10/10/2010

Resenha de "A Rainha da Fofoca em Nova York"

A Rainha da Fofoca em Nova York
  • Autor: Meg Cabot 
  • Editora: Galera Record
  • Páginas: 431
  • Classificação: 4 estrelinhas
Cidade grande, grandes problemas. Lizzie Nichols está de volta, desfilando pelas calçadas de Nova York e procurando emprego, um apartamento para morar e seu lugar no universo (não necessariamente nesta ordem). Porém os apartamentos na Big Apple são caros e pequenos. Pra piorar, parece que Vera Wang não está contratando ninguém no momento e seu namorado, bem… aparentemente, não é do tipo casamenteiro! Para sobreviver à cidade grande, Lizzie precisará se comportar; e isso inclui manter a boca fechada. Será que ela consegue?



Se você não leu o primeiro livro, A Rainha da Fofoca, essa resenha contém spoiler para você.

Como bem diz a sinopse que vem atrás do livro, Lizzie Nichols está de volta. E como eu senti falta dela e da sua boca grande. Falando bem a verdade, não acho que Lizzie é tão fofoqueira assim. Na maioria das vezes, tudo o que ela fala trás um certo mal estar para ela mesma de início, depois tudo se concerta. Não é nenhuma novidade que sou fã de carteirinha da Meg Cabot. E, mais uma vez, eu dei altas risadas com um livro dela.

A Rainha da Fofoca em Nova York pode talvez não ter sido tão engraçado como o primeiro volume, mas ainda sim me surpreendeu. Lizzie finalmente está em Nova York para tentar realizar seu sonho. Ser uma especialista em vestidos de noiva. Como não consegue emprego com uma de suas ídolas, Lizzie aceita o que estiver disponível. E graças a sua boca grande, ou não, consegue dois empregos. Um remunerado como assistente em um escritório de advocacia e um não remunerado. E justamente esse parece ser o melhor emprego, apesar dos pesares.

Mas esses são os menores dos seus problemas. Com seu relacionamento que parecia estar as mil maravilhas com Luke, ela passa a morar com seu príncipe (literalmente) em um apartamento maravilhoso na Quinta Avenida. Tudo está bom demais para ser verdade. Com sua ida ao apartamento de Luke, todos os planos para morar com sua melhor amiga Shari vão por água abaixo, já que parece não existir apartamentos descentes e com um preço razoável na cidade. Logo, sua amiga também vai morar com Chaz, seu namorado.

Ligue todos esses pontos a mais uma caraminhola na cabeça de Lizzie. Ela quer se casar. Não que isso seja impossível, já que sua vida se resume a vestidos de noiva. Ela quer ter seu próprio conto de fadas, mas parece que seu namorado não tem a mesma opinião.

Correndo contra o tempo no trabalho, sabendo de fofocas sobre a mãe de Luke, a vida de sua amiga ficando de cabeça para baixo e vestidos de noiva para reformar em prazos curtíssimos, Lizzie finalmente conhece e sente Nova York. Tenho que dizer que a Meg explorou caminhos super diferentes e que eu nunca iria imaginar que levariam até lá. Você continua lendo e só percebe o que vai acontecer quando a resposta está no final da página.

Eu gostei demais das separações de cada capítulo. Como no primeiro livro, a cada capítulo dessa vez, Lizzie nos dá dicas sobre vestidos de noiva apropriados para cada tipo de mulher, detalhes da festa, como se portar na festa... enfim, tudo um pouquinho sobre o mundo das noivas. Eu achei interessantíssimo e muito conveniente.

Também adorei conhecer novos personagens. Confesso que adoro a Shari e que ela sumiu bastante no livro, mas ela teve seus momentos especiais. Shari fica sumida, de acordo com a história, graças ao seu trabalho e é assim mesmo que eu me senti. Parecia que a Shari realmente não estava ali. Chaz, seu namorado, apareceu em situações que eu não imaginaria, dando conselhos e conversando com Lizzie sobre Luke.

Tenho que confessar que também achei Luke um pouquinho apagado. Mas o livro é mesmo todo para Lizzie. E quando li a última página percebi que eu necessitava do terceiro naquele momento. Como a Meg poderia fazer aquilo? Mudar toda uma ideia de um determinado personagem, encaixar outro que nunca imaginaríamos e mais uma vez voltar com o primeiro e confundir ainda mais a nossa cabeça e a da Lizzie? Só ela mesmo para fazer isso.

Assino embaixo e afirmo. Todos precisam ler A Rainha da Fofoca em Nova York. Uma leitura leve, divertida e acima de tudo cheia de fofocas.

Comente com o Facebook:

17 comentários:

  1. Quero muito ele, necessito! Mas tá muiiiito caro, ohh God.

    ResponderExcluir
  2. Eu nunca lí nenhum livro da Meg Cabot, acredita? O pior é que eu tenho alguns mas sempre vou colocando no final da pilha..
    Sua resenha ficou muito bacana!! Parabéns!!

    ResponderExcluir
  3. Nossaaaa!! eu ja li o ''Rainha da fofoca 1 ''e too loucaaa pra lê o ''Rainha da fofoca em NY'' vou ja comprar adooroo esse sitee bjoo

    ResponderExcluir
  4. Stephania Ferreira12 de maio de 2012 04:38

    Eu acho que a leitura das obras da Meg Cabot fluem de forma natural. Quando estou lendo um livro dela, não percebo o tempo passar. Sobre essa série, ainda não li, mas aparecendo um tempinho eu começo..
    adorei a resenha

    ResponderExcluir
  5. Tae um que vou ler, qd eu trabalhava na Saraiva, só olhava a capa e não dava tanto assim por ele!!

    ResponderExcluir
  6. Mas agora to super curiosa pra ler!!! Ebaaa mais um!!! *-*

    ResponderExcluir
  7. Muito divertido esse livro, realmente Meg Cabot arrasa em seus livros. Sua resenha está nota 10, contou e opinou muito bem.

    ResponderExcluir
  8. Amo Meg Cabot, e pouco me importo se quase todos os seus livros são com estórias mais direcionadas á garotas. Curti a resenha. abç

    ResponderExcluir
  9. Meg Cabot realmente é tudo de bom. Amo os seus livros , este eu ainda não li mas sua resenha está perfeita. E é uma pena que certos livris principalmente Meg serem tão caros.

    ResponderExcluir
  10. Eu sou apaixonada pela Meg. Adoro ela, adoro o estilo dela escrever. Essa série eu ainda não li, mas a sua resenha me deixou com muita vontade.
    Eu quero!!!

    Thais Vianna
    @dathais

    ResponderExcluir
  11. Eu já li todos os livros publicados pela Meg no Brasil, e alguns não publicados ainda rsrsrsrs.
    Eu já terminei a série da Rainha da fofofa! Chorei de rir com esse livro, Meg escreve tão bem que não consigo parar de ler. Mas minha série preferida dela é A Mediadora.

    ResponderExcluir
  12. Gosto muito de Meg Cabot este livro ainda não li mas adorei a resenha , parece ser bem divertido.

    ResponderExcluir
  13. parece ser uma leitura agradavel e descontraida gostei bastante

    ResponderExcluir
  14. livro bonito , minhas irmães são fãs

    ResponderExcluir
  15. o livro parece ser muito bom!!!!!
    Parabéns pela resenha Aline.

    ResponderExcluir
  16. Bacana esse livro, já vi algumas resenhas dele e achei bem legal.

    ResponderExcluir
  17. uma super resenha , divertidissima e descontraida

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© MEMÓRIAS LITERÁRIAS - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: SD DESIGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo