26/09/16

Dica | Victoria


Ahh gente! Estou completamente apaixonada pelo seriado Victoria da ITV. Acho que já comentei por aqui o quanto gosto da história da monarquia britânica. E o período que mais gosto é a Era Vitoriana, recebendo esse nome por justamente ser o reinado da Rainha Victoria. Já dei a dica do filme A Jovem Rainha Victoria aqui no blog - que é maravilhoso, a propósito - mas, por ser filme, acaba encurtando muito o período governamental e dando foco mais no romance. No seriado Victoria, o romance também é o grande foco. Entretanto, acredito que pela duração os produtores terão mais cuidado ao mostrar além disso.


Victoria se tornou rainha muito jovem aos 18 anos, após a morte do seu tio - Rei Guilherme IV. Nesse período de ascensão, ela acabou sofrendo muita pressão política por parte da nobreza e do próprio parlamento britânico - por ser mulher e muito jovem. Apesar da sugestão de Regência, a jovem foi firme em suas decisões e acabou governando a Inglaterra por longos 63 anos. Era o maior tempo de reinado, até que a atual Rainha Elizabeth a ultrapassou. 

Victoria me ganhou de uma forma que poucos seriados já conseguiram. Gosto muito de todos os seriados ingleses que assisto - então, já puxo uma sardinha violenta. Mas nesse caso, o seriado merece mesmo todas as atenções. Tudo é tão sutil, belo e romântico. Mostra como Victoria cresce tão rápido, apesar de ainda ter muitas inseguranças - afinal, não é todo dia que torna-se a Rainha da nação mais poderosa da época. As escolhas dos atores foram espetaculares. A química entre todos eles é fantástica - ressalto aqui os atores que fazem a Victoria (Jenna Coleman) e o ator que faz Albert (Tom Hughes). É de se apaixonar perdidamente!


Minha única ressalva é quanto aos cortes realizados em determinadas cenas. Não sou nenhuma entendedora do assunto, mas dá para notar quando um corte entre cenas é mal feito. Espero do fundo do meu coração que os responsáveis observem com mais carinho isso. A minissérie (uma pena por isso) terá 8 episódios em sua primeira temporada. Inicialmente seria única, mas GRAÇAS AOS CÉUS a emissora resolveu se render e já encomendou uma segunda temporada.

Para quem gosta do gênero, não vai se arrepender. E para quem ainda não conhece, é uma ótima oportunidade de começar. Garanto a vocês que vão ficar tão encantados quanto eu. Perco a quantidade de vezes que me pego sorrindo em todas as cenas. 



(imagens e gifs retirados do we heart it)


19/09/16

Resenha | O Oráculo Oculto

O Oráculo Oculto
  • Autor: Rick Riordan
  • Editora: Intrínseca
  • Páginas: 320

Como você pune um deus imortal? Transformando-o em humano, claro! Depois de despertar a fúria de Zeus por causa da guerra com Gaia, Apolo é expulso do Olimpo e vai parar na Terra, mais precisamente em uma caçamba de lixo em um beco sujo de Nova York. Fraco e desorientado, ele agora é Lester Papadopoulos, um adolescente mortal com cabelo encaracolado, espinhas e sem abdome tanquinho. Sem seus poderes, a divindade de quatro mil anos terá que descobrir como sobreviver no mundo moderno e o que fazer para cair novamente nas graças de Zeus. O problema é que isso não vai ser tão fácil. Apolo tem inimigos para todos os gostos: deuses, monstros e até mortais. Com a ajuda de Meg McCaffrey, uma semideusa sem-teto e maltrapilha, e Percy Jackson, ele chega ao Acampamento Meio-Sangue em busca de ajuda, mas acaba se deparando com ainda mais problemas. Vários semideuses estão desaparecidos e o Oráculo de Delfos, a fonte de profecias, está na mais completa escuridão. Agora, o ex-deus terá que solucionar esses mistérios, recuperar o oráculo e, mais importante, voltar a ser o imortal belo e gracioso que todos amam.

14/09/16

Dica | Drop Dead Diva


Hey gente! Cá estou eu mais uma vez indicando seriado, porque nunca é demais - não é mesmo? Quem se importa se você tem 10 séries na sua grade atrasadas? Vamos começar uma nova! Há umas duas semanas atrás, uma amiga minha - Adriana - estava conversando sobre seriados comigo. Até que Drop Dead Diva surgiu no assunto. Ela elogiou tanto, dizendo que a série já tinha sido finalizada e só tinha 6 temporadas. E eu pensei: "Por que não?". E viciei.

Em Drop Dead Diva, conhecemos Deb - uma jovem aspirante a modelo, super fútil e que só se importa com sua aparência. Até que depois de um acidente de carro, ela acaba morrendo e indo até o céu. Chegando lá, ela se depara com uma mecânica bem diferente da que pensava, sendo que - em uma bela oportunidade - a moça aperta um botão para retornar a Terra. Só que ela não imaginava que voltaria no corpo de outra pessoa. Mais precisamente, no corpo de Jane - uma advogada super inteligente que levou um tiro no lugar de seu chefe. A confusão toda está arrumada, já que Deb está no corpo de Jane e suas vidas passam a se entrelaçar a partir de então.

Stacey (melhor amiga de Deb/Jane) sendo Stacey 
Olha, só pela sinopse dá para sacar que a série é bem maluquinha. Mas isso só a deixa mais engraçada e bacana. Eu estava mesmo precisando assistir algo sem compromisso, que não exigia tanto da minha interpretação e do meu pensar. Ela é tão leve e sutil, que completou esse lugar vazio na minha grade. A série é composta - como já disse lá em cima - por 6 temporadas com 13 episódios cada. Ela já foi finalizada a alguns anos, mas está super atual. Além de toda a confusão da vida de Deb/Jane, em cada episódio nós acabamos mergulhando dentro de algum caso da protagonista e também de seus colegas de escritório.

Todos os personagens tem algum diferencial. E o bacana é que você pode - e vai - acabar mudando a opinião que tem a respeito deles ao longo das temporadas. Eu já estou na metade do caminho - aproveitando o hiatus das minhas outras séries. Ahhh! Antes que eu me esqueça: existem vários episódios com músicas e sonhos malucos de Jane que são impagáveis de engraçados! Solto altas gargalhadas dentro de casa, só para variar. Vale muito a pena deixar aquele tempinho para assisti-la. Indico a todos que também gostam de dar umas boas gargalhadas.



11/09/16

Resenha | A Caminho do Altar

A Caminho do Altar
  • Autor: Julia Quinn
  • Editora: Arqueiro
  • Páginas: 320


Ao contrário da maioria de seus amigos, Gregory Bridgerton sempre acreditou no amor. Não podia ser diferente: seus pais se adoravam e seus sete irmãos se casaram apaixonados. Por isso, o jovem tem certeza de que também encontrará a mulher que foi feita para ele e que a reconhecerá assim que a vir. E é exatamente isso que acontece. O problema é que Hermione Watson está encantada por outro homem e não lhe dá a menor atenção. Para sorte de Gregory, porém, Lucinda Abernathy considera o pretendente da melhor amiga um péssimo partido e se oferece para ajudar o romântico Bridgerton a conquistá-la. Mas tudo começa a mudar quando quem se apaixona por ele é Lucy, que já foi prometida pelo tio a um homem que mal conhece. Agora, será que Gregory perceberá a tempo que ela, com seu humor inteligente e seu sorriso luminoso, é a mulher ideal para ele?

05/09/16

Book Haul | Julho/Agosto 2016


Chegou aquele post do mês onde mostro para vocês meus novos filhos literários! Resolvi juntar as aquisições de Julho e Agosto, muito porque quase não recebi nada nesse mês - correios estavam bem parados por conta da olimpíada. Mesmo assim, todos esses livros já arranjaram um lugar na minha estante e na minha lista de leitura. Alguns eu até já li e vai ter resenha em breve no blog.
  • Chegou da Editora Arqueiro o terceiro volume da série Quatro Estações do Amor, Pecados no Inverno. A resenha dele sai essa semana e só posso adiantar que me surpreendi;
  • Pela Editora Rocco chegou o livro O Tempo não para, segundo volume da série O Tempo entre Nós. É uma série sobre viagem no tempo super leve e sem pretensões. Quem gosta do tema, vale investir. Resenha em breve;
  • Participei de uma campanha da Editora Seguinte envolvendo a autora Sarah Dessen - e a publicação da minha resenha de Os Bons Segredos - e a editora acabou me enviando de presente o outro livro da autora recem publicado por eles, Uma Canção de Ninar. Nem preciso dizer que fiquei mais que feliz, né?;
  • Lembrança foi o livro que eu mais estava esperando esse ano - veio pela Galera Record. O sétimo livro da minha série favorita da Meg Cabot me conquistou de uma forma sem explicação. Acho que a autora fez um ótimo trabalho para os fãs - e posso dizer que continuei querendo mais?;
  • Pó de Lua - Nas Noites em Claro veio pela Intrínseca e já tem resenha por aqui no blog. Ele é um livro lindíssimo e que nos faz refletir bastante. Gosto muito de ter esse tipo de livro aqui para sempre poder reler;
  • E para completar o Book Haul mais maravilhoso, é claro que a autora Colleen Hoover não poderia faltar. Então, em um sábado de agosto estava na Saraiva e Talvez um Dia queria que eu o trouxesse para casa. Foi o que fiz. Já li e o meu amor pelas histórias dessa mulher só aumenta.
Bom, essas foram as minhas aquisições nesses dois meses. Tudo muito parado por conta de Bienal - que eu não fui, mas fé em Deus que ano que vem estarei no Rio hahaha - mas que me encheram de alegria. E vocês?


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© MEMÓRIAS LITERÁRIAS - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: SD DESIGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo