ;D

    ResponderExcluir
  9. Stephania Ferreira12 de maio de 2012 04:55

    axei a capa muito legal e pensei em comprar... com a sua resenha me deu mais vontade de ler..


    bjs

    ResponderExcluir
  10. Eu li ele e gostei muito, apesar dos apesares. Realmente é muito capítulo inútil pra pouco história, deixou o livro super longo e cheio de enrolações.
    Mas a história é bem diferente e legal, ainda mais narrada por um rapaz. Eu gostei muito, mas o final já me desanimou em relação ao relacionamento dos dois e sei que Dezessete Luas não é muito positivo nesse caso, por isso ainda não o li. hehe
    Parabéns pela resenha
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Eu tenho esse livro, mais ainda não o li, mas me apaixonei pela capa e pela história, já aaté chegou o dezessete luas ... é bom q assim vou lê-los logo!!!! *-*

    ResponderExcluir
  12. De cara, a capa chama a atenção. Depois você lê a resenha e fica com mais vontade de ler. eu ainda não tive a oportunidade de ler, mas espero fazê-lo em breve. Achei ótima sua resenha.

    ResponderExcluir
  13. Eu vi várias críticas negativas sobre Dezesseis e Dezessete Luas. E quer, saber, eu nem ligo..rsrs

    Amei os dois livros. Sabe quando você pega um livro e não quer parar de ler? então, foi assim que eu me senti.
    Confesso que me enrolei um pouco, em determinado ponto do livro, pois eram tantos personagens que eu não lembrava quem era quem.
    Mas isso não me impediu de amar a história e torcer pra continuação (será que vai se chamar Dezoito Luas?) seja lançada no Brasil.

    Thais Vianna
    @dathais

    ResponderExcluir
  14. Eu me interessei pelo livro assim que via capa, sei lá ela me chamou a atenção depois que li a resenha meu interesse só aumentou.

    ResponderExcluir
  15. Eu queria ler esse livro antes de ver o filme mas acho que não vai dar.
    beijos

    ResponderExcluir
  16. Olha, já li melhores. Esperei o livro ter graça do começo ao fim e só o fim valeu mais ou menos a pena. Não achei muita graça...

    ResponderExcluir
  17. Olá Aline!!
    Li este livro este ano e foi uma grata surpresa!! Adorei demais a historia e não achei nada clichê, uma historia cheia de surpresas, mistérios, amor, segredos e momentos engraçados. Estou ansiosa para ler a continuação e parabéns pela resenha!!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© MEMÓRIAS LITERÁRIAS - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: SD DESIGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo