05/03/2011

Quem conta um conto... #4


Mais um sábado e então nós temos a sessão mais literária do blog. Quem conta um conto... está bombando e eu queria muito agradecer a todos os leitores que estão enviando para mim seus trabalhos, suas resenhas, opiniões de filmes... enfim. Muito obrigada mesmo, até porque são vocês que fazem essa sessão. Sem vocês não existe Quem conta um conto. Mas então, vamos ao que interessa.


A leitora da vez é a Amanda Cristina. Ela tem 13 anos e é autora do blog Primeiro Livro, muito fofo por sinal. Deem uma passada lá para conferir! É também um blog literário e ainda por cima nós sempre temos postagens dos textos lindos dela!

Minha pergunta da vez foi: O que você sente quando você está escrevendo?

"É difícil explicar o que sinto quando escrevo. Uma sensação de leveza invade meu coração. Minha alma se sente livre das preocupações. É como se o mundo exterior não fosse nada. Quando você escreve, você faz seu próprio mundo. Você pode colocar o que quiser nele."


Eu também sinto as mesmas coisas quando escrevo. Eu me sinto em outros lugares. Fico muito leve. Enfim, faz muito bem para mim, assim como faz para a Amanda. Ela me enviou um pequeno texto super fofo, com trilha sonora e tudo. Vale a pena ler e ouvir a música enquanto isso! O nome do texto é Me perdoe, meu amor.

"Me perdoe. Eu não queria que tudo isso chegasse ao fim sem ao menos um começo. Acho  que a culpa foi minha. Eu fui infantil demais. Eu amei demais. Eu queria demais. 

Ninguém nunca havia me amado o quanto você me amou. Ninguém nunca havia me dito palavras tão doce, quanto as que você falou. Eu foi muito idiota. Eu devia me calar. 

Era tudo tão doce. Era tudo muito perfeito. Eu estava descobrindo o amor, mas não descobri por completo. Eu só vi a parte boa, a ruim veio depois. Veio agora. Está doendo em mim. Meu coração se sente sufocado de tanto te amar, e você nem ligar. Me perdoe. Eu não estava vendo, as futilidades que estava fazendo. Me perdoe, por falar demais. Me perdoe, por não deixá-lo respirar. Me perdoe, por te amar."


                                                                                                                                                                     
Eu particularmente adoro a Colbie e as músicas dela, então já viram né? Adorei a combinação. Perfeita! Parabéns a Amanda por esse trabalho tão lindo! Segundo a Amanda...

Quem conta um conto... não só aumenta um ponto, como também descobre um lugar que nem conhecia em si mesmo. Sim, as palavras tem poder! :D

Gostou da sessão? Quer participar também? Clique aqui e saiba como.

Comente com o Facebook:

8 comentários:

  1. Nossa Aline, gostei muito! :D
    Ficou muito bom, mesmo! Obrigada por deixar eu participar! Espero estar aí mais vezes! Haha! (:

    Beijinhos,

    ResponderExcluir
  2. muito lgl o texto, achei muito bonito a escolha das palavras e o jeito como foi escrito =]

    --
    hangover at 16

    ResponderExcluir
  3. Que música linda, amei amei!

    Beijos xx

    ResponderExcluir
  4. Adorei o texto!! Tem muito sentimento, a gente sempre acaba arrancando um pouquinho de nós e colocando no papel, assim as outras pessoas também podem sentir, é incrível!!

    Bjao Line!! Essa coluna é d+

    Iza
    Três estrelinhas

    ResponderExcluir
  5. Nossa isso aqui esta ficando cada vez melhor.
    Adorei tudo, o texto, a musica, o blog da Amanda...
    Parabens

    ResponderExcluir
  6. essa coluna é otima , bem interessante!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© MEMÓRIAS LITERÁRIAS - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: SD DESIGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo